16 de março de 2016

Pregnancy Diary #94

Lembram-se da publicação 'ter amigos médicos que mandam bitaites insensíveis sobre a gravidez é chato'?

Hoje fui fazer a ecografia do terceiro trimestre. Esperei três horas e a ecografia durou cinco minutos, só para esclarecer a malta que diz que não sei do que estou a falar quando escrevo que o serviço nacional de saúde continua a ser muito bom porque de certeza que sou tratada de forma diferente por ser médica (e continuo a reiterar que o nosso serviço nacional de saúde é óptimo).

Está tudo bem e o nosso filhote está um grandão bão. Mas a minha placenta está a começar a queixar-se um bocadinho, por isso o colega achou boa ideia esclarecer-me (como se 'placenta grau III' não fosse já óbvio o suficiente) dizendo:

'Pronto, este lado da placenta aqui está morto. O bebé não tira nada de lá. Já não serve para nada, percebe? Mas não se preocupe porque o bebé não morre de repente nem nada. É preciso é ir reavaliando para ver se o bebé continua a crescer, senão vai ter de sair mais cedo.'

Afinal há coisas mais chatas do que ter amigos médicos. Como ter médicos médicos :)

(Não é de todo caso para preocupações e é só preciso ir reavaliando. Está tudo controlado.) :)


17 comentários:

  1. "o bebé nao morre assim de repente nem nada XD"
    Credo.
    Joana, não ensinam os médicos na faculdade a "como falar com os pacientes"? Tipo, numa cadeira ou assim XD ou depende só da educação e do bom senso de cada uma?
    Fico feliz por estar tudo bem :) Que corra tudo bem até ao fim. Um grande beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora... Hammmm... Não? :P Vá, temos uma cadeira de psicologia no primeiro ano, mas é nitidamente escasso :P

      Eliminar
  2. Credo, esse senhor tem a sensibilidade de um ogre com dores de dentes.
    Ainda bem que tens sentido de humor. :P

    ResponderEliminar
  3. Às vezes os profissionais de saúde (não apenas os médicos) são uns "queriduchos".
    Quando sofri um aborto às 21 semanas, tive uma enfermeira que me disse "deixe lá, antes isso que uma doença"...

    ResponderEliminar
  4. Não percebo esta maneira de falar... é um médico a falar com uma grávida, com as hormonas todas alteradas... eu teria desmanchado a chorar... não havia necessidade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que ele assumiu que como eu era médica (viu no boletim da grávida) não ia fazer mal :/

      Eliminar
    2. desconfio que é mesmo insensibilidade...:(

      Eliminar
  5. wow, eu teria entrado em panico.

    M andaram-me para uma eco extra por ter a barriga muito pequena. Nao estava preocupada mas para eles, muito pequena ou muito grande e motivo de preocupacao. O baby esta optimo e no tamanho normal.

    Com a placenta grau III tens que fazer ecos mais frequentes?

    Bjos (Falta pouco ;))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu também está no tamanho normal, é altinho para a idade gestacional :)

      Tenho de fazer ecos mais frequentes para monitorizar o crescimento do bebé. Agora vão ser de duas em duas semanas ;)

      Beijinhos :)

      Eliminar
  6. Olá Joana!
    Realmente não é muito agradável. A sensibilidade também é importante quando falamos em medicina. Com isto não quero dizer que não se deva dizer o que se passa apenas ter em atenção à forma como se diz.
    Mas está quase!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo. Na altura acho que fiquei meia em choque, mas depois fiquei mesmo aborrecida e chateada :/

      Eliminar
  7. Passei pelo mesmo e ainda por cima com uma diminuição de líquido amniótico, além de uma grande inchaço nas pernas. Nas últimas semanas, a vigilância era semanal e eu sempre com receio que me dissessem que já não sairia do hospital naquele dia. Ainda por cima no espaço de uma semana ouvi um médico dizer-me que tinha um bebé grande, outro a dizer-me que o bebé estava demasiado pequeno e outro a dizer-me que tinha um tamanho absolutamente normal. Um dizia-me que o líquido estava a ser suficiente, outro dizia-me que o líquido era pouco e que as paredes da bolsa já se colavam ao bebé e o impediam de se mexer. Eu já nem sabia bem em quem acreditar. :)
    Mas tudo correu bem e tive uma menina às 40 semanas com 3.650 Kg, cheia de saúde. :)

    P.s. E porque acho que quando o parto corre bem é que deve ser partilhado: o meu correu muito bem após a epidural. :P Levei 4 pontos e levantei-me da maca pelo meu próprio pé. Nunca tive dores no pós-parto, andava, sentava-me e tomava banho como senão tivesse tido uma filha. :) Saber respirar e como fazer força ajudou muito e a fase da expulsão durou 6 minutos, se não me engano. :)
    Boa sorte e muita calma. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho a sorte do meu líquido estar bem, mas mesmo assim agora a vigilância é mais apertada. Vamos ver até quando me aguento :)

      Também já me chegaram a dizer que tinha pouco líquido ;) Depende da posição do bebé também, isto é tudo muito subjectivo :) Fico muito contente que tenha corrido tudo bem :)

      E obrigada pela partilha do parto :D Realmente sabe bem ler relatos felizes :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />