17 de fevereiro de 2015

Essência de baunilha caseira.

Este dia-a-dia é duro, é duro de se levar,
É de casa para o trabalho e do trabalho para o lar.
Levas assim uma vida na boínha sem pensar,
Mas há-de chegar o dia em que tens de me pagar!

Ai é o dia de São Receber!

Xutos & Pontapés


Confesso que por vezes me aborrece o preço de determinados alimentos: desconheço porque é que os espargos são tão caros, o óleo de coco parece ser feito de ouro, os frutos secos em geral e os pinhões em particular são uma comedoria e as vagens de baunilha são extremamente dispendiosas, só para citar alguns exemplos.


É claro que as razões para isto prendem-se certamente com as disponibilidades dos produtos, as diferentes formas de distribuição e as leis da oferta e da procura. Mas não consigo evitar entristecer-me por ser necessário gastarmos tanto dinheiro para termos produtos que são, em última análise, naturais. Afinal, nem sequer estou a falar de algo que foi árduo produzir e que envolveu um processo longo de industrialização - refiro-me a coisas que simplesmente existem na natureza, bolas.


Sendo a baunilha uma coisa já por si cara, é natural que a essência de baunilha também o seja. E por isso, numa tentativa de associar a poupança à minha obsessão com produtos caseiros (e ao meu recente vício de DIY) comecei a fazer essência de baunilha em casa.

Tal como o esfoliante de coco, também esta receita demorou algum tempo a ser publicada. Durante meses achei que não iriam achar isto particularmente interessante ou que iriam julgar ser demasiado demorado, e por isso a receita acabou por ficar esquecida num cantinho.

Até ao dia em que percebi que se não a publicasse aqui, iria certamente esquecer-me dela de vez.


Por isso lamento, mas vão mesmo levar com a receita. É verdade que não fica propriamente barata, que demora algumas semanas a ficar pronta e que dá algum trabalho (ou pelo menos dá mais trabalho do que ir comprar), mas garanto-vos que a sensação de usarem a vossa própria essência natural é simplesmente indescritível :D


Essência de baunilha caseira (receita adaptada do blog 'Brown Eyed Baker')

Ingredientes (para 60ml de essência):

* Duas vagens de baunilha;
* 60ml de vodka de boa qualidade.

Confecção:

* Abrir as vagens de baunilha no sentido do comprimento e, usando a ponta de uma faca afiada, retirar as sementes do interior;

* Colocar as sementes numa panela pequena, juntamente com as vagens partidas em pedaços pequenos;

* Acrescentar o vodka, cobrir a panela e deixar cozinhar em lume brando até que a mistura ferva durante dois minutos (sem abrir a panela);

* Desligar o lume, colocar a mistura num frasco e deixar arrefecer;

* Cobrir com a tampa e reservar num local escuro durante dois meses, abanando gentilmente o frasco uma vez por semana;

* Coar as sementes e os pedaços de vagem e reservar o líquido num frasco limpo.
 

Até amanhã! :D

9 comentários:

  1. e ainda bem que publicaste, e algo que irei fazer, as vezes nada nos dá mais prazer que utilizar nas receitas algo que nos "fizemos"


    www.ocantinhodosgulosos.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E fica muito melhor também :D

      Beijinhos e bom resto de semana :D

      Eliminar
  2. Eu sei, a mim também me irrita :P até particularmente essas coisas todas que mencionaste.
    Só a Vahiné é que vende vagens de baunilha na maioria dos supermercados, o que lhes dá alguma margem de manobra. No E Leclerc tem da marca deles, bastante mais barato... Da última vez que vi à venda no Continente e queria comprar quase que chorei :P
    Não é por não ser industrializado que não é «árduo produzir»... Acho que as vagens de baunilha são das culturas que requerem um trabalho mais intensivo, e os espargos também envolvem um processo longo e minucioso... Mesmo existindo na Natureza podem ter elevado custo de produção :)
    Eu acho que estes produtos caseiros são sempre interessantes, por mim podes postar sempre :D Eu gosto de coisas com resultados mais imediatos e acaba por ser um bocado chato esperar um mês pelo final, até porque nunca planeio com antecedência quando é para oferecer ou assim, mas estou tentada a experimentar :)
    Raspar as sementes do interior é tãão agradável :P
    Gostei do pormenor do frasco «limpo» :P que pena, já não posso usar o que acabei ontem de tomate :)
    O meu pai fez azeitonas em casa e numa altura ele foi para o hospital e eu tive de ir lá de vez em quando abrir a tampa dos garrafões (as azeitonas estavam em garrafões). Era tããão giro, o garrafão dava um enorme suspiro :P saía a pressão... Era melhor do que aqueles anti-stress de apertar (que só provocam mais stress porque apetece rebentar com eles).
    Eu gostei da ideia, acho que vale a pena o post ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que se faz azeitonas em casa? Fiquei a questionar-me. Parece interessante :D

      Devia ter uma cultura de vagens de baunilha no quintal. Depois podia fazer tooooda a essência que quisesse :D

      Eliminar
    2. outrascomidas.blogspot.pt/2009/10/curtir-azeitonas.html acho que é mais ou menos isto :) a última (conserva)...

      Eliminar
  3. Faço sempre! O problema da baunilha é que é um produto extremamente procurado, e a produção não é assim tão grande. Só existe em determinadas regiões do mundo, relativamente circunscritas. Eu tive a sorte de receber uma meia dúzia de vagens vindas da Reunion, onde vive uma das minhas cunhadas, e onde se produz uma das melhores qualidades de baunilha do mundo. Usei as sementes para cozinhar e depois aproveitei as vagens para fazer essência caseira, como tu. :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, lá está. Mas é uma pena, fica tudo tão bom com baunilha :)

      Beijinhos :D

      Eliminar
  4. De facto há coisas que se compram porque parecem super complicadas e que ainda por cima vem em frascos pequenos e são caríssimas e no final vai-se a ver e são tão simples. Costumo fazer essência caseira. Foi um hábito passado pela minha mãe. Embora ela não fizesse essência de baunilha mas sim essência de limão. Isso deu para eu perceber que não valia a pena comprar coisas desse género quando se pode fazer em casa e fica fantástico.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A essência de limão está na lista de coisas a testar também :D Que receita usas? :)

      Beijinhos! :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />