21 de dezembro de 2014

Twelve Days Of Christmas, ou 'Doze Dias de Natal' :D

Hoje não vos trago o 'Receitinhas da semana', mas sim uma curta rubrica que vos vou mostrar a partir de Quinta-feira: o 'Twelve Days of Christmas'! :D 

O 'Twelve Days of Christmas' ou 'Doze Dias de Natal' é a época festiva que celebra o nascimento de Jesus Cristo. Inicia-se no dia de Natal (25 de Dezembro) e termina no dia 5 de Janeiro, a véspera do dia de Reis. 

Em 1780, foi publicada pela primeira vez no Reino Unido a música 'The Twelve Days of Christmas'. Esta música enumera uma lista dos presentes dados em cada um dos dias, e embora tenha sofrido algumas alterações ao longo dos séculos ainda é imensamente popular hoje em dia.

Cá em casa é uma das nossas músicas preferidas, e divertimo-nos a cantá-la de cor (exercitamos a memória e celebramos o Natal, é um dois em um perfeito!) :D Lembrei-me assim de fazer um tributo (não só à música, mas também à época) celebrando os doze dias de Natal aqui no blog com doze receitas relacionadas com a letra da música :)

Aqui vai o que vos espera:

25 de Dezembro (Partridge in a pear tree) - Bolo invertido de pêra.
26 de Dezembro (Turtle doves) - Ovos escoceses.
27 de Dezembro (French hens) - Frango com Ervas de Provence da Julia Child.
28 de Dezembro (Calling birds) - Barrinhas de cereais caseiras com avelãs e chocolate.
29 de Dezembro (Gold rings) - Pavlova dourada.
30 de Dezembro (Geese-a-laying) - Pudim Molotof com doce de ovos.
31 de Dezembro (Swans-a-swimming) - Bolinhos de bacalhau.
1 de Janeiro (Maids-a-milking) - Affogato de caramelo.
2 de Janeiro (Ladies dancing) - Daiquiri de frutos vermelhos.
3 de Janeiro (Lords-a-leaping) - Trufas de chocolate negro com rum.
4 de Janeiro (Pipers piping) - Éclairs de chocolate e café.
5 de Janeiro (Drummers drumming) - Bolo folhado de ovos moles.

A partir do dia 25 e até ao dia 5 de Janeiro vou publicar uma receita relacionada com a prenda do dia. Espero que gostem e que se divirtam a celebrar comigo os doze dias de Natal :D

Bolo invertido de pêra
Frango com Ervas de Provence da Julia Child

Barrinhas de cereais caseiras com avelãs e chocolate
Affogato de caramelo
Daiquiri de frutos vermelhos
Trufas de chocolate negro com rum

Feliz Natal :D

6 comentários:

  1. Obrigada Joana, em nome das minhas colegas: passei o dia inteiro com esta musica na cabeça! Tinha de sair cá para fora, pois claro :P

    ResponderEliminar
  2. Ao ler este post saltei curiosamente todas as partes que dizem que começa no dia 25 :P não sabia muito bem o que era o "12 days of Christmas". Mesmo depois da música... E hoje estava a actualizar o feed do blogger porque nunca mais postavas!
    As músicas não costumam ser difíceis de decorar (desde que se goste). Eu lembro-me de há algum tempo um miúdo cantar uma sobre um cuco com um esquema semelhante e eu a decorar toda :P cantar entretém, portanto saber uma letra que dure até é giro (mais do que cantar trechos curtinhos). Essas ajudam, porque as partes diferentes são poucas mas repetem-se imensas vezes. Deve demorar imenso tempo :P
    Eu acho que é uma ideia muito gira, estas mini rubricas são adoráveis :D
    Não sei porquê, mas é um bocado estranho quando se relaciona animais que se assumem vivos a animais cozinhados para comer :P
    Gostas tanto da Julia Child que quando a receita é dela a pões no título e tudo!
    Curiosidade por causa das barrinhas, especialmente a ligação a "calling birds". Hmmm por causa de eventuais sementes que nelas apareçam? Mistério.
    (Não estou a pedir "spoilers", senão não tem piada :P)
    Pavlova dourada. Por que é que eu tenho a impressão que vai ser linda de morrer? OH-MEU-DEUS vai ter formato de rosca para ser um "anel"? Que incerteza inquietante.
    (Desculpa, nunca devia ter usado "rosca" para descrever pavlova. Que insensibilidade.)
    Estou a pensar em fazer molotof amanhã ou depois, não sei é se não é doce a mais :P
    Estou a imaginar bolinhos de bacalhau a nadar. Até fica giro. Mas... Se forem feitos na actifry não podem nadar em óleo em honra à tua ligação! D:
    (Pronto, como é difícil e cruel encontrar ganso para comer não faz mal :P)
    (Eu penso logo em "foie gras".)
    (Afinal os bolinhos de bacalhau servem. Os bolinhos de bacalhau servem e são perfeitos.)
    A dos éclairs = favorita :D Que. Brilhante. :)
    Nos éclairs faço quase sempre a cobertura com chocolate, tenho de experimentar uma de café :) já fiz uma e ficou boa, mas não tão brilhante, espessa e oaca como a normal.
    (De qualquer das maneiras tenho vindo a reparar que os éclairs das pastelarias são sempre desengonçados, enormes e não uniformes. Se calhar fiquei mal habituada das tuas fotos de 50 éclairs perfeitos e exactamente do mesmo tamanho numa montra!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era uma vez um cuco que não gostava de couves, e andava sempre a dizer 'couves não hei-de comer' :D :D :D :D

      A ligação com os calling birds eram de facto as sementes, mas curiosamente as barrinhas não têm sementes. Ups :)

      A pavlova está no forno agorinha mesmo :D

      Eliminar
  3. Yay tambor :P tenho a dizer que massa folhada + doce de ovos parece uma combinação infalível!
    (Sabes o que mais parece uma combinação infalível? Noz e doce de ovos. OU, ainda melhor, noz, doce de ovos E MUFFINS. Sim, noz, doce de ovos e muffins parece-me bastante bem.)
    Por alguma razão o bolo de pêra faz-me lembrar bebinca. É estranho, porque de momento a única conexão que consigo estabelecer é ter bom aspeto, ser um bolo e tu. :P
    Será que já disse que esse frango é IGUALZINHO àquelas bolachas giras de frutos silvestres?...
    As barrinhas mistério! TUN TUN TUNNN.
    Qualquer pessoa minimamente sensionalista chamaria isso "barras de Nutella" :P
    O affogatto (essa coisa com um nome brilhante) tem mesmo muito bom aspeto! E tens um copo giro.
    Adoro a cor leve de café - claras com café, natas batidas com café, creme de pasteleiro de café, gelado de café. O café não, tem cor de chicória :P
    Adoro o pormenor das pepitas à frente do copo :)
    Isso hipnotiza-me tanto que fico sem forças para questionar o posicionamento de uma chávena num prato de sobremesa :P não acredito que só reparei nisso agora... Numa foto tão harmoniosa fica normal e bonito, mas se estivesse na minha mesa eu achava estranho - e não só por um "affogatto" surgir do nada e decidir instalar-se na MINHA mesa.
    O daiquiri tem uma cor gira :)
    (PALHINHA!)
    Chocolate e rum é uma combinação assim tão estrondosa? :)
    As trufas têm um aspeto delicioso! Uma vez fiz e achei só que o cacau em pó fica um bocado estranho por parecer farinha amarga que contrasta com a textura cremosa e a doçura das trufas, além de ser um bocado exigente e muito dado a deixar marcas e dedadas p... Mas eles sempre têm de ser "cobertos" ("coated", não me lembro agora de traduções melhores). Ou não, mas é um alívio pôr um bocado de pó naquela coisa pegajosa :P ainda por cima frutos secos picados sujam-se muito, com coco o contraste é estranho e a textura não melhor, chocolate em pó é um bocado nojento e as ideias ficam por aí. Cacau está bem :D
    (Lembro-me de fazer as "tuas" trufas e acho que foi das "massas" mais desagradáveis de limpar das mãos. E tacho, só que no tacho posso pôr água a ferver e levar ao lume. Bem que tive a tentação de seguir o mesmo processo, mas resisti :P)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabem mesmo a barrinhas de Nutella, juro :D

      Eu gosto muito de chocolate com rum, acho que combina bem :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />