26 de setembro de 2020

Grândola 2020 - O resumo!

Tentámos que houvesse uma espécie de equilíbrio com as nossas férias deste ano. Primeiro fomos para a 'casa da montanha' (como lhe chamava o Matias) na Serra da Estrela e tivemos direito a mergulhos no nosso rio e a passeios por cima das nuvens. Depois fomos para uma villa em Montargil e passámos os dias a pastelar na nossa piscina. Por fim, tínhamos decidido marcar uns dias para poder fazer praia. Teria de ser uma casa só para nós, com uma piscina só para nós, num sítio razoavelmente perto da praia mas não na praia. Achámos (aparentemente com alguma razão, pelo que nos dizem os nossos amigos que foram para cidades costeiras) que o litoral sul iria estar a abarrotar de pessoas, e queríamos evitar ao máximo qualquer tipo de confusão. 

Abrimos o mapa e a resposta chegou: Grândola. Uma cidadezinha simpática, perto do Badoca Safari Park, da Comporta, de Tróia, de Melides, da Lagoa de Santo André (onde fomos na nossa primeira viagem como namorados), do Centro de Ciência Viva do Lousal (que tem uma mina!) e de uma quinta onde dava para alimentar alpacas, a Mama-Adama.

Encontrámos uma casinha bem simpática com uma piscina enorme, marcámos e partimos à aventura. O início das férias ficou marcado pelo passeio no Sado para ver os golfinhos, que demorou quatro horas e nos deixou a todos com vontade de saltar borda fora. No dia seguinte a Gabriela acordou com febre, e assim se manteve durante o resto das férias. Vai daí, ficámos mais em casa, a aproveitar a piscina e a descansar, sem grandes programas. E soube tão bem.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />