24 de junho de 2016

Isto e aquilo #76

No fim-de-semana passado a foto-reportagem sofreu um pequeno acidente: no Domingo perdi o cartão de memória por isso não tirei fotos, e como o cartão esteve em paradeiro incerto até ontem também não publiquei a rubrica mais cedo. De qualquer das formas foi um fim-de-semana muito calminho, até porque as nossas famílias estiveram em Lisboa para mimar o Matias e aproveitámos para fazer programas mais caseiros :)

Na Quinta o Pedro foi para um congresso em Coimbra e eu e o Matias ficámos a fazer uma pequena party só nossa :) Na foto, o meu jantar: salmão grelhado com arroz de ervilhas (é só criatividade, eu sei) :)

23 de junho de 2016

Ser mãe não é uma grande chatice.

Confesso que estou cansada de só ler e ouvir coisas desagradáveis sobre a maternidade. De facto, parece que assistimos hoje em dia a uma inversão do paradigma: se antigamente ser mãe era espectacular, hoje em dia sê-lo é desagradável, dá imenso trabalho e é uma grande chatice. E por todo o lado surgiu de repente o 'mas': 'ser mãe é muito bom, mas...'.

Não me considero propriamente uma especialista no assunto - afinal, o Matias ainda nem tem dois meses. Mas não me revejo nas descrições que vou lendo por aí e que falam de rios de lágrimas, cabelos desgrenhados e pipis destruídas para sempre.

21 de junho de 2016

Já começa...

Ontem guardei finalmente as roupinhas de recém-nascido do Matias, embora ele já tenha deixado de as usar há três semanas (agora vamos alternando entre roupas de um mês e de três meses porque ele é um grandão). Depois de ter procrastinado o assunto até à exaustão porque tinha pena de guardar as roupas, ontem meti as mãos à obra. E fiquei triste.

Está a crescer tão rápido o meu miúdo :(

(Se já me sinto assim quando ele tem cinco semanas, acho que vou release the kraken quando ele fizer dezoito anos!) :D

20 de junho de 2016

Regras regras regras!


A fralda deve ser trocada depois de cada mamada e para limpar devem ser usadas compressas de tecido com água morna e não * gasp! * toalhitas cheias de químicos. Os biberões anti-cólicas devem ser esterilizados antes de cada mamada e enchidos com água do Luso previamente fervida, aquecida até 37º e benzida pela Nossa Senhora de Fátima. Depois da mamada o bebé deve ser colocado a arrotar durante dez minutos. O banho deve ser dado com a água a 37º e usando gel de banho sem espuma. A cara deve ser lavada com uma compressa e soro fisiológico. O quarto do bebé deverá estar a 19º e com uma humidade específica (não me recordo e não me apetece ir ver). O colchão deve estar inclinado a 30º e os pés do bebé deverão tocar no fundo da cama, com a roupinha a não ultrapassar a axila. O bebé tem de dormir no quarto dos pais até ter seis meses. A roupa do bebé deve ser lavada à mão com detergente próprio separadamente da dos pais (e já é uma sorte não ter de ser lavada também com água do Luso!) e deve ser toda passada a ferro para 'eliminar as impurezas'.

Mas não se esqueçam que ser pai é super instintivo, ok?

Assinado: Pais que trocam fraldas quando estão cheias (ou com cocó) e usam toalhitas (com o mínimo de químicos possível, vá), que fervem água da torneira (até porque nós também a bebemos!) e preparam os biberões com a água à temperatura ambiente (o Mati habituou-se assim), que efectivamente deixam o miúdo a arrotar durante dez minutos (gostamos de o ter juntinho a nós), que sentem a temperatura da água com o pulso, que lavam os olhos com soro mas a carinha com água do banho, que não fazem ideia da temperatura ou da humidade do quarto, que entalaram um dossier debaixo do colchão para o inclinar, que o deixam no meio da cama e não no fundo, que já o passaram para o quartinho dele, que lavam a roupa na máquina juntamente com a deles (mas com o detergente dele e assim andamos todos a cheirar a bebé) e que têm um monte de tempo livre para fazer coisas fixes em família como passear, cantar, contar histórias, ginasticar, estimular os sentidos, brincar, fazer parvoíces ou simplesmente ficar a olhar para ele :)

fuck this shit I'm outta here, shit wrong way,meme To:

17 de junho de 2016

Não te podia ter dado para pior, pois não Joana? (parte III)

(E a nostalgia que bateu quando fui procurar a parte I?) :D

(E a felicidade que me invadiu quando fui procurar a parte II e percebi que a partir de agora vamos fazer a casinha de gengibre a seis mãos?) :D

Eu confesso: sou uma sucker das compras inúteis mas fofinhas. Desde umas All Star para bebés a uma chupeta com um bigode, passando por um par de óculos de sol e um gorro de viking, a verdade é que o Mati tem uma data de coisas absolutamente dispensáveis. Pode não parecer, mas eu juro que tentei controlar-me.

Vai daí, tenho andado muito divertida a fotografar a minha coisinha fofa com uma data de adereços totós :D Fica tão fofo :D

Gorro de cupcake :D

16 de junho de 2016

Dúvida existencial

Se tudo correr como planeado, em Setembro vamos andar de avião com o Matias. No entanto, tenho uma data de dúvidas e não consigo encontrar informação concreta em lado nenhum! Conseguem ajudar-me?

* Uma das viagens de avião vai ser nacional. Preciso de ir tirar o cartão do cidadão (ou o passaporte) com o Matias, ou a folha do registo chega?

* Em princípio vamos fazer essa viagem sem o Pedro. Preciso que o Pedro passe uma autorização escrita e certificada pelo notário? Mesmo tendo em conta que estamos casados e que é uma viagem nacional?

* A outra viagem é internacional, e tenho as mesmas dúvidas: é preciso o cartão do cidadão do Matias e autorização do pai se ele não for?

14 de junho de 2016

Isto e aquilo #75

E aqui vai mais uma foto-reportagem do fim-de-semana :D Este fim-de-semana foi relativamente calminho, mas fizemos imensas coisas boas: dormimos um montão de horas (com os intervalos das mamadas pelo meio), estivemos com amigos, comemos gulodices, vimos os jogos de futebol do Euro (e os de futsal também) e ainda matei saudades de um belo gin tónico (finalmente!) :)

Fizemos uma visitinha à Queijadaria :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />