18 de outubro de 2013

Hambúrgueres de feijão vermelho e cenoura e um sonho louco :D

Era uma vaca leiteira, 
Não era uma vaca qualquer,
Dá leitinho e manteiguinha,
Mas que vaca tão fofinha!


Depois de os muffins terem roubado a minha palavra-passe e terem escrito o pedido de ajuda cá no blog eu recebi um mail muito engraçado da Bárbara a dizer que eu era louca.

A Bárbara dava vários argumentos para provar que eu era louca, como o facto de eu querer casar nas Fiji, ou de ter feito uma casinha de gengibre no Natal do ano passado. A Bárbara rematava o mail a dizer que gostava de pessoas loucas, e assim começou uma troca de mails muito divertida :)


Na verdade a Bárbara tem toda a razão, porque eu tenho nitidamente um parafuso a menos. E se vocês ainda não acham que eu sou maluquinha, aqui vai mais uma prova de que a sensatez não é propriamente uma das minhas maiores qualidades: há meses que decidi deixar de comer carne de vaca.

Podia dizer-vos que é por causa da saúde, do preço ou do sabor, mas a verdade é tão surreal que parece saída de um quadro do Dali. Eu quero ter uma vaca de estimação.


A minha vaca de estimação vai chamar-se Cornélia e vai ser preta e branca. Todos os dias vou ordenhá-la, ferver o leite e servi-lo como parte do pequeno-almoço da minha família. Todos os dias vou fazer-lhe muitas festinhas, e ela vai fazer 'muuu' de contentamento quando eu chegar a casa. E vou ter um quintal muito grande para ela poder correr e saltar - o Pedro diz que as vacas não correm nem saltam, mas a Cornélia vai ser muito atlética e amiga do desporto - e onde vai poder comer ervinha boa.

Com o leite da Cornélia vou fazer iogurtes, gelados e manteiga, e vou fazer imensas receitas deliciosas. Se a Cornélia se sentir sozinha vamos arranjar outra vaquinha para lhe fazer companhia, a Magnólia - o Pedro diz que Magnólia é um nome estranho, mas a opinião dele não conta para nada.


Antes que comecem a ligar para a Polícia para tratar do meu internamento compulsivo, deixem-me garantir-vos que eu sei que isto é quase impossível. Mas não quer dizer que vá deixar de aparvalhar sonhar :)


Pareceu-me lógico deixar de comer carne de vaca, e a verdade é que até ao jantar no Don Limão Dona Laranja há meses que não tocava num bifinho. E se pensam que agora cá em casa comemos sempre a mesma coisa estão muito enganados: é verdade que evitamos comer carne de porco, que o Pedro não come peixe-nem-nada-que-venha-do-mar e que a nossa alimentação 'carnívora' tem por base as carnes de frango e de peru, mas quando inserimos a alimentação vegetariana o caso muda de figura :D

Assim sendo, aqui estão uns deliciosos hambúrgueres de feijão vermelho e cenoura, que convenceram até o Pedro 'o carnívoro mais convicto do pedaço' :D


Hambúrgueres de feijão vermelho e cenoura

Ingredientes (para quatro hambúrgueres):

* Uma lata de feijão vermelho cozido, lavado e coado;
* Uma cenoura ralada;
* Meia cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Um ovo;
* Uma colher de chá de mistura de especiarias italianas;
* Uma colher de chá de orégãos;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Três colheres de sopa de sementes de linhaça moídas;
* Pão ralado q.b.;
* Um fio de azeite.

Confecção:

* Juntar o feijão vermelho, a cenoura ralada, a cebola picada, os dentes de alho picados, o ovo, as especiarias italianas, os orégãos, o pimentão-doce, a paprika e o sal;

* Passar com a varinha mágica;

* Transferir para um prato e misturar as sementes de linhaça moídas e o pão ralado até que a mistura se consiga moldar;

* Formar quatro hambúrgueres e grelhar num fio de azeite.


Na verdade eu confesso que estes não foram os meus hambúrgueres vegetarianos preferidos, mas foi meramente uma questão de temperos: normalmente eu uso açafrão, caril, cominhos e coentros para dar um toque indiano, desta vez quis dar um toque italiano e não gostei tanto. Se quiserem experimentar a receita sugiro que dividam a massa em dois e temperem das duas formas - assim percebem de qual gostam mais! :D

Tenham um óptimo fim-de-semana :D

10 comentários:

  1. Olá

    Que aspeto delicioso :-) Esse hamburguer deve ser muito bom.

    Vem ver o passatempo que está a decorrer no meu blog (a receita já pode ter sido publicada)

    http://www.pratocaseiro.blogspot.pt/2013/09/parceria-ramiro-leao-e-um-passatempo.html

    Beijinhos
    http://www.pratocaseiro.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. ahahahah ai a minha irmã quando ler este post! (tem um medo de vacas que se pela).
    Eu acho uma ideia muito tentadora, apesar de não ingerir lacticinio algum, abria uma excepção para o leite "a sério" - que saudades de quando era pequenina e do leite com chocolate, que a minha avó fazia depois de o ir buscar numa bilha de aluminio e ferver...
    Também não sou garnde amiga de carne de vaca, a escolher, preferia muito mais estes teus hamburgueres ;)

    ResponderEliminar
  3. Esta receita vem mesmo a calhar! Na segunda feira fiz hamburgueres de feijão vermelho com beterraba da Not guilty pleasure.. E hoje vejo estes... Mas.. leva ovo. Achas que consigo fazer sem o ovo? ou devo juntar algo para substituir?

    Obrigada!

    ResponderEliminar
  4. Olá, Bom dia!

    Bem... acho que não és assim tão maluquinha ou então eu também sou e aqui somos muito maluquinhos! :)

    Acho que tens de vir, para o Pico (ou Açores) para conseguires isso e não te colocarem na casa dos maluquinhos...

    Também tenho um sonhos parecido, é ter pelo menos um animal de cada, uma vaca, uma ovelha, uma cabra, um coelho, uma galinha, um pato, um pavão, um porco, um cão, um gato mas a viver todo juntos! :)

    ResponderEliminar
  5. Uma vaquinha de estimação!???! hehehehehe
    Olha gostei desses hamburgueres, tenho de testar!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. lolol ;) Isso de uma vaca de estimação precisa de espaço!!!
    Eu tb qse não como carne de vaca, cada vez aprecio menos
    Adorei estes hamburguers, que excelente ideia :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Adoro este género de hambúrgueres e estou sempre a experimentar receitas novas deste tipo! Dão imensa diversidade à alimentação, sem dúvida!

    ResponderEliminar
  8. Não achei esse sonho nada louco! Só engraçado. :)
    E, decididamente, casar nas Fiji e fazer uma casinha de gengibre - completamente normal. Se calhar porque o meu conceito de "normalidade" é muito abrangente. :D Há poucas coisas que me façam exclamar: "aquela pessoa não bate nada bem!", e, quando o faço, é quase sempre com admiração. lol ;)
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
  9. Tens saudades dos hamburguers de soja? :P
    Que bom aspecto :) Um dia destes ainda me aventuro num almoço substituir a carne por feijão. Feijão preto com arroz deve ser delicioso :D Agora fiquei a pensar na picanha brasileira. nhami


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Adorei estes hambúrgueres... e como tenho feijão cozido em casa, acho que vão ser mesmo o jantar de hoje! :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />