12 de agosto de 2019

Pregnancy Diary #36

Quando comecei a ter aulas de canto tive ali umas divergências artísticas com a minha professora: eu só queria cantar cenas revoltadas como a Pushing Me Away dos Linkin Park, a You Oughta Know da Alanis Morissette ou a Big In Japan dos Guano Apes (e mesmo quando passei para o reportório lírico entrei logo a pés juntos com a Lacrimosa do Requiem do Mozart) e a minha professora de canto dizia que eu tinha um estilo muito querido, e por isso adorava dar-me o que ela chamava de temas 'delicodoces', como a Somewhere Over The Rainbow da Judy Garland, a La Vie En Rose da Edith Piaf... E a Gabriela da Gal Costa.

Era a música que estava a cantar durante as aulas quando engravidei do Matias, e ficou desde logo decidido que se fosse menina ia chamar-se Gabriela. Não sei, há qualquer coisa na música, uma leveza, uma espontaneidade com a qual eu me identifico. Não consigo explicar, mas o Pedro também sente isto, e soubemos ali que aquele era O nome.

Quando soubemos que desta vez a bebé era menina foi automático: era a Gabriela. Mas depois surgiram as dúvidas.



Eu só gosto daquilo a que o Pedro chama carinhosamente 'nomes à foda-se', que eu presumo que queira dizer nomes hipster-betos. Para mim nome do top vinte de popularidade está automaticamente excluído, bem como nomes de miúdos da minha consulta que me marcaram, nomes que levantam dúvidas na forma como se escrevem ou nomes que não sejam betos. Eu sei que isto soa muito snob e admito isso: sou uma snob dos nomes. Mas gosto do facto de Matias ser um nome 'beto'.

Ora, Gabriela não é um nome beto. As nossas outras opções em conjunto eram bem mais betas (Luísa, Isabel e Rosa, por aí fora). Quando comecei a dizer às pessoas o nome via mais caras franzidas do que admiração. Mas mais uma vez, nós sentíamos que Gabriela era O nome. Nós sabíamos que Gabriela era O nome.

O resto foram dúvidas existenciais. Decidir um segundo nome e perceber que ficavam todos horríveis. Fazer as pazes com o facto de termos um filho com segundo nome e uma filha sem segundo nome. Convencer o Matias que a mana não se ia chamar Maria Teresa. Aceitar que às vezes o nosso coração diz coisas que o nosso cérebro não compreende, e que só nos resta confiar na nossa intuição.

E esperar pela nossa Gabi.


Quando eu vim para esse mundo, eu não atinava em nada.
Hoje eu sou Gabriela, Gabriela ê meus camarada.
Eu nasci assim, eu cresci assim, e sou mesmo assim,
Vou ser sempre assim: Gabriela, sempre Gabriela.

Quem me batizou, quem me nomeou,
Pouco me importou, é assim que eu sou: Gabriela, sempre Gabriela.

Eu sou sempre igual, não desejo o mal,
Amo o natural, etc e tal: Gabriela, sempre Gabriela.

42 comentários:

  1. Joana, ainda há uns dias comentei no Nomes e Mais Nomes sobre a escolha dos nomes e referi como gosto dos nomes que vocês escolheram para os vossos filhos. Adoro Matias e adoro Gabriela.
    Aliás, o nome que tínhamos definido para menina era precisamente Gabriela. Mas quando engravidei da minha filha, não entendo até hoje o que se passou. Parecia que o nome tinha deixado de fazer sentido, de repente aquele nome que eu tanto adorava e queria para a minha filha já não soava como O nome. E só me ocorria Maria Joana e assim ficou, só esse fazia sentido.
    Continuo a adorar Gabriela e está no primeiro lugar de qualquer lista de nomes se algum dia pensar em engravidar de novo. Isto tudo para dizer que adoro o nome que escolheram 😍
    Vá lá, também sou um bocadinho viciada em nomes e por isso digo, façam lá as pazes com o facto de terem um filho com dois nomes e uma filha com um só nome. Gabriela é perfeito assim, só por si, sempre e simplesmente Gabriela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na verdade eu nunca fui muito adepta de miúdos com dois nomes, com o Matias foi o Pedro que fez questão (e também achámos que Matias Macieira ficava pouco fluido). Mas já fiz as pazes com isso, até porque não há mesmo nenhum segundo nome que gostemos ambos :) E sim, às vezes os nomes deixam de nos fazer sentido. Sempre disse que o nosso segundo filho seria claramente Benjamim, mas quando engravidei desta vez deixou de nos fazer sentido ser Benjamim :)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Não gosto muito de nomes de uma só sílaba, parece que falta ali qualquer coisa... Tivemos esse problema no Matias quando pensámos em Gil. O único segundo nome que eu gosto com Gabriela é Jasmim (mas eu adoro o nome Jasmim!), mas toda a gente acha pavoroso (Pedro incluído) :P

      Eliminar
    2. Pois era. Snif. Uma incompreendida, é o que eu sou.

      Eliminar
    3. engraçado! não gostei de Gabriela Jasmim (desculpa Joana).... mas gostei de Gabriela Yasmim (acabei de ver aqui -> http://oblogdosnomes.blogspot.com/2017/07/compostos-com-gabriela.html)

      Eliminar
    4. Não gosto de Yasmim :P Tem de ser beto, eu sou muito snob dos nomes :D

      Eliminar
  3. Adorooo o nome Gabriela. Acho forte, mas doce e delicado ao mesmo tempo.
    Acho q quando escolhemos o tal depois é muito difícil mudar pq já vemos a bebé com aquele nome. Fizeram uma óptima escolha! :)

    ResponderEliminar
  4. e Gabriela é um nome lindíssimo! :D

    ResponderEliminar
  5. A Beatriz não tem segundo nome, eu odeio o meu segundo nome, o Ricardo não morre de amores pelo dele... Muita gente que conheço também não gosta dos segundos nomes. Acho uma boa decisão não dar um segundo nomea ahahha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós temos a experiência contrária :D Todos os meus amigos tratam-me pelo segundo nome (Francisca), e o Pedro precisou do dele para conseguir inscrever-se na ordem (porque Pedro Rodrigues é um nome super frequente e os outros apelidos dele já estavam todos registados!). Gosto imenso do segundo nome que demos ao Matias e gostava de fazer o mesmo pela Gabriela, mas não podemos ter sempre o que queremos :D

      Eliminar
  6. E nada como confiar na intuição! Que venha a Gabriela :)

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho uma filha chamada Maria Marques Moura. Agora que penso mais nisso... parece-me estranho. :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é estranho porque é Mâria Márques :D A mim parecia estranho o Mâtias Mâcieira :P

      Eliminar
  8. Gabriela é um nome muito bonito e já podes ir imaginando o dia em que lhe explicares por que é que o nome dela é tão especial! <3

    ResponderEliminar
  9. Daqui uma Camila Gabriela (yup...), filha de uma Maria Gabriela! :D O meu não foi decidido de comum acordo, foi iniciativa e surpresa do pai quando registou.
    Conheço várias Gabrielas, todas mulheres de fibra. Tudo de bom para Vós!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós por acaso conhecemos poucas, mas as que conhecemos são bem fixes :D

      Eliminar
  10. Parabéns!! A vossa opinião é que conta, mas tenho de dizer que gosto de Gabriela :)
    Beijinhos
    Filomena

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gosto muito de Filomena :D Aí está um nome que poderíamos perfeitamente ter ponderado :D

      Obrigada :D

      Eliminar
  11. Gabriela Mercês?...
    Gabriela Luana? Luna?
    Gabriela Niola? Nôa?
    Gabriela Luzia? Luz?
    Espero que encontrem o que procuram, ainda vão encontrar um consenso😉
    Cumprimentos,
    Ariana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gabriela Luz foi uma hipótese, mas não gostamos mesmo de nada. Acho que vai ficar só Gabriela :P

      Eliminar
  12. Gabriela Nuria... Gabriela Mara... Gabriela Jade... Gabriela Rita...
    Ainda são tantas as hipóteses 😉

    ResponderEliminar
  13. Gosto de Gabriela e acho que nao necessita de segundo nome. E ao que parece eu tenho dois nomes betos ahahah
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Eu gosto muito de Gabriela :) e aplaudo a opção de não lhe darem segundo nome! Não vejo nenhum que fique bem com esse nome. Desculpa, mas nem Jasmim :P O meu Leonardo também tem segundo nome e a Alice não, porque não encontrava nenhum que se conjugasse ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso também não estou a ver nenhum segundo nome que fique bem com Alice. Pronto olha, é a vida :P Melhor do que condená-la a ter uma combinação duvidosa ou assim :P

      Eliminar
  15. Olá Joana,

    eu e o meu marido sempre estivemos de acordo que a miúda nunca teria segundo nome. Escolher e concordarmos com o primeiro nome foi bem mais difícil. Podes aproveitar que a Gabi não tem segundo nome para inventares um :D
    Por exemplo: quando minha filha faz asneiras chamo-a de "O. Maria" vem cá! e o pai chama-lhe "O. Josefa pára com isso", ou seja, oficialmente a miúda não tem segundo nome, mas dentro da família cada um atribui-lhe o nome que quer :D Nas férias chamei-lhe tantas vezes O. Maria que a bisavó pensava mesmo que a pequena se chamava O. Maria :D

    Gabriela é um nome lindo <3 único, antigo e a música que serviu de inspiração é fantástica. Adoro Gal Costa <3

    Beijinhos aos quatro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sempre tive aversão a segundos nomes, e achava que o Pedro também tinha. Mas quando tivemos o Matias ele disse-me que gostava mesmo, e por acaso acho que o miúdo tem um bom segundo nome :P Agora com a Gabriela não encontramos nenhum de que gostemos, olha, fica assim :P

      Eliminar
  16. Olá Joana, Muitos parabéns pela tua Gabriela!
    Eu sou mãe de uma Gabriela e digo-te não há miúda mais forte e determinada do que ela! Por aqui a escolha do nome não foi diretamente pela da música mas sim por causa do livro do Jorge Amado, o meu escritor favorito e Gabriela Cravo e Canela o meu livro preferido de sempre! E acredita, as Gabrielas são mesmo assim "Quando eu vim para esse mundo, eu não atinava em nada.
    Hoje eu sou Gabriela, Gabriela ê meus camarada.... Eu sou sempre igual, não desejo o mal, Amo o natural, etc e tal: Gabriela, sempre Gabriela."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quero! Para miúdos fortes e determinados já me basta o Matias, agora quero uma filha pacata e totó que faça tudo o que eu digo :P

      Eliminar
  17. Oooh Gabriela ❤️😍
    O M. não tem segundo nome.. e Se tivermos um segundo filho também não terá segundo nome. Eu acho super complicado conjugar dois nomes (excepto algumas excepções) e não acho de todo necessário. Gabriela é tão doce e forte ao mesmo tempo. Gosto tanto ❤️

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que há combinações bem giras. Mas também acho que há combinações muito arriscadas e que a fronteira é ténue :P

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />