4 de março de 2014

Bifes de frango recheados com queijo e envoltos em bacon e uma confissão!

Stuck in belief, there is a lie.
Promise is promise, an eye for an eye.
We've got something to reveal.
No one can know how we feel.

Whatever you do, don't tell anyone...

Queens Of The Stone Age


Há uns tempos recebi um comentário de uma leitora que se queixava (mas de uma forma bastante simpática!) que eu nunca mostrava no blog receitas de peixe.

Sinceramente eu tenho noção que esta é uma grande falha - provavelmente a maior do meu blog, talvez empatada com o facto de falar frequentemente de assuntos nojentos como diarreia, infecções urinárias ou cirurgias que dão fome.

Podia dar-vos a volta - até porque já vos contei que sou um bocadinho manipuladora - mas a verdade é esta: eu acho que não gosto assim tanto de peixe.


Durante anos culpabilizei o Pedro pela inexistência de pratos de peixe cá em casa. Dizia que a culpa era dele, que ele se recusava a comer tudo o que viesse do mar (inclusivamente lulas ou marisco) e que quando fazia pratos só para mim preferia investir nas receitas vegetarianas. E tudo isso é verdade.

Simplesmente não é toda a verdade.


Honestamente, eu não gosto assim tanto de peixe. Adoro bacalhau cozido (e pataniscas de bacalhau!) e até aprecio bacalhau assado, mas não gosto de todas as 124871246238941 outras formas de cozinhar bacalhau. O salmão enjoa-me. A pescada enjoa-me. Gosto de raia ou de cação, mas não é algo que coma frequentemente. Adoro lulas, mas o Pedro não é grande fã. Gosto imenso de polvo, mas é caro e rende pouco. Já comi pota ou chocos, mas nunca comprei cá para casa. Adoro marisco, mas prefiro comê-lo ao natural.


Não gosto de peixe cozido, não sou grande fã de peixe grelhado e o único peixe assado bom que já comi é o que o meu pai faz. Tenho pavor a espinhas, provavelmente porque já vi pessoas que foram parar às urgências com perfurações intestinais por causa delas.

Como vêem, o caso não anda lá muito famoso. E por isso achei mesmo estranho quando, ao deliciar-me com este prato, dei por mim a questionar-me se ele ficaria igualmente delicioso com lombinhos de peixe.

Talvez ainda não seja um caso perdido, afinal :D


Bifes de frango recheados com queijo e envoltos em bacon

Ingredientes (para duas pessoas):

* Dois bifes de frango fininhos;
* Duas fatias de queijo;
* Duas fatias de bacon com baixo teor de sal;
* Um fio de azeite;
* Meia cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Meia colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Uma pitada de piri-piri.

Confecção:

* Enrolar os bifes de frango com o queijo e o bacon (uma fatia de cada lado) e fechar com um palito;

* Refogar a cebola picada e o alho picado num fio de azeite e juntar os rolinhos de bife;

* Temperar com o pimentão-doce, a paprika, o sal e o piri-piri e ir rodando os bifes para cozinharem uniformemente.



Espero que gostem :D

Até amanhã! :D

6 comentários:

  1. Que óptimo aspeto :)

    http://aminhavidaeumlixo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Adoro bifinhos recheados, mas acho que sim, que também funcionava bem com peixe!

    ResponderEliminar
  3. Joaninha,
    Eu até gosto de peixe...mas acho menos acessível que a carne. Ou seja, o preço que pagas por uma boa posta de peixe é o mesmo que pagas por 1kg de carne que dá para 4 doses....mesmo uma postinha de salmão congelado de 100gr fica em média 1.75€.

    Quando tiveres tempo, podes é elaborar uma listinha de receitas (que já fizeste) que aches que fiquem boas para congelar. Ando a compilar informação para fazer antes de ir para o hospital :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Cá em casa comemos pouco peixe mas tento ao maximo fazer dia sim dia nao... Para evitar as espinhas uso muito os medalhoes de pescada por ex.

    Os bifinhos sao tentadores

    Bjs,

    Susana
    As Papinhas dos Babinhos

    ResponderEliminar
  5. Ééé, eu também descurei um bocado a história do peixe. Gostava imenso de salmão e enjoei imenso (não como há meses e não o quero ver à frente), só gosto de bacalhau da minha avó, simples (mas não cozido) e, vá lá, cozido ou na chapa (e de resto não posso com bacalhau :P pataniscas até gosto, apesar de nunca comer, mas não vale porque não sabe muito ao bacalhau). Eu cheguei a comer bastante dourada grelhada, mas sempre um bocado a custo :P mas até me sabe bem, às vezes. A minha avó faz um assado de dourada maravilhoso, mas eu tenho medo de tentar porque ela mete sempre uns pozinhos mágicos (aka vinho, limão, mais azeite, usar técnicas de forno) que nem se lembra de referir, portanto acho que seria um desastre :)
    Peixe cozido é horrível, tirando medalhões de pescada de marca boa :D
    Tens razão, o polvo encolhe imenso, é irritante!
    E ainda para mais o peixe é ridiculamente caro. Salmão congelado = ouro.
    ...Mas toda a gente tem direito a não gostar de algumas coisas* :)
    Não é bem uma falha, de qualquer das maneiras, porque cozinhar contrariada não dá bom resultado :) ee porque assim temos outras receitas mais interessantes. Nomeadamente bifes recheados. E lemon bars.
    (esquece a última parte...)
    Que bom aspeto que têm estes bifes! Desculpa lá mas a coisinha parece mesmo presunto. E têm um aspeto maravilhoso! Mas acho que a próxima coisa interessante/relevante (ou seja, excluindo bife grelhado, ovos mexidos e etc.) que vou cozinhar vai ser outra, para variar :) fiquei com algumas ideias do teu cozinhar para totós (obrigadinha, hã? :P)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />