13 de abril de 2016

Pregnancy Diary #113

Lembram-se da publicação 'o meu filho pode escolher o clube que lhe apetecer'? Pois... Ham... Ups?

(E nem vamos falar do facto de eu ser - supostamente - portista e ter um cachecol do Sporting. Acho que está na altura de me assumir de vez como sportinguista.)



Em minha defesa, o cachecol de criança é bem giro :) Se o miúdo depois se tornar adepto de outro clube acho que fico eu com ele :D

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Não sei se é o melhor... Mas parece ser o que manda cá em casa :P

      Eliminar
  2. Olha que nem todos podem ser do Sporting!!! Se somos sportinguistas então somos especiais!!
    Tenho 2 em casa (10 anos e 5 anos).. nunca viram o SCP ganhar um campeonato.. mas o mais velho só diz: "Mãe.. ser do SCP é algo que se sente no coração" :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que giro :D Olha, pode ser que seja este ano! Ainda há esperança :)

      Eliminar
  3. Sou da opinião que o vermelho fica sempre melhor... :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda pensei em como isso seria giro, termos uma pessoa de cada clube cá em casa :) Assim podíamos ir aos jogos todos à vez :) Mas olha, isso não colou com o senhor sportinguista :P

      Eliminar
  4. Olá Joana!
    cá em casa cada um é do que quer. E cada fez as suas escolhas. É claro, que há influências importantes para as crianças e elas têm alguma tendência para as seguirem (tipo avós, pais, tios mas até padrastos) :)
    Quando me juntei com o João, em 2004, a Rita tinha 4 anitos e era benfiquista convicta. Tem família benfiquista e sportinguista. No núcleo duro cá de casa, eramos 2 benfiquistas e 3 sportinguistas. O João (meu marido e padrasto da Rita) andou sempre a tentar convencê-la a mudar sempre na brincadeira mas o que é certo é que ela cada vez mais gostava de torcer pelo sporting e interessava-se por saber quem eram os jogadores, as táticas, etc (ela sempre gostou de jogar à bola).
    Um dia disse-me eu sou do sporting e olhou para mim à espera da minha reação. E, eu disse-lhe: Ritocas, tu é do clube que quiseres. A mãe continua s ser do Benfica mas tu serás sempre do clube que gostares e para mim isso é o mais importante, a tua escolha.
    E assim ficou, eu a única cá em casa a torcer pelo vermelho de forma salutar (e continuarei)e mais 4 sportinguistas. Um padrasto que ela adora e que ficou radiante, os irmãos felizes e eu a vermelhinha cá de casa que eles adoram picar (mas com bons modos...hehehe!)
    Já me alonguei na escrita mas os teus texto deixam sempre vontade de escrever.
    Beijinhos.
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso aconteceu foi comigo. Em minha casa a malta é portista (pouco convicta, mas portista) e eu sempre fui uma portista desligada. Ficava contente quando o Porto ganhava e triste quando perdia, mas nada de extraordinário. Só fui a uns três jogos em toda a minha vida.

      Mantive-me portista até há relativamente pouco tempo, quando percebi que conheço pouquíssimos jogadores do Porto, não sei com quem o Porto vai jogar ou quando e não ligo aos resultados. Mas, por outro lado, sei o nome de todos os jogadores do Sporting (inclusivamente do Futsal), vejo os jogos todos com o Pedro (inclusivamente do Futsal) e estou bastante informada sobre o tema. Lá está, acho que me tornei sportinguista.

      Não é a minha ideia impingir nada ao nosso filhote, mas por outro lado quero envolvê-lo nesta nossa dinâmica. Se ele não gostar, muda de clube e nós vamos com ele na mesma :D Se ele nem sequer gostar de futebol, fazemos outras coisas em conjunto :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />