22 de abril de 2018

On weekends we brunch!

Durante a semana, e enquanto está na creche, o Matias almoça às 11.30h. Assim sendo, vai fazer a sesta por volta das 12.30h e geralmente acorda por volta das 14.30h.

Durante o fim-de-semana tentamos ao máximo manter estes horários (até porque não temos grande hipótese, por volta das 13h já ninguém o atura!), e por isso tornou-se muito complicado a nível logístico almoçar fora. Ora, como o Matias vai dormir por volta das 19.30h, ir jantar fora também é um filme de terror.

Vai daí, arranjámos uma alternativa bestial: o brunch.

Eu sei que passei anos a maldizer o brunch, mas nos últimos tempos confesso que nos rendemos completamente ao conceito. Aos fins-de-semana o Mati acorda (por volta das 8.30h), come o pequeno-almoço, brinca um bocadinho e depois à hora do almoço dele vamos todos ao brunch :D Depois é só comer comer comer comer, chegar a casa e deitá-lo a uma hora bem decente (e muitas vezes ir dormir a sesta também!) :D

Pensei que poderia ser útil mostrar-vos três dos sítios onde fomos ultimamente, até porque assim também trocamos sugestões! :) Aqui vão:




Fomos em 2016, escrevi sobre isso há uns meses. Não ficámos muito fãs, mas é inegável que é uma experiência gira para ter uma vez na vida. Na altura o Matias tinha seis meses por isso não comeu grande coisa (experimentou a sopa e a manga), mas agora provavelmente já ia andar a limpar tudo :) Até lá estavam bastantes famílias, mas todas com um registo bem menos barraqueiro do que nós (que rimos alto, o Matias corre de um lado para o outro, mete-se com toda a gente, etc), por isso para ser muito sincera não sei se hoje em dia me sentiria bem num ambiente tão fancy com um filho bem menos controlável do que naquela altura :)

Fofura da mami :D

Escrevi sobre ele em Março. Inicialmente quando chegámos não havia mesas disponíveis, e como o espaço é pequeno o responsável ficou com o meu número de telemóvel e nós fomos dar uma volta à praia durante meia hora. Pagámos 12.90€ por pessoa (o Matias não pagou, claro) e tivemos direito a sumo natural, iogurte com granola, fruta, croissant, pão, fiambre, queijo, manteiga e compota, ovos mexidos, uma tosta salgada (a minha parte preferida!), uma fatia de bolo e uma bebida quente. Até agora foi o meu brunch preferido. Os funcionários eram super simpáticos, connosco e com o Matias (e já se sabe que, como diz o ditado, quem meus filhos beija minha boca adoça), a comida era divinal e caseirinha (ainda hoje sonho com aquela tosta!) e o espaço é muito simpático. O Matias comeu uma sopa e depois andou a petiscar da nossa comida e gostou de tudo :)


Tosta de brie, presunto, rúcula, cogumelos, mel e nozes :D





Brunch no Wish

Tem a vantagem de ser no Lx Factory, sempre um sítio agradável para visitar com miúdos :D Também estava cheio, mas as funcionárias disseram logo que como tínhamos um bebé tínhamos prioridade (o que, diga-se de passagem, não acontece em quase lado nenhum e foi um GRANDE ponto a favor). Não esperámos nem dois minutos. Por outro lado, achei o atendimento em si mais 'desapegado', o que é talvez fruto de ser um sítio 'da moda', com montes de turistas e com imensa gente à espera. Não foi antipático nem nada que se pareça, mas também não nos sentimos propriamente em casa. Dito isto, eu pedi um menu com pão, croissant, sumo natural, iogurte, granola, fruta, tarte, ovos Benedict, queijo, manteiga e compota e o Pedro pediu um semelhante mas com enchidos em vez da tarte. Algumas das coisas eram divinais (os croissants eram óptimos, os enchidos também, a granola era deliciosa), outras não (não gostei do sumo, o recheio da tarte era líquido e escorria por todo o lado). No fim pagámos uns 15 ou 16 euros por pessoa, o que não é brilhante para a quantidade de comida que é (depois ainda tínhamos fome, por isso fomos à Landeau comer bolo de chocolate). Dito isto, o Matias comeu de tudo e gostou de tudo. O espaço é relativamente apertado para crianças mais energéticas, mas não sentimos isso como um problema de maior.





Brunch no Heim

Mais uma fila interminável à porta. Já estávamos prestes a desistir, mas tivemos a sorte de o grupo antes de nós ter desistido (eram seis pessoas) e só esperámos uns dez minutos. Por outro lado, fiquei com a nítida sensação que não nos teriam dado prioridade por termos um bebé. Mais uma vez achei o atendimento muito no registo 'toma a comida'. Também aqui havia imensa gente para um espaço relativamente pequeno, por isso as empregadas não pareciam ter grande tempo para muitas simpatias. Dito isto, a comida chegou bastante depressa e estava muito boa. Pedimos todos o menu com ovos mexidos, bacon, abacate (cogumelos para mim e para a Joana), salada, fruta, iogurte, panquecas com banana e limonada e pagámos 13€ por pessoa, fora os cappuccinos. Os ovos mexidos estavam óptimos, os cogumelos também (o Matias gostou tanto que comeu os meus quase todos) e o bacon estava mesmo no ponto. A salada tinha um molho delicioso, as panquecas eram bastante boas e a limonada não era nada de especial. Foi o brunch que o Bernardo e a Joana mais gostaram até agora, mas eu continuo a preferir a BOM BOM. O Matias entupiu-se de comida e pareceu gostar de tudo. Nós estávamos com alguma pressa, mas também não é um espaço que convide a estadias muito demoradas. Fiquei com vontade de voltar durante a semana, num registo mais tranquilo.






E pronto, vou continuar a actualizar a lista quando conhecermos novos sítios :D

2 comentários:

  1. Nunca experimentei... Belas fotos.

    Beijinhos,
    Clarinha
    https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2018/04/raia-frita-com-salada-de-batata.html

    ResponderEliminar
  2. Nunca experimentei,.....adorei as fotos,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />