5 de agosto de 2013

Muffins de frutos vermelhos com crumble e o meu vício mais recente :)

The deeper you stick it in your vein
The deeper the thoughts, there's no more pain.
I'm in heaven, I'm a god,
I'm everywhere, I feel so hot.

It's not a habit, it's cool, I feel alive!
If you don't have it, you're on the other side.
I'm not an addict (maybe that's a lie).

K's Choice


Há alguns anos eu tinha uma relação muito pouco saudável com a comida, principalmente em relação aos doces. Estava triste? Comia um docinho. Estava feliz? Comia um docinho. Aconteceu algo mau? Comia um docinho (ou dois). Aconteceu algo bom? Comia um docinho.

Estava numa festa com amigos? Comia um docinho. Estava em casa sozinha e aborrecida? Comia um docinho. Estava cansada de estudar? Comia um chocolate. Saía de casa para dar um passeio? Comia um gelado.


Não passava um único dia sem que eu comesse um docinho, e entre bolos, pastéis, chocolates, gelados, bolachas e pipocas comecei a ver o número na balança a subir e a minha autoestima a descer.

Fiz dieta, perdi 25 quilos e os doces desapareceram por completo da minha vida. Deixei de festejar com eles, deixei de me apoiar neles, deixei de tapar o vazio do aborrecimento com eles. Passei meses sem comer um único docinho que não fosse o eventual bolo de aniversário, e a verdade é que deixei de lhes sentir qualquer falta.


E depois comecei a cozinhar e descobri o quanto é desafiante cozinhar doces. Descobri que é tremendamente relaxante cozinhar muffins, que é divertido fazer bolachas e que sentimos sempre uma enorme expectativa quando fazemos um bolo. Descobri o quanto é recompensador fazermos uma sobremesa para um jantar de amigos e assistirmos aos suspiros de prazer de quem prova.

Hoje já não sou viciada em doces, mas luto quase diariamente com o meu vício de os cozinhar.


O mais difícil é sem dúvida lutar contra a tentação de fazer muffins: tão fáceis, tão simples e tão deliciosos, os muffins são um verdadeiro atentado ao meu autocontrolo e uma verdadeira delícia para as minhas papilas gustativas.

Desde que experimentei a receita de muffins de mirtilo com crumble que não pensava noutra coisa que não fosse repetir aquela receita absolutamente divinal. Depois de alguma indecisão sobre a fruta que iria colocar nos muffins decidi optar pelos frutos vermelhos, e assim aproveitar para gastar o resto de uma embalagem que tinha perdida pelo congelador :)


Mais uma vez estes muffins ficaram divinais, culpa novamente da mistura do sabor ligeiramente ácido da fruta com o doce e crocante do crumble.

Estou a brincar com o fogo, eu sei. Mas quem é que consegue resistir ao interior fofo e delicioso e ao exterior crocante destes pequenos pecados? :D


Muffins de frutos vermelhos com crumble

Ingredientes (para dez muffins):

* 190g de farinha;
* 150g de açúcar;
* Uma pitada de sal;
* Duas colheres de chá de fermento;
* 80ml de óleo;
* Uma colher de chá de essência de baunilha;
* Um ovo;
* 80ml de leite;
* 145g de frutos vermelhos descongelados;

* 100g de açúcar mascavado;
* 40g de farinha;
* 55g de manteiga bem fria;
* Uma colher de chá e meia de canela em pó.

Confecção:

* Juntar a farinha, o açúcar, o sal e o fermento;

* À parte misturar o óleo, o ovo, a essência de baunilha e o leite;

* Misturar os ingredientes líquidos com a farinha e mexer suavemente apenas até os ingredientes ficarem ligados;

* Juntar os frutos vermelhos e envolver;

* Para o crumble juntar o açúcar mascavado, a farinha, a manteiga e a canela e misturar com um garfo ou com a mão;

* Colocar a mistura em forminhas para muffins e cobrir com o crumble;

* Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante vinte minutos.



Tenham uma óptima semana :D

21 comentários:

  1. Minha querida... ainda bem que não resististe a fazer estas pequenas maravilhas e em partilhar connosco! Olha.. eu já comia um docinho! ;)
    Beijinhos, uma boa semana!

    ResponderEliminar
  2. É mesmo complicado resistir ... Esses muffins tão lindos e perfeitinhos ... e ainda por cima com crumble ... Joana , ninguém aguenta!!!! :D

    Beijocas bem doces e boa semana!

    ResponderEliminar
  3. Que delicia.
    Adoro frutos vermelhos e os muffins ficaram muito bonitos.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  4. Muito fofos, parecem deliciosos!!!

    Beijinhos e uma ótima semana, Pri
    http://receitaesperta.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Que delícia!Estava a ver as fotos e a pensar nas diferentes texturas desses muffins, crocante por fora e fofo por dentro... Devem ser divinais!
    Foste a vencedora do giveaway do meu blog!! Muitos Parabéns mais uma vez :) Depois quero ver as receitas que vais fazer do livrinho :) Já te mandei um email.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Adoro doces e bolos com crumble! Fica delicioso!

    ResponderEliminar
  7. Parecem autênticos cogumelos pomposos e doces! :)
    E sobre mim só te posso dizer que não consigo resistir nem ao docinho, nem à sua confecção. A verdade é que tenho de olhar o teu caminho e seguir um parecido! Vamos ver!

    **
    Aida

    ResponderEliminar
  8. Qual é a tua opiniao sobre genericos? Achas que sao menos aconselhaveis do que os outros medicamentos?aconselhas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito sinceramente depende do fármaco e da marca de genérico. Há marcas de genéricos mais 'confiáveis' do que outras, até porque um medicamento genérico por lei não precisa obrigatoriamente de ter a mesma dose, desde que tenha 'mais ou menos' a mesma biodisponibilidade. É precisamente neste 'mais ou menos' que está a diferença.

      Tudo depende da situação. É óbvio que tomar um paracetamol genérico (Ben-u-ron não genérico) não trará desvantagens, mas sei que há, por exemplo, fármacos para baixar o colesterol (estatinas) nos quais os médicos preferem recomendar o fármaco inicial em oposição ao genérico.

      A minha opinião é a seguinte: quem não tem dinheiro para comprar o fármaco A ou B deve optar pelo genérico em oposição a ficar sem medicação. Para quem pode pagar o fármaco não genérico a opção deve ser dada ao doente, com o médico a dar a sua opinião baseada na experiência que tem de casos anteriores. Pessoalmente acho que na maioria das situações as pessoas optam por comprar o fármaco mais caro (se o puderem fazer, claro) porque associam sempre o mais caro a ser 'melhor' ou 'mais eficaz'. Mas há genéricos muito confiáveis, é simplesmente uma questão do médico conseguir (e saber) informar devidamente as pessoas sobre se esse é ou não o caso.

      Hoje em dia a questão dos genéricos está completamente nas mãos do doente: o médico passa a receita por princípio activo, e raros são os médicos que trancam a receita e não permitem que seja passado um genérico. Deve ser o doente a questionar o médico sobre as opções que tem disponíveis, ou em alternativa se o doente confiar no farmacêutico pode também perguntar-lhe.

      No meu caso pessoal (porque também já estive várias vezes no lugar de doente!) posso dizer-te que faço assim: antibióticos prefiro sempre a marca original, com a dose original. Nos medicamentos restantes (analgésicos, anti-inflamatórios, etc) não vejo qualquer problema em experimentar o genérico!

      Espero ter ajudado! :)

      Eliminar
  9. Que bom aspecto, adoro frutos vermelhos e com o crumble devem ficar ainda mais deliciosos

    ResponderEliminar
  10. Ficaram tão lindos, alias oe teus muffins deixam-me sempre com agua na boca.
    Estes com frutos vermelhos estão mesmo ao meu gosto.
    Boa semana
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Eu acho que não te deves privar de comer estes docinhos! :)

    São sempre fantásticos os teus muffins, e sempre são feitos em casa, não é assim tão mau! ;)

    Estes ficaram lindos!*

    ResponderEliminar
  12. Lindos estes muffins... e as forminhas também!:)
    E, já agora, gostei muito de ler a tua opinião sobre os genéricos, que encontrei nos comentários. Finalmente fiquei esclarecida, coisa que as minhas amigas médicas, até agora, não tinham conseguido fazer. Obrigada pela informação.

    Boa semana!*
    Olivia

    ResponderEliminar
  13. Que bonitos!!!!Estão de dar água na boca...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  14. mais vale o vício de os fazer do que de os comer ;)

    ResponderEliminar
  15. Acho que é um vício mais saudável para ti e delicioso para quem está à tua volta! ;) Estes eram bem-vindos, adoro essa acidez dos frutos vermelhos que referes, em contraste com o doce da massa.

    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar
  16. Olá Joana,
    és uma lutadora sem dúvida que o és, foram bastantes quilos perdidos e muita luta contra os doces, estás mesmo de parabéns.
    Como eu te entendo em relação aos muffins e ando com tantas saudades e os fazer mas não tenho grande tempo, estes teus deixaram-me com saudades de meter a mão na massa e dixaram-me de olhos em bico ao ver o seu interior são tão gulosos Joana, gostei muito.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Joaninha minha querida, saudades de vc!
    Teus muffins estão lindos e pela receita deliciosos!

    Bjs, ótima semana!

    ResponderEliminar
  18. Joaninha,
    Curiosamente nunca fui boa "boleira nem doceira"...mas sempre fui excelente em desviar as minha emoções para a comida. Os vícios não acabam, mas substituem-se :)

    Enviei-te mensagem via fb...just to know about you.

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  19. Eu sou uma viciada em doces ainda a tentar a minha remissão.. fazendo versões mais saudáveis e igualmente deliciosas...
    Mas digo desde já que não conseguiria resistir a estes pecados!

    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Achas que era abuso da minha parte eu cravar-te 2 ou 3 muffins para o lanche?
    Parece-me tão bem!!!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />