2 de dezembro de 2015

Crème brûlée (mesmo bom) :D

Ter um blog onde se publica diariamente é extremamente parecido com ter um trabalho, no sentido em que temos de escrever mesmo quando não nos apetece assim tanto fazê-lo. Há receitas para publicar e há leitores do outro lado que contam connosco, e de repente a fronteira entre o blog ser um passatempo e ser um trabalho começa a ficar mais ténue.





Há muito, muito tempo que me dedico a pensar nisto, e nunca encontrei propriamente uma solução ideal. Escrever todos os dias era uma prisão, principalmente em semanas com mais trabalho. Por outro lado, escrever menos vezes fazia com que as receitas se fossem acumulando na lista de espera.

Quando engravidei tive uma epifania curiosa: de repente, percebi que o problema era o blog ser uma coisa secundária na minha vida, mas dar-me tanto (ou mais!) trabalho do que algumas das minhas prioridades primárias. E reuni as minhas pessoas para um pequeno brainstorming.

Pensei em acabar com o blog. Achei sinceramente que ia fazê-lo. E depois, algo curioso aconteceu: a obrigação de escrever desapareceu.

Sei que desse lado notam que ando menos presente. Mas continuo aqui. Simplesmente não tenho tanto para dizer nem muito para cozinhar, e há coisas que não se forçam.

E depois há aquela receita tão boa que tem de ser partilhada com o mundo inteiro. Um crème brûlée MARAVILHOSO, que fez as delícias de uma grávida gulosa com vontade de comer algo docinho. Uma das melhores e mais simples receitas de sempre. Tão surpreendente que me fez ter vontade de voltar :)




Crème brûlée

Ingredientes (para duas tacinhas):

* 200ml de natas para bater;
* Erva-príncipe a gosto (usei uns quatro pauzinhos);
* 40g de açúcar em pó;
* Três gemas;
* Açúcar branco para queimar.

Confecção:

* Aquecer as natas com a erva-príncipe até ferver;

* Desligar o lume e reservar durante quinze minutos;

* Entretanto bater as gemas com o açúcar em pó até se formar um creme claro;

* Coar as natas e juntá-las à mistura de ovo e açúcar em pó, batendo bem;

* Verter em tacinhas e colocar num tabuleiro coberto com água, de forma a que a água chegue a meio das tacinhas;

* Levar ao forno pré-aquecido a 130º durante quarenta minutos;

* Retirar, deixar arrefecer e reservar no frigorífico durante pelo menos duas horas;

* Cobrir com açúcar branco e queimar com o maçarico.




Espero que gostem :D

16 comentários:

  1. Que aspeto! Se o apanhasse não lhe resistia! Um blog não tem de ser uma obrigação. Tem mais é de ser algo que nos preencha, que nos faça sentir bem. A partir do momento que passa a ser uma obrigação acho que se quebra o encanto e deixa de fazer sentido. Também não concordo com aqueles blogs que publicam uma vez por ano. Raios, o que é uma publicação por ano?! Nada! A menos que o blog seja realmente muito bom! No teu caso, é verdade que te sentimos com menos frequência, mas estás aí! E seria uma pena se resolvesses acabar com o blog. Sou fã, já sabes! Adoro as tuas receitas e adoro a forma como intercalas com outros temas! Provavelmente depois do bebé nascer ainda terás menos tempo, mas estaremos aqui para nos deliciarmos seja com o que for! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não diria que deixa de fazer sentido. Não conheço outra forma de funcionar que não seja fazer bem as coisas, sou demasiado auto-exigente ;)

      Eliminar
  2. Joana fiquei com água na boca! Ando à dias a pensar em fazer algo doce, e agora vejo esta tua receitinha de crème brûlée para 2 ( que é mesmo a dose certa) e só penso na "casquinha" a partir com a colher! :o

    ResponderEliminar
  3. obrigada pela receita! e como fazer se não tiver maçarico?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não faço ideia Carina. Talvez sem a camada de cima provavelmente? Confesso que não sei mesmo. Já queimei coisas com os bicos de gás do fogão, mas eram pequenas...

      Eliminar
  4. Então não escrevas todos os dias! :p agora acabar com o blogue é que por favor não. para o ano vou de Erasmus, estou a contar com as tuas receitas ihih
    (também não sou propriamente a pessoa que mais assiduamente publica no seu blogue, por isso não te julgo xD)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, há alturas em que simplesmente não estamos a sentir não é? :)

      Eliminar
  5. Aiii o crème brûlée é delicioso! Fiquei com água na boca!!

    Cidadã do mundo desconhecido
    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Acreditas que nunca comi creme brulee, eu sei é uma vergonha :) Mas este teu convenceu-me, aquela casquinha está perfeita. Ah, e não termines com o blog, embora eu venha cá há pouco tempo, adoro a forma como escreves, mesmo quando não é o assunto cozinha :)

    Gulosoqb

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana!
    Ainda bem que há cremes brûlée e outras delicias que te fazem voltar a ter vontade de criar (afinal a cozinha também é criar), comer e partilhar :) Nada que é feito por obrigação é bem feito. Tem que haver algum gosto no que se faz para que seja bem feito e nos dê gozo. Logo, não queremos abandonos desta cantinho tão especial mas queremos os momentos que conseguires com o teu carinho habitual.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo isso: há receitas que nos dão vontade de saltar para a cozinha :)

      Eliminar
  8. Hummm adoro um bom creme brulee e esse ficou com um aspecto delicioso.

    Beijinhos,
    Clarinha

    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2015/12/areias-de-cafe.html

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />