26 de dezembro de 2013

Folhados de alheira e queijo e pão com chouriço - duas receitas, zero porquinhos magoados.

We would zig-zag our way
Through the boredom and pain.
Occasionally, glancing up through the rain,
Wondering which of the buggers to blame,
And watching for pigs on the wing.

Pink Floyd


Há algumas semanas vi um documentário sobre a inteligência animal e aprendi que os quatro animais mais inteligentes são o macaco, o golfinho, o elefante e o porco.

Vai daí, fiz a única coisa maluquinha lógica: decidi deixar de comer carne de porco.


Na verdade - pensei eu na altura - a carne de porco nem sequer é particularmente consumida em nossa casa. Só de vez em quando grelhamos umas costeletas ou assamos lombo, e por isso será relativamente fácil abdicar disso, certo?

Pois, parece que não é assim tão simples. É verdade que é fácil abdicarmos da carne de porco per se, mas o que fazer ao fiambre? Ao presunto? Ao chouriço? À alheira? À farinheira? E à francesinha? Meu Deus, o que fazer à francesinha?


No fim acabou por correr tudo bem. Começámos a comprar fiambre de frango e chouriço e alheira de peru, e a verdade é que nem se nota a diferença (à excepção do fiambre, que na minha opinião é incomparavelmente melhor que o de porco). É verdade que não posso comer presunto ou farinheira, mas é um sacrifício que estou disposta a fazer para salvar os porquinhos.

Apesar disso confesso que não sou fundamentalista, e se vou jantar a casa de alguém e a comida é porco - ou vaca, que eu também não como - como sem um único queixume. Mas quando temos visitas em casa não há carne de porco ou vaca, e garanto-vos que ninguém fica triste.


Um exemplo perfeito disto foi o jantar que preparei quando fizemos mais uma das nossas maratonas de sueca: folhados de alheira de peru e queijo e pão com chouriço de peru. Juro-vos que ninguém deu pela diferença (e estamos a falar de homens apreciadores do bom enchido), e no fim toda a gente encheu a barriga.

É por isso com orgulho que vos digo que nenhum porquinho foi magoado para fazermos o nosso jantar.

P.S.: Desculpem lá, perus.


Folhados de alheira de peru e queijo

Ingredientes (para dezoito folhados):

* Uma placa de massa folhada;
* Uma alheira de peru;
* 100g de queijo ralado (usei uma mistura de três queijos);
* Uma gema de ovo batida com duas colheres de sopa de água.

Confecção:

* Retirar a pele da alheira e partir em pedaços pequenos;

* Saltear numa frigideira sem gordura até ficar mole;

* Juntar o queijo e envolver;

* Cortar a massa folhada em dezoito quadrados e colocar uma porção de alheira e queijo em cada um;

* Fechar cada quadrado como se fosse uma trouxinha;

* Pincelar com a gema de ovo e colocar num tabuleiro do forno coberto com papel vegetal;

* Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de quinze minutos, ou até os folhados ficarem dourados.


Pão com chouriço de peru

Ingredientes (para oito pães):

* 450g de água;
* 12g de fermento de padeiro (usei da Vahiné);
* 50g de buttermilk*;
* 650g de farinha de trigo;
* 100g de farinha de trigo integral;
* Duas colheres de chá de sal;
* Uma colher de sopa de vinagre;
* Um chouriço de peru cortado em rodelas.

Confecção:

* Para fazer o buttermilk juntar o leite com uma colher de chá de vinagre e deixar actuar durante cerca de cinco minutos.

* Juntar a água, o fermento e o buttermilk e deixar actuar durante vinte minutos;

* Acrescentar a farinha, a farinha integral, o sal e o vinagre e misturar bem;

* Cobrir a tigela com um pano e deixar a levedar durante trinta minutos no forno pré-aquecido a 50º;

* Amassar sobre uma superfície enfarinhada;

* Juntar as rodelas de chouriço e moldar os pães;

* Colocar num tabuleiro forrado com papel vegetal e polvilhado com farinha e deixar levedar novamente durante meia hora;

* Dar um golpe com a ajuda de uma faca e pincelar com água;

* Levar ao forno pré-aquecido a 220º durante 20 a 25 minutos.
  

Eu sei que as fotos não estão nada de especial, mas já experimentaram explicar a três rapazes esfomeados que têm de ir buscar o tripé porque não costumam usar flash? Pista: não corre lá muito bem! :D

Podem ver outra receita de pão com chouriço de peru aqui! :)

Até amanhã! :D

5 comentários:

  1. Ai Joaninha, Joaninha, esse pãozinho ficou maravilhoso, tão bom mesmo, bjs

    ResponderEliminar
  2. \o/ eu já aboli o fiambre de porquinho à muito tempo e confesso que também passo muito bem sem a carne de porco (mais uma vez, desculpem lá, perus! começo a ficar com alguma pena dos perus agora...)

    ResponderEliminar
  3. Coitadinhos dos porquinhos, eu sou como tu quando vejo essas coisas, fico cheia de pena dos animais :( aliás eu não consigo ver o BBC - Vida Selvagem porque fico toda deprimida quando um leão mata outro animal para se alimentar e depois ando aqui a enfardar porcos, vacas e afins. Aliás porco não, é carne que não gosto muito e como sei que é a menos saudável por acaso é raro comprar cá para casa, lá está, como mais quando alguém faz ou assim. Não aprecio nada o fiambre de porco, há anos que só como de peru, as salsichas sejam frescas ou enlatadas também escolho sempre de peru ou frango. Agora o chouriço e as alheiras é que nunca tinha pensado nisso, aliás acho que nem nunca vi à venda, vou investigar isso! ;)

    ResponderEliminar
  4. Só tenho a dizer: é criminoso, quando se está a tentar desgastar as calorias ingeridas a mais na noite de Natal, vir aqui e deparar-me com estas coisas. Estou revoltada!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />