12 de janeiro de 2016

Pregnancy Diary #40

O meu maior medo em relação a ficar em casa até ao fim da gravidez era, sem sombra de dúvida, ficar aborrecida e estupidificada. Sem a adrenalina do trabalho, sem a hipótese de fazer actividade física moderada, com todos os meus amigos a trabalhar e com a minha família longe, como raios é que eu me ia entreter durante todo o dia?

Afinal, era só uma questão de estabelecer e cumprir rotinas. De manhã fico a pastelar, trato de algumas coisinhas simples em casa, leio as notícias e, em dias bons, vou à padaria ou cozinho. De tarde tento sempre ter uma razão para sair de casa: na semana passada fui ao dentista, ao banco, ao cabeleireiro, à oficina e ao Float In, esta semana também já tenho algumas voltinhas pequeninas para dar.

Ontem tinha combinado ir tomar um café metafórico com a Beatriz, uma amiga que encontrei graças ao blog e que ficou na minha vida. Combinámos encontrar-nos na esplanada do Altis Belém Hotel & Spa, o Bar 38º 41'. Estava uma tarde maravilhosa: o sol brilhava e aquecia-nos o coração e a alma. Soube mesmo bem :D

Limonadas :)



Vista para o Tejo

Tiramisú de goiabada? Mmmmmmmm tenho de experimentar isso :D


No fim a Beatriz foi para casa terminar a tese e eu comecei a caminhar na direcção do carro. No entanto, estava um fim de tarde tão delicioso que decidi ir para o 'nosso cantinho' ler mais um bocado :D




Prenda de aniversário do Bruno, que devorei em dois dias :D
Batido de morango :D
O nosso cantinho era um lugar onde eu e o Pedro íamos imensas vezes ver o pôr-do-sol no início do nosso namoro. Entretanto entrou em obras (aliás, ainda está em obras!) e nunca mais lá voltámos. Agora tem um café amoroso... E a mesma vista :)
Tantas vezes nos sentámos neste muro a namorar :D


Foi uma tarde mesmo bem passada :)

4 comentários:

  1. Olá Joana!
    Pelo que tenho lido tens andado ocupada q.b., mesmo estando em casa, sem aborrecimentos. É tão bom quando sentimos que a nossa vida é preenchida, temos algumas tarefas/ rotinas que criamos como obrigações ( e até estas podem "preencher-nos", trazerem-nos gozo na sua realização), mas também temos as de puro lazer. É tão bom sermos profissionalmente realizados, gostarmos do que diariamente fazemos mas é tão bom podermos ter a nossa vida pessoal a sorrir.
    E é isto que vejo em ti! Dois mundos que se complementam e te preenchem enquanto pessoa.
    Há sempre cantinhos especiais na nossa vida e é tão bom que eles existam, que os possamos recordar, revisitar e sentirmos o coração quentinho de tanta felicidades.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras tão carinhosas Ana :D É um facto que me sinto igualmente feliz a trabalhar ou em casa. São rotinas diferentes e dias diferentes, mas são igualmente bons :) É claro que quando estou a fazer coisas suspiro por descansar e enquanto estou a descansar quero é actividade, mas assim posso equilibrar tudo à minha maneira e ao meu ritmo :)

      Beijinhos :)

      Eliminar
  2. Foi uma tarde mesmo boa, com tanto sol e conversa! :D Soube maravilhas estar contigo e desligar um bocadinho da tese. E depois ainda conseguiste apanhar um pôr do sol bem bonito!
    Muitos beijinhos :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />