8 de dezembro de 2014

Queques de sidra de maçã para um jantar mistério :D

Now is the time for you and I to cuddle close together.
All throught the night I'll save you from terror on the screen,
I'll make you see...
'Cause this is thriller, thriller night.
And no one's gonna save you from the beast about to strike.
You know it's thriller, thriller night.
You're fighting for your life inside a killer, thriller tonight.

Michael Jackson


Há anos que queria organizar um jantar mistério, provavelmente por culpa da minha infância repleta de livros da Agatha Christie e do Sir Arthur Conan Doyle.

A ideia é simples: juntam-se alguns convidados que têm o objectivo de soluccionar um crime (normalmente um homicídio) enquanto comem. Cada convidado tem o seu papel pré-definido e tem acesso a algumas partes do seu guião antes do jantar, mas só o assassino sabe quem cometeu o crime. Durante o jantar cada personagem representa o seu papel e revela os seus segredos, até que o vil criminoso seja descoberto ou revelado.


Há algumas alternativas se quiserem viver o vosso próprio jantar mistério. Há locais em Lisboa que organizam esse género de eventos, podem comprar pacotes já construídos com tudo incluído... Ou, se forem masoquistas, criativos e uns génios do crime em potência (como eu) podem escrever o vosso próprio guião.


Foi o que eu fiz. Sondei os internos, inventei um crime, criei nove personagens diferentes e escrevi os seus guiões. A noite de Halloween revelou-se perfeita para o nosso plano, e foi assim que nove internos (tecnicamente seis internos, dois alunos do sexto ano e um namorado) passaram a noite no hospital a descobrir quem tinha assassinado o chefe de serviço da Medicina.

Eu sou suspeita, mas acho que foi incrivelmente engraçado.


Apesar de ter sido bastante desafiante, criar de raíz o meu próprio jantar mistério foi espectacularmente divertido. O assassino surpreendeu toda a gente e a história terminou com tanto drama que rivalizou com uma ópera do Puccini - por isso confesso que acabei a noite a sentir-me muito orgulhosa do meu trabalho.


Também estes queques estiveram envolvos em muito mistério. Dei-os a provar às minhas cobaias do costume, e tal como no jantar também ninguém descobriu qual era o segredo: estes queques não têm gordura adicionada.

E são igualmente deliciosos, sem serem criminosos.


Queques de sidra de maçã (receita adaptada do blog 'Baked By Rachel')

Ingredientes (para dez queques):

* Uma chávena e meia de farinha de trigo;
* Uma colher de chá de fermento;
* Meia colher de chá de bicarbonato;
* Uma pitada de sal;
* Uma colher de chá de canela;
* Dois ovos;
* Meia chávena de açúcar branco;
* Meia chávena de açúcar amarelo;
* Três quartos de chávena de sidra de maçã;
* Uma colher de chá de essência de baunilha;

Para a cobertura:
* Meia chávena de açúcar mascavado;
* Uma colher de chá de canela.

Confecção:

* Juntar a farinha, o fermento, o bicarbonato, o sal e a canela e misturar bem;

* Numa tigela à parte bater o ovo com um garfo e juntar o açúcar branco e o açúcar amarelo, batendo bem;

* Acrescentar a sidra de maçã e a essência de baunilha, mexendo bem;

* Juntar os ingredientes líquidos com os ingredientes secos e misturar apenas até ficarem ligados;

* Colocar a mistura em forminhas e levar ao forno pré-aquecido a 220º durante sete minutos;

* Baixar a temperatura para os 180º e deixar cozinhar durante treze minutos;

* Passar pela mistura de açúcar mascavado e canela e deixar arrefecer.



Tenham uma óptima Muffin Monday :D
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />