17 de outubro de 2013

Mini-tartes de frango para os dias iguais.

My head keeps spinning,
I go to sleep and keep grinning.
If this is just the beginning, 
My life's gonna be beautiful.
I've sunshine enough to spread,
It's like the fella said,
Tell me quick
Ain't love like a kick in the head?

Dean Martin


Acordo. Resmungo. Levanto-me.

Tomo o pequeno-almoço. Vejo o mail. Vejo o mail do blog. Vejo o blog. Vejo o Pinterest. Vejo o Facebook. Vejo o site do Público.

Estudo.


Preparo o almoço com a ajuda do Pedro. Fotografo, se for uma receita nova. Como. Lavo a louça quando é a minha vez.

Volto para a sala. Estudo.

Penso em fazer muffins. Controlo-me. Vejo o Pinterest. Volto ao estudo.


Lancho. O Pedro pergunta se estou aborrecida. Fazemos miminhos um ao outro durante alguns minutos. Voltamos ao estudo.

Preparo o jantar com a ajuda do Pedro. Fotografo, se for uma receita nova. Como. Lavo a louça quando é a minha vez. Lavo a cozinha.

Volto para a sala. Estudo.


O Pedro pergunta se estou aborrecida. Fazemos miminhos um ao outro durante alguns minutos. Voltamos ao estudo.

Acabo de estudar. Vejo o mail. Vejo o mail do blog. Vejo o blog. Vejo o Pinterest. Vejo o Facebook. Vejo o site do Público.

Vamos deitar-nos. O Pedro lê em voz alta os livros de banda desenhada de história do mundo que eu lhe comprei há dois anos. Eu ouço, aprendo, e sinto-me verdadeiramente feliz e relaxada. Tal como as crianças, pergunto vezes sem conta 'mas afinal os Seljuq são turcos também?', 'perdi-me, quem é o Robert Guiscard mesmo?'. Adormecemos.

Acordo. Resmungo. Levanto-me. É mais um dia de estudo para o exame da especialidade.


Como podem ver, a minha vida não tem sido propriamente loucamente interessante. Não tenho muitas histórias para contar, até porque os meus dias são basicamente iguais - como naqueles filmes em que as personagens revivem o mesmo dia vezes e vezes sem conta.

Já falta pouquinho para esta maratona terminar, e a verdade é que não estamos tão deprimidos como parecemos. Temos a viagem ao Quénia para planear, temos detalhes do casamento para decidir, temos as nossas séries, os nossos miminhos, as nossas danças na cozinha.... E, acima de tudo, temo-nos um ao outro. E temos as nossas invenções culinárias, que dão sempre muito mais cor aos nossos dias :D


(Adivinhem só qual é a mini-tarte feita por mim e qual é a que foi feita pelo Pedro! Eu não quero apontar dedos, mas há cá em casa alguém o Pedro que não tem muito jeito para trabalhar com massa quebrada) :)

Mini-tartes de frango

Ingredientes (para quatro mini-tartes):

* Uma placa redonda de massa quebrada;
* 120g de peito de frango cortado em cubos;
* Meia cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Um fio de azeite;
* Meia chávena de chá de leite;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Meia colher de chá de piri-piri;
* Uma colher de chá de manjericão;
* Meia colher de chá de mistura de especiarias italianas;
* Um ovo batido com uma colher de sopa de água.

Confecção:

* Refogar a cebola picada e o alho picado num fio de azeite;

* Juntar o peito de frango e temperar com o pimentão-doce, a paprika, o sal, o piri-piri, o manjericão e a mistura de especiarias italianas;

* Acrescentar o leite e deixar cozinhar;

* Transferir para um recipiente e esfiar grosseiramente o frango (eu dei dois ou três toques de varinha mágica);

* Estender a placa de massa quebrada e cortar em quatro triângulos;

* Rechear cada triângulo com duas colheres de sopa de frango;

* Fechar cada triângulo e pincelar com o ovo batido misturado com a água;

* Levar ao forno pré-aquecido a 190º durante cerca de vinte minutos.


Até amanhã :D 

14 comentários:

  1. humm..que bela ideia! Têm um ar delicioso! Que dias chatos realmente, mas está quase a acabar e, tal como disseste, têm-se um ao outro, é tudo mais fácil! Boa sorte :) *

    ResponderEliminar
  2. Quero essas mini tartes!!! que bom aspecto! acho que tenho que deixar de visitar o teu blog =P fico sempre com desejos ehehe!
    Boa sorte na maratona de estudo...está quase :)! beijinho

    ResponderEliminar
  3. Estás no dia da marmota :)))

    Toda a a gente tem dias da Marmota de vez em quando.
    E isso nem sempre é necessariamente mau.
    Tenho que falar contigo, estou por Lisboa aos fins de semana :) quando quiseres quebrar o dia da Marmota diz-me :P

    ResponderEliminar
  4. Gostei do formato e o recheio bem apetitoso,
    Com uma salada dava um excelente almoço
    bjs

    ResponderEliminar
  5. Gostei imenso do post de hoje! Mimos e mais mimos, que bom! E as prespectivas também não são nada más ;)
    vou experimentar as tartes!!

    ResponderEliminar
  6. Que delícia!!! Gostei bastante!
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Estas tartes têm um ar fantástico! Força no estudo, está quase! ;-)

    ResponderEliminar
  8. Está quase :)
    Essas tartes... Huuum :)

    ResponderEliminar
  9. Qual é o objectivo de nota? Há um? :)
    Eu desespero se não estudar com outras pessoas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou ao contrário, se estudar com outras pessoas distraio-me ;) Sozinha concentro-me muito melhor, e mesmo com o Pedro cá em casa estamos sempre a estudar cada um no seu canto ;)

      Não há grande objectivo de nota neste momento. Já tive objectivos, mas agora é só mesmo 'quero que o dia chegue e passe'. Acho que comecei a estudar cedo demais (em Novembro do ano passado!) e isso reflecte-se agora, porque já estou altamente cansada e desmotivada. Já nem quero saber se tenho nota para psiquiatria, só quero é fazer o exame e bola para a frente. Nunca foi muito o meu género esta abordagem, mas pronto...

      Eliminar
    2. Que engraçado... Na minha faculdade toda a gente começa a estudar em Setembro e já houve quem me tivesse aconselhado a dar uma vista de olhos no início do próximo Verão (estou no 5º ano).

      Eliminar
    3. Cada um faz aquilo que acha melhor, mas sinceramente eu acho um erro começar a estudar no Verão do quinto ano. Acho que o Verão do quinto ano é para as pessoas se divertirem ao máximo, tendo em conta que o Verão do sexto ano é não existente e muito cansativo ;) Mas cada um usa a abordagem que preferir, isto é tão heterogéneo :) Pessoalmente no meu caso acho que teria sido melhor eu começar em Janeiro, porque agora já estou cansada e saturada. Mas lá está, há uns dias melhores do que os outros - hoje estou num dia bastante bom, mas no dia do comentário acima estava num dia particularmente horrível :P

      Só me resta desejar-te muito boa sorte ;)

      Eliminar
  10. Joaninha,
    o título devia ser: mini tartes de frango diferentes para dias iguais :) Realmente eu sou da turma do Pedro na "tosquice".
    E acima de tudo temo-nos um ao outro = Like

    ResponderEliminar
  11. Os dias rotineiros também têm partes boas, mas dias intensivos de estudo são chatos :( pelo menos sempre se têm um ao outro para se distrairem um pouco :)

    Falando de outros posts: adorei o pequeno almoço de quinoa, yummi yummi, a experiência na casa do gil deve ter sido muito giro, os miudos ficam em êxtase com a pastelaria eheh e quanto às migas perfeitas eu gosto das minhas com azeite, alho picadinho, couve de caldo verde, broa de milho e feijão frade, tudo mais ou menos na mesma proporção e deixo refogar em lume baixinho, com a tampa posta, para o pão e a couve amolecerem, mas sem ficar em papa. Adoro :)

    beijinho*

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />