4 de março de 2013

Bifes de frango com sementes de sésamo e um primeiro dia curioso :)

Devia ter amado mais,
Ter chorado mais,
Ter visto o sol nascer.
Devia ter arriscado mais,
E até errado mais,
Ter feito o que eu queria fazer.

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são.
Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração.

Titãs

 
Há dois anos fiz o estágio de Cirurgia Geral numa equipa de cancro da mama. 

Foi um estágio difícil e muito intenso, mas foi também bastante enriquecedor e comovente. Vi coisas tristes e assisti a situações desesperantes, e no entanto percebi que é nos momentos mais complicados que a nossa verdadeira força interior se revela. Chorei, sim, mas também sorri muito com as vitórias de pessoas que nem sequer conhecia mas às quais me liguei instantaneamente.

Seis semanas depois, eu estava loucamente apaixonada pela Cirurgia. 

Há um ano fiz o estágio de Cirurgia Geral numa equipa de transplante hepático. 

Foi um estágio monótono e pouco desafiante, e senti-me profundamente desapontada. Não me senti integrada na equipa, não estabeleci relações com os doentes e não fiquei minimamente motivada. Não chorei nem sorri, e foi simplesmente como se aquele estágio nunca tivesse acontecido na minha vida.

Seis semanas depois, eu estava absolutamente aborrecida com a Cirurgia. 


Este ano estou a fazer o estágio de Cirurgia Geral numa equipa de cirurgia endócrina. 

Logo no nosso primeiro dia atendemos um rapaz toxicodependente com uma úlcera tão grande na coxa que só conseguíamos ver o osso. Não havia pele, não havia gordura, não havia nada. Não havia coxa sequer. Havia um buraco, e havia o osso. Eu vou poupar-vos da descrição mais aprofundada do panorama. 

É óbvio que quando cheguei a casa não tinha qualquer apetite para jantar. Tal como já aconteceu no passado, sentia que as imagens e os cheiros continuavam agarrados a mim, a deixar-me enjoada, a impedir-me de apreciar o que quer que fosse.

Tomei um longo banho, enchi-me de gel de banho bem cheiroso, vesti uma roupa confortável e disse ao Pedro para se desenrascar sozinho.  

No entanto, vinte minutos depois o cheirinho a bife grelhado e a sementes de sésamo começou a invadir a casa, e tornou-se impossível não dar uma dentada. Ou duas. Ou três. E rematar com uma fatia de manga. 

Decididamente, este estágio promete.   

(É muito estranho eu estar a adorar tudo isto?)  

 

Bifes de frango com sementes de sésamo

Ingredientes (para duas pessoas):

* Quatro bifes de frango fininhos;
* 50g de sementes de sésamo; 
* Sumo de um limão;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Piri-piri a gosto;
* Uma pitada de sal;
* Um fio de azeite.

Confecção: 

* Misturar o sumo de limão com a paprika, o pimentão-doce, o sal e o piri-piri;

* Cobrir os bifes de frango com a mistura e deixar a marinar durante uma hora;

* Passar os bifes pelas sementes de sésamo, calcando para aderirem bem;

* Se necessário, utilizar mais sementes de sésamo; 

* Grelhar numa frigideira anti-aderente com um fio de azeite ou em alternativa assar no forno.   


Sim, hoje não vos trouxe uma história particularmente feliz. Mas por outro lado gosto de pensar que todas as histórias nos ensinam algo.

Por isso vou guardar esta situação bem fundo na memória e um dia mais tarde vou contá-la aos meus filhos adolescentes. Num mundo onde cada vez mais as drogas são consumidas pelos jovens, julgo não ser despropositado traumatizá-los um bocadinho com as consequências do consumo de droga. Só um bocadinho. Talvez mostrar-lhes umas fotos, vá. 

Até amanhã :D
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />