6 de janeiro de 2015

Hoje faço 26 anos.

O que dizer sobre os meus 25 anos? Tanta, tanta coisa.

Comecei a trabalhar como interna do ano comum. Depois de longos meses repletos de muitas dúvidas e incertezas, entrei na especialidade e tornei-me oficialmente interna de pedopsiquiatria.


Lancei o meu livro, 'Queques que enchem a alma'. Tive a minha despedida de solteira. Casei duas vezes - uma na conservatória em Lisboa e outra no meio do campo em França. Tive uma lua-de-mel estrondosa e passei pelo Crato, por Salamanca, por Bordéus, por La Souterraine, por Lyon, pelo Parque Natural de Cévennes, por Carcassone, por Andorra, por Valência, por Granada (e Alhambra!), por Córdoba e por Sevilha.

 


Fui duas vezes ao Château onde posteriormente casei. Voltei a Londres com os meus amigos. Conheci Braga com os internos do meu hospital. Regressei a Paris para dois dias de compras e gulodices com a minha mãe.

 


Dei um passeio MA-RA-VI-LHO-SO por Sintra. Molhei os pés na Costa da Caparica. Conheci a Embaixada e o Museu de História Natural de Lisboa. Visitei novamente a Feira dos Piratas de Leça da Palmeira. Estive cinco vezes na Feira do Livro de Lisboa (com o meu livro, claro!). Fui ao Festival do Crato e vi novamente um concerto dos The Hives. Desci um rio de canoa.



Vi os Silence 4 e a Beyoncé na MEO Arena. Assisti à Tosca do Puccini na Ópera de Paris. Chorei no Les Miserables em Londres. Fui três vezes ao futebol ver o Sporting. Apaixonei-me pelo SCHOOL. Fui ao brunch. Passei uma noite num motel. Cartolei os meus afilhados na Queima das Fitas. Subi o Rio Douro de barco duas vezes.



Continuei a cortar sonhos da lista de 101 coisas para fazer em 1001 dias e filmes da lista de 250 melhores filmes do IMDb. Assinei a Saveurs. Fui ao paintball e ao lasertag. Organizei um jantar mistério e um jantar temático francês. Andei à procura do melhor éclair de Lisboa. Passeei pela Lx Factory. Fiz um piquenique na Quinta das Conchas. Vi a triologia do Padrinho. Comprei uma árvore de Natal ainda mais alta. Recebi uma massagem fantástica. Fui ao Museu do Oriente. Assisti ao Cirque du Soleil. Regressei ao Jardim Zoológico.



Tive duas festas de lançamento do livro - uma em Lisboa e outra no Porto. Fiz duas sessões de autógrafos, uma no Montijo e outra em Lisboa. Dei um workshop de queques no Porto. Apresentei o meu livro em Braga. Fui entrevistada para o jornal do meu hospital. Fui entrevistada no jornal da manhã da TVI. Fiz um showcooking no Melt.



Descobri nos iogurtes a minha nova paixão. Recebi uma máquina de fazer crepes e tornei-me numa adepta fiel destas pequenas maravilhas. Fiz pela primeira vez Cinnamon Rolls, que desde então se tornaram habituais cá em casa e que até já tiveram alternativas com limão, com maçã e caramelo e com caramelo e nozes. Rendi-me finalmente aos bolos de bolacha. Encontrei uns bolinhos de limão divinais.


Descobri a sobremesa mais fácil de sempre. Cozinhei pães de Deus. Continuei a ser louca por pavlovas. Desisti de fazer pastéis de nata. Recebi uma Actifry e desde então tornei-me (ainda) mais saudável. Testei uma receita de bolachas de chocolate para dois. Fiz leite condensado em casa. Fiz o melhor bolo da história dos bolos. Presenteei o Pedro com um pecaminoso coulant de chocolate negro. Voltei a ser surpreendida por uma receita de queques. Repeti a casinha de gengibre para o Natal. Fiz uma semana paleo aqui no blog. Acompanhei o Pedro na sua mudança de alimentação e tornei-me numa semi-pseudo-paleo-coisa. Fiz uma rubrica de doces de Natal e outra dos 'Twelve Days of Christmas'.



Comecei a ter aulas de canto. Cantei em público na Aula Magna. Iniciei-me nas corridas. O Pedro foi chamado para ser dador de medula óssea de alguém com quem era compatível. Contei-vos qual era o meu propósito. Recebi a minha primeira encomenda de queques e fiz uns absolutamente degradantes. Bati pratos. Toquei bateria. Fiz o meu jantar de aniversário dois meses depois do meu dia de aniversário. Fiz uma sessão fotográfica de Natal com a minha família.



Tirei centenas de fotos à Liby e pedi milhares de vezes ao Pedro para termos um gatinho, sem qualquer sucesso (o Pedro é mau!).

Bati com o carro. Furei dois pneus do carro no mesmo dia. O Pedro teve um acidente grave (do qual saiu ileso) e ficou sem o carro dele. Lidei com a morte dos meus animais de estimação. Preocupei-me com a operação a que foi submetida a minha avó. Tive uma pneumonia, uma amigdalite, uma reacção anafilática, uma constipação enorme e duas ou três infecções urinárias.


Foi um ano simplesmente incrível. E embora saiba que dificilmente os meus 26 anos conseguirão superar os meus 25, posso garantir-vos que continuarei a tentar na mesma.

Por isso hoje é dia de parabéns para mim. É dia de soprar as velas do meu bolo, fechar os olhos e desejar com todas as minhas forças que a vida me continue a sorrir e que eu continue a sorrir para ela.

Bring it on, 26.

36 comentários:

  1. Parabéns minha semi-pseudo-paleo-coisa!
    Que os 26 te tragam ainda mais aventuras, receitas boas e muitas alegrias. E um gatinho! (*pressão psicológia aqui* - Pedro, és mau! é só um gatinho! fofinho para ronronar de cada vez que te vir e encher a roupa de pelinhos)

    :O não sabia que tinhas cantado na Aula Magna. Deve ser assustador e espetacular!
    Não tinhas prometido um vídeo de uma músiquinha? :D

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns!!! Realmente foi um ano maravilhoso! Que este seja mt bom tbem :) Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Parabéns querida Joana! :)
    De certeza que os 26 te darão tudo em dobro!
    Um grande beijinho e um ano muito, muito feliz*

    ResponderEliminar
  4. Que continue sempre essa felicidade.
    Parabéns.
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. E entretanto esqueci-me de te dar os Parabéns :D Que tenhas um feliz aniversário e o que o ano que aí vem seja maravilhoso :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. Realmente, o teu primeiro quarto de século foi incrível! Se os 26 forem igualmente felizes, já é espectacular! Muitos parabéns!

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Muitos parabéns, um dia muito feliz. Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Muitos parabéns!! E que os 26 sejam maravilhosos também :)

    ResponderEliminar
  9. Muitos parabéns!!! És uma rainha, então! Beijo

    ResponderEliminar
  10. Parabéns Joana :)
    Leio-te há cerca de dois anos e é fantástico poder acompanhar-te nas tuas aventuras, nos teus sucessos e nos teus momentos de reflexão! Agradeço-te por me fazeres sonhar e acreditar que é possível :)
    Espero que este novo ano te traga ainda mais aventuras, sucessos, histórias incríveis e tudo o que sonhas/desejas!
    Desejo-te o melhor!
    Beijinhos,
    Ana Ruivo

    ResponderEliminar
  11. Parabéns! Gosto muito do teu blog e espero que nos próximos 26 anos possas escrever muito mais nele :-)

    ResponderEliminar
  12. Muitos parabéns Joana! Foi um ano cheio de emoções, que os 26 continuem com muito amor, muitos sorrisos e sonhos concretizados. Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Parabéns Joana! :) Grandes 25! Que os 26 te reservem muitas coisas boas ^^

    ResponderEliminar
  14. Querida Joana,
    Um beijinho muito especial para ti. Que nunca percas esse brilho contagiante :)
    Muitos parabéns a ti e aos teus papás :)

    ResponderEliminar
  15. Muitos parabens!!!!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Parabéns Joana que este ano te sorria sempre.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Agora por aqui: parabéns! ;)
    Foi um grande ano, sem dúvida, mas mais virão.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Parabéns Joana! Que a vida te sorria sempre! Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Muitos Parabéns :)!!! Palavras inspiradoras! Espero que os 26 sejam igualmente aventureiros e ainda mais felizes!
    Beijinhos
    Vânia

    ResponderEliminar
  20. Parabéns atrasados! Upss.. Mas espero que os 26 sejam maravilhosos, que continues rodeada de todas as pessoas que amas, que sejam cheios de saúde e que tragam um gatinho :) O meu Pedro também dizia que não gostava muito de gatos e que não queria nenhum, agora pergunta-lhe se ele tem a mesma opinião ihih
    Beijinhos e mais uma vez muitos parabéns e desejo-te tudo de bom!

    ResponderEliminar
  21. Parabéns (atrasados) e que o teu 26º ano seja tão ou mais preenchido do que o que terminou e que continues a alimentar o teu doce blog que eu descobri há pouco tempo, mas que estou fã!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  22. Parabéns Joana! Um dia muito feliz. Espero que os teus 26 anos nos continuem a trazer a mesma energia positiva, novos textos maravilhosos que prendem os nossos olhares até termos que esperar pelo próximo, fotografias que criam alguma gula e vontade de correr para a cozinha para as recriar e saborear... que sejas muito feliz a fazer o que gostas e que as partilhas nunca se esgotem! Um beijinho de parabéns :)
    Ana

    ResponderEliminar
  23. Parabéns! Que a vida continue a ser sempre assim preenchida e fantástica!Pareces uma pessoa incrível...não fosses do Porto!!!também sou uma apaixonada por cozinha....e temos o mesmo signo!!!!ahhhh. Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Mas que ano maravilhoso, recheado de conquistas... o teu ar de felicidade é óbvio!!

    ResponderEliminar
  25. Parabéns! Espero que tenhas tido um aniversário muitíssimo bom. Desculpa serem atrasados, mas mais vale tarde do que nunca, não é? :) Continua a entreter-nos e a enternecer-nos com os teus textos tão bem escritos, continua a deixar-nos de água na boca com as tuas receitas... Tudo de bom Joana! Um grande beijinho.

    ResponderEliminar
  26. Iguais iguais não diria, acho que há bem mais diferenças do que parece... Ainda há muita gente a ter essa visão que às vezes diria estar antiquada. Preconceito, favoritismo,... Ainda há muitos a continuar os hábitos do passado, e uma parte surpreendente até tem menos do que 65 anos. Eu costumo atribuir essa mentalidade à geração, mas às vezes vejo que estou enganada. Nem que não seja muito explícito... Eu já vi pessoas que preferem não empregar mulheres, pessoas que criticam homens que cozinham e pessoas que continuam a acreditar nessa "ordem". De certa maneira não sei se é assim tão brilhante impingir aos outros os nossos ideais, acho que há mulheres que preferem honestamente tratar dos filhos e da casa e homens que gostam de trabalhar e suportar isso; parece que às vezes com o progresso e a história da igualdade acabamos por desprezar isso (e já agora as pessoas que, apesar de tudo, o fazem). Levamos a teoria ao extremo, nem consideramos excepções ou contrariedades... Por muito que ache que é melhor sermos mais liberais, não ter escravos ou igualar homens a mulheres é bom não posso deixar de pensar que a irracionalidade com que o fazemos e obrigamos a fazer não é melhor do que aquela com que antes eram mais tacanhos, tinham escravos e impediam as mulheres de ir à escola... Todos achamos que não, mas não é coincidência que antes todos aceitassem algumas coisas (como o holocausto, por exemplo) e agora todos as repugnem - acho que depende mais das circunstâncias do que gostaria de admitir. Toda a gente acha que contrariaria e faria uma revolução, é curioso que antes quase ninguém pensava em se opôr...
    Eu acho que, desde que as oportunidades sejam semelhantes, é bom que a liberdade de escolha também o seja. Não consigo ver um mundo em que não se influencie e limite a vida dos outros, acabamos sempre por estar de uma maneira ou de outra a afunilar as opções. Nuns casos é bom, noutros é mau e o mundo é o mesmo. O problema também me parece ser que há sempre quem abuse do liberalismo...
    Não dá para haver igualdade sem considerar as diferenças :) se funciona convosco é bom :) é uma coisa que deve ser difícil de conciliar para algumas pessoas... Mas a divisão parece justa :) este post é um bom complemento ao outro, isto está tudo em sintonia :D
    Eu acho que estas trufas têm uma textura fantástica e parecem deliciosas :) estão mesmo giras! Eu gostava dos dois "toppings", mas às vezes acho que o cacau assim fica estranho, com um sabor amargo mas não "amargo-bom" amargo e um bocado tipo farinha. E o coco fica mais alegre com o contraste de cor :) além de ser menos fácil ficar com dedadas.
    Usar o saco de pasteleiro para massa de trufa é obra, deve ser horrível fazer, formar bolas e limpar, por muito largo ou sem ponta que o saco seja. E lavar o tacho já é mau o suficiente... Lembro-me de fazer as "tuas" e estar com um tachinho a arrefecer durante 10 horas, numa espera angustiante para o lavar.
    Adoro o método "despejar líquido quente sobre o chocolate", é tão agradável :) é quase um alívio mexer aquilo e ver a massa dosforme a transformar-se numa maravilhosa e brilhante substância cremosa :D
    Só uma coisa: o que é para ti uma panela? A minha avó quase tem um ataque quando eu chamo panela a um tacho, porque supostamente a panela é alta, como aquelas em que se faz 10L de sopa, e o tacho é baixo (eu chamo panela a tudo, sinceramente). Agora que usaste "panela" e assumindo que não fizeste trufas numa panelona de meio metro de altura estou a considerar rebelar-me.

    ResponderEliminar
  27. Tantos comentários :D com tantos desejos de feliz aniversário não poderia ter corrido de outro modo!
    Parabéééns imensamente atrasados :D mas não te preocupes, no dia eu reparei e enviei-te boas energias mentalmente ;)
    Taaanta coisa fabulosa que fizeste! Foi um ano ridiculamente preenchido - e bem preenchido, cheio de realizações :D deves ser das poucas pessoas que não ficam deprimidas com uma retrospectiva. Mais conquistas e anos felizes venham :D Parabéns - e mereces, não é só por ter calhado neste dia :) e uma pessoa ainda diz mal das datas que assinalam passagens... É uma reflexão gratificante, esta (imagino!) :) Espero que tenhas passado um dia muito bom!

    ResponderEliminar
  28. Sei que já não faz sentido desejar Feliz Aniversario não sei quantos dias depois! Não que eu não tivesse visto o teu post a tempo e horas! Dia de reis não e propriamente um dia feliz para mim (tu sabes), por isso preferi remeter-me ao silêncio. Que injusta que fui. Mas já está feito e não há como voltar atrás. Por isso mesmo, e numa tentativa de me redimir venho, não desejar um Feliz Aniversário mas sim, desejar que este ano seja tão bom ou melhor que o anterior! Que todos os teus desejos se concretizem e que este ano seja repleto de coisas boas e realizações. Muita saúde, claro, que é o principal. Tudo o resto vem por acréscimo. Parabéns! Tudo de bom! Que sejas muito feliz! Beijinho

    ResponderEliminar
  29. Ah, a foto do tigre é sem dúvida a melhor foto de sempre! Digna de capa de National Geographic! Acho que nunca me pronunciei sobre o assunto mas as fotos do teu casamento também estão soberbas. Lindas!

    ResponderEliminar
  30. Parabéns!
    Grata por estas partilhas, por este blog.
    Muitos sucessos e felicidade!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  31. Parabéééééééns!!!!! Estou muito atrasada, eu sei, mas tenho estado sem computador (e o teclado em versao francesa que tenho no trabalho da-me dores de cabeça. E nao me deixa por os acentos que eu quero, como da para ver). Espero que os teus 26 anos sejam espectaculares (; beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />