31 de julho de 2014

Molho de tomate caseiro para um regresso às origens.

No conforto pobrezinho do meu lar há fartura de carinho.
E a cortina da janela é o luar, mais o sol que bate nela.
Basta pouco, poucochinho para alegrar uma existência singela.
É só amor, pão e vinho e um caldo verde, verdinho, a fumegar na tigela.

Amália Rodrigues


Creio que nos últimos anos temos assistido a uma espécie de 'retorno às origens'. Cada vez mais regressam às nossas casas as receitas das nossas avós: o pão caseiro, as compotas, os iogurtes e as bolachinhas feitas com muito amor. Cada vez mais procuramos simplificar a nossa alimentação e torná-la mais natural, mais saudável e mais amiga do ambiente.


De facto, hoje em dia temos ao nosso alcance uma enorme variedade de electrodomésticos que facilitam tudo isto. O forno é mais rápido (embora nada seja melhor do que um forno a lenha), a máquina de fazer pão permite a programação de horários para termos pão quentinho pela manhã (e ainda faz compotas!), a iogurteira mantém a temperatura constante, o microondas descongela depressa e ainda temos uma máquina para lavar toda a louça que sujamos no fim (eu não tenho, mas sobrevivo na mesma) :)

E ao contrário do resto do mundo (onde fazer refeições em casa não é tão habitual como aqui) nós cada vez optamos mais por tornar as nossas refeições o mais caseiras possível: até o almoço, que levamos atrás de nós para o trabalho :)


Não sei se isto se deve ao facto de estarmos alertados para as consequências de uma alimentação mais artificial, ou se por outro lado simplesmente não temos dinheiro para mais e vamos tentando poupar fazendo os nossos próprios produtos em casa. Independentemente das razões por detrás desta nova moda, honestamente gosto tanto dela que espero que fique para sempre.

Porque nada é melhor do que comer ao pequeno-almoço um iogurte e um queque (ambos feitos por nós), rematar com um almoço delicioso que trouxemos na marmita, repor energias com uma barrinha de cereais caseira ou uma fatia do pão feito por alguém que amamos e jantar um pratinho simples e reconfortante. Para ser perfeito só faltava mesmo bebermos uma chávena de leite tirado da nossa vaquinha antes de irmos dormir :D


Neste seguimento surgiu um molho de tomate caseiro. Na verdade esta receita é adaptada da minha receita de sopa de tomate, mas assim ficam com um molho de tomate enriquecido com outros legumes e bem mais cheio de nutrientes bons do que o de compra!

De deixar qualquer avó orgulhosa, inclusivamente a minha :D


Molho de tomate caseiro

Ingredientes (para o recipiente da imagem):

* Uma courgette cortada em cubos;
* 100g de couve-flor;
* Uma cebola cortada em rodelas;
* Três dentes de alho;
* Cinco tomates grandes;
* Uma pitada de sal.

Confecção:

* Colocar a courgette, a couve-flor, a cebola, o alho e os tomates numa panela com água e levar ao lume até ferver;

* Deixar cozinhar e temperar com sal;

* Retirar alguma água e triturar com a varinha mágica, acrescentando depois a água retirada até se obter a consistência desejada;

* Reservar no frigorífico durante uma semana.

Até amanhã! :D
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />