11 de abril de 2016

Pregnancy Diary #111

Porque devia parar de cuspir para o ar:

A.G. (antes da gravidez): Baby shower? Que coisa fatela.
D.G. (durante a gravidez): Baby shower? Queroooooo!

A.G.: Não gosto nada de fazer compras!
D.G.: Meu Deus, já tenho tanta roupa de bebé... Bem, e se comprar só mais esta roupinha no tamanho de um ano?

A.G.: Sessão fotográfica de grávida? Nem pensar, aposto que vou parecer uma baleia!
D.G: Sessão fotográfica de grávida? Bem, pelo menos pareço uma baleia feliz :D

A.G.: Vou tirar fotos da minha barriga todas as semanas, como vi no Pinterest!
D.G.: Vou tirar fotos de mês a mês porque não me apetece vestir calças hoje!

A.G.: Vou acalmar esta vontade louca de viajar.
D.G.: Vamos marcar uma viagem para Agosto e outra para Setembro!

A.G.: Vou ter mais cuidado comigo.
D.G.: Bem, as cortinas não se montam sozinhas! É só subir ao escadote num instantinho e já está!

A.G.: Não quero cá toques nenhuns (o stripping das membranas). É doloroso e só serve para adiantar o início do trabalho de parto.
D.G: É doloroso? Que se lixe! Serve para adiantar o início do trabalho de parto! Onde é que me inscrevo?

10 comentários:

  1. ahahahah Ainda vais acrescentar muito mais pontos aí?

    Começam assim: "O meu filho nunca vai fazer isso..."

    ResponderEliminar
  2. Eu cá nunca mudei de ideias em relação ao toque maldoso. O meu namorado levou 9 meses comigo a dizer que morria de medo dos toques e ainda o avisava "nunca deixes que me façam aquilo! Tens que me defender!". Como se o pobre coitado pudesse fazer alguma coisa :p No dia antes da indução, a obstetra voltou a perguntar "tem a certeza? É preferível isto a uma indução!". Pois que tive um parto santo, santo... Induzido!

    A pior recordação que tenho do dia do parto foi estar na WC enquanto a médica fazia o toque à minha colega de quarto (eu seria a próxima "vítima") e a rapariga começa aos gritos como se a estivessem a matar. Eu nunca me tinha visto assim mas saí da casa-de-banho literalmente a tremer de medo. Mas lá está, depois nem me doeu praticamente nada.

    Tive todos os teus pensamentos A.G. (à excepção do viajar) que nunca passaram a D.G. Depois de ele nascer é que já foi abaixo uma série de teorias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que depende das pessoas. Há quem diga que é horrível, há quem diga que não custa assim tanto... Enfim, depende. O que tiver de ser é :)

      Eliminar
  3. Comigo acho q sera mais no "O meu filho nunca vai..."

    Tenho ate medo. Hahahahah

    ResponderEliminar
  4. Ahahah, nunca estive grávida... mas acredito que deve acontecer a quase toda a gente!! :P

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />