23 de setembro de 2013

Cupcakes de maracujá com crumble de coco e os sonhos para o futuro :)

Time after time I think 'Oh Lord what's the use?'
Time after time I think it's just no good.
'Cause sooner or later in life, the things you love you lose...
But you got the love I need to see me through.

You got the love,
You got the love...

Florence + the Machine (originalmente de Candi Station)


Aos quinze anos eu achava que aos dezoito a minha vida ia ser fantástica: ia estar no 12º ano, ia certamente ter amigos melhores (não era difícil), estaria já a namorar com o meu primeiro amor (que obviamente iria ser para sempre) e ia ser super madura e responsável pelas minhas decisões.


Aos dezoito anos estava efectivamente no 12º ano. Além disso tinha amigos fantásticos, estava a namorar com o meu primeiro amor e era já bastante madura e responsável pelas minhas decisões.

Assim sendo, aos dezoito anos eu achava que aos vinte e um a minha vida ia continuar a ser fantástica: ia estar no terceiro ano de matemática ou de engenharia química, ia manter os meus amigos, ia continuar a namorar com o meu primeiro amor e ia ser relativamente independente.


Não podia estar mais enganada, porque três anos depois estava no terceiro ano de Medicina. Tinha bons amigos, mas poucos se mantiveram desde os dezoito. Já não namorava com o meu primeiro amor, porque me apaixonei repentinamente por alguém que me deixou completamente e terrivelmente louca da cabeça. Por outro lado já era relativamente independente - pelo menos acertei em alguma coisa.

Assim sendo, aos vinte e um anos eu achava que aos vinte e quatro a minha vida ia continuar a ser fantástica: ia estar no último ano do curso, ia ter a certeza do que iria fazer no futuro, ia ter montes de amigos, ia viver com o Pedro e íamos viajar imenso.


Hoje tenho vinte e quatro anos. O curso acabou, mas eu ainda não sei o que vou fazer no futuro. Tenho bons amigos, mas são cada vez menos (ou eu sou cada vez mais exigente). Efectivamente vivo com o Pedro, e viajamos sempre que o tempo e o dinheiro o permitem - pelo menos acertei em alguma coisa.

Hoje acho que aos vinte e sete anos a minha vida vai continuar a ser fantástica. Vou ser médica, vou estar a tirar a especialidade, vou estar casada, talvez esteja a começar até a pensar em ter filhos. Vou ter amigos bons, daqueles que só os anos e a experiência de vida nos trazem.

Há coisas que nunca mudam, e eu sei que independentemente do que me aconteça dos próximos três anos vou continuar a sonhar e a esperar pelas surpresas que a vida me reserva.


Há coisas que nunca mudam, e eu sei que independentemente do que me aconteça dos próximos três anos vou continuar a gostar de maracujá e de coco. E de muffins. E de partilhar a minha comida com aqueles que mais amo.

E de sonhar. Sonhar muito, sonhar sempre. Porque sonhar é a melhor coisa da vida, e os muffins são a segunda melhor :D


Cupcakes de maracujá com crumble de coco (receita adaptada do blog 'Delicious Bites')

Ingredientes (para sete cupcakes):

* 60g de manteiga sem sal ligeiramente amolecida;
* 80g de açúcar;
* Um ovo batido;
* 125g de farinha com fermento;
* Meia colher de chá de fermento;
* 60ml de polpa de maracujá;
* 80ml de buttermilk (usei leite);

* 50g de açúcar mascavado;
* 20g de farinha;
* 25g de manteiga bem fria;
* Duas colheres de chá e meia de coco ralado.

Confecção:

* Bater a manteiga amolecida com o açúcar até se obter uma mistura cremosa;

* Juntar o ovo batido, continuando a bater;

* Acrescentar a farinha alternada com o fermento, a polpa de maracujá e o leite;

* Para o crumble juntar o açúcar mascavado, a farinha, a manteiga e o coco e misturar com um garfo;

* Colocar a mistura em forminhas para muffins e cobrir com o crumble;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante vinte minutos.


Adaptei esta receita de uma que encontrei no Pinterest e que me ficou imediatamente debaixo de olho. Embora a minha família tenha adorado eu confesso que fiquei um bocadinho desapontada: esperava um sabor mais intenso a maracujá (até dupliquei a quantidade de maracujá da receita!) e isso não aconteceu de todo. Mas apesar disso ficaram uns cupcakes bem fofos e agradáveis :)

Tenham uma boa Muffin Monday :D

5 comentários:

  1. Olha, pelo menos ficaram bonitos! :-) E viva os sonhos!

    ResponderEliminar
  2. Que delícia de muffins!!! Adoro :)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Se não fossem os sonhos o que nos motivava? Sonhar é tão bom :) Acho que serei uma eterna sonhadora!

    Estes muffins ficaram-me debaixo de olho, gosto imenso dos sabores e por acaso aqui há uns tempos fiz uma receita de bolinhos de maracujá e também achei que ficava pouco intenso, usei a polpa enlatada, talvez com o maracujá natural fique melhor, tenho de experimentar!

    beijinho*

    ResponderEliminar
  4. É tão bom sonhar!... Quantas vezes imaginamos a nossa vida daqui a um, dois, três anos e se efetivamente algumas coisas saem ao lado, outras acabam por ser certeiras... O importante é sonhar sempre :)

    ResponderEliminar
  5. Tenho de confessar que a parte dos amigos é fundamental. Podem ser poucos mas que sejam bons! Falo por experiência própria, poucos mas muito bons, até me atrevo a dizer que são a família que a minha não foi capaz de ser.
    A vida traz-nos sempre surpresas, umas boas, outras nem por isso, mas ao fim de uns tempos - com a maturidade - percebemos o significado de cada uma. Por isso nada melhor do que sonhar e bem alto, uma boa amiga diz-me sempre: quando é para pedir, pede-se sempre em grande!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />