17 de janeiro de 2014

Cinnamon rolls para uma tarde de folga (e um álbum viciante!) :D

Podem me chamar e me pedir e e me rogar,
E podem mesmo falar mal, ficar de mal, que não faz mal.
Podem preparar milhões de festas ao luar,
Eu não vou ir, melhor nem pedir,
Eu não vou ir, não quero ir.
E também podem me intrigar e até sorrir e até chorar,
E podem mesmo imaginar o que melhor lhes parecer.
Podem espalhar que eu estou cansado de viver,
E que é uma pena para quem me conheceu.
Eu sou mais você e eu!

Astrud Gilberto e Stan Getz Quartet


Quiet nights of quiet stars,
Quiet chords from my guitar,
Floating on the silence that surrounds us...
Quiet thoughts and quiet dreams,
Quiet walks by quiet streams,
And the window that looks out of Corcovado,
Oh, how lovely!

Quero a vida sempre assim,
Com você perto de mim,
Até o apagar da velha chama...
E eu que era triste,
Descrente desse mundo,
Ao encontrar você eu conheci
O que é a felicidade, meu amor!

Astrud Gilberto e Stan Getz Quartet


I'm as restless as a willow in a windstorm,
I'm as jumpy as a puppet on a string,
I'd say that I had spring fever,
But I know it isn't spring.

I'm as starry eyed and gravely discontented,
Like a nightingale without a song to sing.
Oh, why should I have spring fever,
When I know it isn't spring?

I keep wishing I were somewhere else,
Walking down a strange new street,
Hearing words I have never never heard,
From a man I've yet to meet.

I'm as busy as a spider spinning daydreams,
I'm as giddy as a baby on a swing,
I haven't seen a crocus or a rosebud,
Or a robin or a bluebird on the wing.
But I feel so gay in a melancholy way,
That it might as well be spring,
It might as well be spring.

Astrud Gilberto e Stan Getz Quartet


Never trust the stars when you're about to fall in love,
Look for hidden signs or you'll begin to sigh.
Never trust the moon when you're about to taste his kiss,
He knows all the lines and lives up to lie.
Just wait for a night when the skies are all bare
Then see if you care.
Never trust your dreams when you're about to fall in love,
Or your dreams will quickly fall apart.
So if you're smart, really smart,
Only trust your heart.

Astrud Gilberto e Stan Getz Quartet


Hoje tenho a tarde de folga. 

Depois de uma intensa semana de trabalho nada me vai saber melhor do que chegar a casa, calçar umas meias bem quentinhas, fazer uma caneca de chá reconfortante e relaxar enquanto deixo que a melodia bossa nova do 'Getz Au Go Go' com o Stan Getz Quartet e a Astrud Gilberto invada a minha alma (ando mesmo viciada neste álbum!). 


E como se tudo isto não fosse suficiente, hoje tenho também estes cinnamon rolls deliciosos para o lanche - uma receita que experimentei no Natal e que fez tanto sucesso que já foi repetida duas vezes.

Amanhã saio à rua. Amanhã lavo a roupa e arrumo a casa. Amanhã vou às compras. Amanhã saio para passear. Hoje é dia do mais absoluto e esplêndido descanso. Hoje é dia de não fazer nada. 

Hoje é dia de cinnamon rolls.


Cinnamon rolls (receita adaptada do site 'Laura in the Kitchen')

Ingredientes:

* 60ml de água morna;
* Uma colher de sopa de açúcar branco;
* 7g de fermento de padeiro (aproximadamente dois pacotes);
* Um ovo;
* 190ml de leite;
* Uma pitada de sal;
* Quatro colheres de sopa de açúcar branco;
* Quatro colheres de sopa de manteiga derretida;
* Quatro chávenas de chá de farinha de trigo;
* Meia colher de chá de extracto de baunilha;

Recheio:
* Seis colheres de sopa de açúcar mascavado;
* Duas colheres de sopa de açúcar branco;
* Uma colher de sopa de canela em pó;
* Três colheres de sopa de manteiga à temperatura ambiente;

Cobertura: 
* Duas colheres de sopa de manteiga derretida para pincelar. 

Confecção:

* Juntar a água morna com uma colher de sopa de açúcar;

* Polvilhar com o fermento de padeiro e deixar actuar durante cerca de cinco minutos;

* Numa tigela juntar o ovo, o leite, o sal, o açúcar branco e a manteiga derretida e bater bem;

* Juntar as duas chávenas de chá de farinha, o extracto de baunilha e a mistura de água e fermento e mexer até ficar incorporado;

* Acrescentar lentamente as duas chávenas de farinha restantes;

* Bater ou amassar durante cinco a sete minutos, até a massa ficar lisa e consistente;

* Formar uma bola com a massa e colocar numa tigela grande untada com óleo vegetal; 

* Untar o topo da bola, cobrir a tigela com papel aderente e deixar levedar num local quente durante duas horas (em alternativa, eu deixo a levedar durante trinta minutos dentro do forno pré-aquecido a 50º); 

* Para o recheio juntar o açúcar amarelo, o açúcar branco e a canela e reservar;

* Depois da massa estar levedada, amassar novamente numa superfície levemente enfarinhada e formar um rectângulo com cerca de 40x20cm; 

* Pincelar a parte superior do rectângulo com a manteiga à temperatura ambiente e cobrir com a mistura de açúcar e canela;

* Enrolar a massa como se fosse um rolo e cortar em dezasseis partes iguais;

* Colocar os rolos num tabuleiro untado com cerca de 20x30 cm; 

* Cobrir o tabuleiro com papel aderente e deixar levedar novamente durante uma hora e meia (ou mais meia hora no forno);

* Retirar os rolos já levedados e pré-aquecer o forno a 180º;

* Pincelar os rolos com manteiga e levar ao forno durante cerca de trinta minutos.



Tenham um óptimo fim-de-semana! :D

11 comentários:

  1. Ficaram fantásticos e eu tb estou ansiosa para chegar a casa e beber um chocolate quente com um bolinho e não fazer mais nada.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Esse álbum é realmente fantástico :)
    Bom descanso *

    ResponderEliminar
  3. Estão mesmo apetitosos, uma deliciosa sugestão!

    ResponderEliminar
  4. Têm um ótimo aspeto! Cá em casa também temos esse álbum! ;-)

    ResponderEliminar
  5. Tem um aspecto maravilhoso!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Estou a ouvir o álbum e estou aqui a pensar que saio às 17h30 e um cinnammon roll sabia-me mesmo bem. If you know what I mean. <3

    ResponderEliminar
  7. Estes cinnamon rolls têm um aspecto divinal e já me andam a tentar à algum tempo. Qualquer dia tenho de experimentar, pois adoro canela e adoro este género de bolos, com massas lêvedas. So Yummi. ;)
    Beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  8. Nada melhor mesmo :) Ficaram com um aspecto delicioso! Nunca fiz, mas adoro :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  9. Acho que já não dá para adiar mais, vou ter de fazer... O mundo perde muito por não gostares de deixar as coisas levedar ;), afinal tens jeito (apesar do pormenor do forno hahaha). O problema é que o fermento é muito delicado... E se está estragado lá vai a receita. Por isso é que prefiro fermento em pó... É muito mais prático. Mesmo assim, o fresco é muito agradável, parece mais tradicional... Gosto de "sovar" massas com fermento fresco, é tão giro!
    Já na tua receita de pizza o fermento seco era engraçado porque crescia imenso!
    (Eu já fiz bolo rainha várias vezes e fiquei muito orgulhosa... É que fica mesmo bom! Com um sabor igual ao bolo rei de pastelaria, mas sem frutas cristalizadas, de que não gosto. Estou a dizer isto por causa do ferrmento :P é o dobro da satisfação quando sai bem, porque é complicado e mais "melindroso"! Quando pus no forno e ficou todo douradinho e majestoso até dei saltinhos de alegria :P é que aquilo demorou umas 9 horas a fazer! Esses cinnamon rolls estão muito giros (acho que é uma sobremesa bonita!), também deve ter sido bom espreitar para o forno :P)
    Na foto em que está cortado é que dá para ver que é fofo e leve... Que bom aspecto!!! (Olha que eu não gosto de 3 pontos de exclamação, parece demasiado histérico!)
    Beijinhos :)
    PS: estou a comentar tardiamente porque só li o post agora. Eles pareciam mesmo bons e tu não publicas ao fim de semana, portanto quis "reservá-lo" para ler agora :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />