8 de junho de 2016

Coisas inúteis que levei para a maternidade.

Antes de mais, o meu enooorme agradecimento por terem partilhado comigo as vossas histórias na publicação da amamentação. Gostava de vos dizer que me sinto melhor por saber que isto não aconteceu só comigo, mas na verdade não sinto. Por outro lado, sinto-me decididamente menos sozinha. Já é qualquer coisa :)

(No Sábado passado arrumei finalmente os discos de amamentação, as conchas, os mamilos de silicone e a bomba. Dei oficialmente início ao processo de luto. Só falta mesmo o gin!) :)

Entretanto, depois de vos ter falado das coisas inúteis que comprei durante a gravidez e continuando a temática 'publicações-para-a-Joana-do-futuro-ler-numa-próxima-gravidez', hoje decidi fazer uma lista das coisas inúteis que levei para a maternidade. Usei a lista que vos tinha mostrado aqui. Aqui vai :)



Para mim:

* Três pijamas ou camisas de dormir - Como estive internada durante 48h só usei duas camisas de dormir, mas levar três parece-me uma boa ideia na mesma.
* Roupão fino - Uma inutilidade completa. Nunca o usei.
* Dois soutiens de amamentação - Não usei nenhum deles. Ficava muito mais confortável sem soutien.
* Cinta pós-parto - Um grande beijinho à Joana do passado por ter sido inocente ao ponto de achar que ia conseguir (ou querer) vestir uma cinta com um braço partido e um períneo em obras.
* Chinelos de quarto - Úteis.
* Chinelos de duche - Úteis.
* Duas toalhas de banho - Levei duas toalhas grandes e uma pequena. Usei-as a todas.
* Saco para a roupa suja - Útil.
* Creme dos mamilos - Eu não usei porque durante a minha breve incursão pela amamentação os meus mamilos ficaram porreirinhos. Mas a senhora ao meu lado foi aconselhada a colocar, por exemplo. No futuro não levaria, se fosse necessário pedia ao Pedro para levar :)
* Discos absorventes - Não usei. Também levei as conchas e não as usei.
* Compressas térmicas para o peito e a pipi - As enfermeiras davam, por isso não usei as minhas.
* Pensos higiénicos grandes - Eles tinham no hospital.
* Seis cuecas descartáveis - Levei algumas, mas gostei mais do sistema 'cueca mais penso' (tipo fralda, vá).
* Caderno e caneta - Fartei-me de escrever :) Logo no primeiro dia escrevi tudinho sobre o parto, para que as hormonas não me fizessem esquecer nada depois :D
* Álcool gel para as visitas - Onde é que eu estava com a cabeça? A sério?
* Escova dos dentes e pasta dos dentes, escova do cabelo, champô, amaciador e gel de banho, desodorizante, perfume e baton hidratante - Só não usei o perfume (fazia-me confusão colocar e depois encostar a minha coisinha fofa a mim) e o baton (não precisei).
* Boletim da grávida e exames - Sempre importante.
* Máquina fotográfica - Muito útil!
* Carregador da máquina fotográfica - Não precisei.
* Secador de cabelo - Não havia fichas na casa-de-banho e não quis secar o cabelo no quarto por causa das outras mamãs, por isso fui com o trambolho atrás para nada :)
* Carregador do telemóvel - Útil.
* A roupa para sair encarreguei o Pedro de levar depois - Foi boa ideia.

Para o bebé:

* Uma mala à parte com a primeira roupinha (body, calça, babygrow, meias, sapatinhos, gorro, casaco, fralda de pano e manta) - Só vestiu o body, o babygrow e o gorro :)
* Cinco mudas de roupa completas - Só vesti duas e creio que para a próxima três chegam.
* Três fraldas de tecido - Só usei duas, mas três parecem-me bem.
* Três mantinhas tricotadas pela bisavó - Só usei uma delas, três são decididamente demasiadas.
* Três babetes - Não usei.
* Duas toalhas de banho - O Matias só tomou um banho no hospital, por isso só usei uma.
* 25 fraldas descartáveis - No hospital forneciam, e 25 é decididamente um número excessivo. Nos dois dias em que lá estive devo ter gastado umas oito fraldas!
* Toalhitas - Útil!
* Creme do rabinho - Não usei.
* Champô e gel de banho - Só usámos o gel de banho.
* Creme hidratante - Não usei.
* Escova de cabelo - Útil.
* Tesoura de pontas redondas - Muito útil porque o miúdo nasceu com as unhas enormes!
* Álcool a 70% - Devia achar que ia ter o bebé no Congo ou assim, é óbvio que eles tinham álcool no hospital!
* Compressas esterilizadas - Idem!
* Soro fisiológico - Idem!
* Uma chucha e uma corrente de chucha - Nem lhe cheguei a dar a chucha no hospital porque não é recomendado durante as primeiras duas a três semanas de vida. Por outro lado, depois disso o Mati também não pegou na chucha.
* Saco para a roupa suja - Útil.

E pronto, é isto. Para a próxima já vou para o hospital muito mais levezinha :D

12 comentários:

  1. Olha, assim já tenho uma lista :)
    (da tua corrigida acho que só vou tirar a máquina fotográfica, porque tenho a certeza de que vou tirar fotografias só com o telemóvel, e devo ter de levar um roupão para não escandalizar a minha mãe. Mas duvido que o use, se não uso nunca noutras circunstâncias...)
    (levar um livro é muito optimista, não é?)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem sabia para onde me virar, entre tirar fotos com a máquina e com o telemóvel :P Mas teve mesmo que ser, o meu telemóvel é péssimo :P

      Não acho que levar um livro seja assim tão optimista. Depende do teu bebé e dos horários das visitas. O Matias era sossegado e eu só tinha visitas das 13 às 14.30 (o Pedro) e das 17 às 20.30 (o Pedro e a família), por isso tinha algum tempo livre. Normalmente dormia umas sonecas e conversava com malta pelo what's app :)

      Eliminar
  2. Post muito útil para quem, como eu, anda a procrastinar... 34 semanas e ainda me falta fazer a minha mala =S
    Já agora: qual o feedback que tens do uso de cinta pós parto?

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda só a usei duas vezes :P Em casa tentei colocá-la uns quatro dias depois do parto, mas parecia que o meu períneo ia explodir. Na Segunda-feira usei-a para vestir um vestido e andei umas 2h com ela. Senti-me bem, mas não é propriamente confortável. Vou usá-la para caber em algumas roupas, mas acho que não vou usá-la por rotina (até porque sinceramente a minha barriga não está muito má. Estou é balofa ainda!) :P

      Eliminar
    2. Obrigada! Tanto a minha mãe (que foi mãe pela última vez há mais de 20 anos) como uma amiga que teve um bebé há pouco tempo recomendam o uso de cinta. Já a maioria dos profissionais de saúde desaconselham... Acho que vou fazer como tu e ir usando (até porque supostamente tenho mega cólon e acredito que com a dilatação da zona abdominal os meus intestinos podem achar boa ideia ficar "à vontadinha").

      Beijinhos!

      Eliminar
  3. Eu nao levei nada q nao tenha usado porque o Dario fez as malas e como é homem seguiu a Risca a lista do Hospital e mesmo assim nem tudo foi usado.

    Deixei ele fazer porque Pelo q me conheco teria levado o dobro do q era necessario ja a pensar em imprevistos.

    ResponderEliminar
  4. Nada como viver para aprender não é ? :) Devia ter escrito algo assim para me lembrar para uma próxima! :)

    ResponderEliminar
  5. Vou guardar esta lista para me auxiliar quando tiver de fazer a minha mala da maternidade. Vai ser muito útil :) Espero não me esquecer de nada.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  6. Joana,o robe faz falta,eu tive que ir mudar o penso à enfermaria(cesariana)no Santa Maria e o meu quarto não era perto,portanto como sabes os corredores dos hospitais não são vazios de pessoas,é muito embaraçoso.

    ResponderEliminar
  7. ahahah

    Eu rio-me (quando for comigo, não sei se me rio), porque realmente parece tudo muito exagero. 25 fraldas? Champô de bebé? és um máximo!!

    ResponderEliminar
  8. Eu levei 20 fraldas e mesmo assim o meu marido teve de ir buscar mais. Não entendo como é que gastaram tão poucas. :P A seguir a cada refeição eu trocava a fralda como me tinham ensinado, e mesmo que não o quisesse fazer, a pequena era (e é) um pequeno produtor de adubo que raramente deixava escapar uma refeição sem sujar a fralda. Como comia de 3h em 3h (e numa das noites na maternidade foi de 2h em 2h, a pestinha), cada fralda durava 3h. Ou seja, ao fim dos 3 dias de internamento onde é que já iam as 20 fraldas. :P

    Eu não tinha especificado na minha lista o número de fraldas mas via a lista de amigas minhas e era esse o número que as maternidades delas pediam. :)

    A quantidade de roupa de bebé dependerá sempre se é um bebé que bolsa facilmente, se há acidentes com as fraldas...:)

    O meu conselho é levar pouca coisa para a maternidade mas deixar em casa conjuntos já prontos, um saco com mais fraldas, o secador, pensos pós-parto para pedir ao pai que leve caso necessário. :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />