1 de julho de 2013

Bolachas de sésamo para o meu príncipe encantado :D

I don't want to close my eyes,
I don't want to fall asleep,
Cause I'd miss you babe,
And I don't want to miss a thing!

Aerosmith


Tanto eu como o Pedro conseguimos dizer especificamente em que momento é que nos apaixonámos um pelo outro. Já vos contei quando e como é que o Pedro se apaixonou por mim, por isso decidi aceder aos vossos pedidos e contar como é que eu me apaixonei pelo Pedro :D

Era o dia 14 de Dezembro de 2007, o último dia de aulas antes das férias do Natal. Nesse dia o grupinho do costume fez um jantar de Natal e depois decidiu ir ao Loft (uma discoteca em Santos). Estava uma fila imensa e acabámos por ficar cerca de duas horas à espera, durante as quais fiquei a conversar com o Pedro.

A dada altura surgiu à baila o tema dos imperadores romanos, e qual não foi o meu espanto quando percebi que o Pedro sabia os imperadores romanos todos. Por ordem cronológica.


Isto pode parecer muito estranho, mas eu sempre achei que nada era mais sexy do que a inteligência. O príncipe encantado dos meus sonhos era culto e inteligente, usava óculos, tinha um sentido de humor apurado e tocava piano, e naquele momento eu percebi que essa era a descrição exacta do Pedro.

Eventualmente desistimos de ficar na fila da discoteca e fomos todos para minha casa comer pipocas e beber cervejas, naquela que foi sem sombra de dúvida uma das melhores noites da minha vida.


No dia seguinte fomos todos de viagem para o Porto, e aquilo que sentia pelo Pedro tornou-se descontrolado e impossível de ignorar. Acabei com a minha relação da altura (que durava há já três anos) e pensei 2837421231445 vezes que estava a cometer um grande erro em agir de forma tão impulsiva.

Passámos o resto da férias a falar sobre mim, sobre ele e sobre nós: 'futuros qualquer coisa', era como nos chamávamos. Depois das férias voltei para Lisboa e algum tempo depois começámos a namorar (essa também é uma história bonita, mas este texto já vai longo!) :)

Ainda hoje me orgulho muito daquela Joana, que confiou num impulso e que arriscou rumo ao desconhecido. Mas também reconheço que tive muita sorte em me ter apaixonado de forma tão intensa por alguém que retribuiu o meu sentimento, e que continua ainda hoje a fazer-me sentir mais apaixonada do que nunca.


Estas são as bolachas preferidas do Pedro: as bolachas de sésamo. Já experimentei imensas receitas com sucesso, e há uns dias decidi arriscar numa nova - afinal, só ao arriscarmos podemos descobrir coisas melhores.

Por acaso não foi o caso, e para vos ser muito sincera prefiro a minha receita habitual de bolachas sésamo. Mas estas não são nada más :)


Bolachas de sésamo (Benne wafers) (receita adaptada do livro 'The Good Cookie')

Ingredientes (para cerca de vinte bolachas):

* Uma chávena de chá e meia de farinha;
* Uma colher de chá e meia de fermento em pó;
* Uma pitada de sal;
* 85g de manteiga;
* Uma chávena de chá de açúcar amarelo;
* Dois ovos;
* Uma colher de chá de tahini (pasta de sésamo);
* Uma colher de chá de extracto de baunilha;
* Uma chávena de sementes de sésamo;
* Sementes de sésamo q.b. para polvilhar.

Confecção:

* Bater a manteiga com o açúcar amarelo e juntar um ovo de cada vez, batendo bem;

* Adicionar o tahini e o extracto de baunilha, continuando a bater;

* Juntar a farinha, o fermento, o sal e as sementes de sésamo e amassar bem;

* Refrigerar a massa durante quinze minutos;

* Colocar sementes de sésamo num prato fundo;

* Formar bolinhas com a massa e passar um dos lados pelo prato;

* Colocar as bolinhas com as sementes para cima num tabuleiro de ir ao forno coberto com papel vegetal e achatar ligeiramente;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante 13 minutos;

* Deixar arrefecer sobre uma rede.


Estas bolachas ficam muito ricas, e são ideais para quem adora sementes de sésamo. Pessoalmente achei que tinham sementes de sésamo a mais, mas o Pedro adorou-as :) 

Tenham uma óptima semana :D

23 comentários:

  1. Joana, podem não ter ganho o lugar no top, mas lá que ficaram lindas... ficaram!
    Beijinhos, querida, uma boa semana!

    ResponderEliminar
  2. ficaram perfeitas essas bolachinhas. Adorei.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  3. Eu gosto imenso de sementes de sésamo, que boa sugestão!

    ResponderEliminar
  4. Que bonitas que ficaram.
    Às vezes, é preciso saltar para o desconhecido ;)

    ResponderEliminar
  5. Ficaram com um óptimo aspecto!! E agora fiquei desejosa de ler o resto da história :D

    ResponderEliminar
  6. Joana,
    iniciar a semana com estas bolachinhas lindas e saudáveis bom d+!

    Beijinhos, ótima semana ♥

    ResponderEliminar
  7. Que têm bom aspeto, lá isso têm. E a tua história de amor é muito fofinha. Às vezes temos mesmo de dar o salto no escuro e esperarque corra bem, como foi o caso desta :) Beijo

    ResponderEliminar
  8. Bom dia, Joana!
    Gostei muito de ler a tua história...
    E estas bolachinhas, que apetitosas, não?!
    Bjs

    ResponderEliminar
  9. Joana,
    Era o teu 6º sentido a trabalhar...

    Sim! Só arriscando é que sabemos que pode haver melhor...e pior :) mas é nessas alturas que realmente damos valor às coisas.

    Bolachas de sésamo - eu ia concordar com o Pedro! Não tem sementes a mais :=)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Bolachas de sésamo devem ser uma delicia.
    E ficaram tão lindas..apetece mesmo levar umas quantas..............
    boa semana
    bjs

    ResponderEliminar
  11. Tens de experimentar fazer scones cobertos de sementes de sésamo! Há pão com sementes de sésamo e é muito bom :)

    ResponderEliminar
  12. Oh Joana, que história amorosa :) :)

    ResponderEliminar
  13. Olá! Descobri o teu blog à cerca de 2/3 meses e desde aí que venho visitá-lo quase diariamente. Além de as tuas receitas serem fantásticas (esta semana quero ver se experimento fazer as "Lemon bars"), adoro a forma como contas pequenas histórias sobre ti.
    Parabéns pelo blog! ;)
    Bjinhos
    Lilla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Lilla :D Espero que gostes das lemon bars, boa sorte :D

      Beijinhos! :D

      Eliminar
  14. Que bonito! :)
    Ahah, entendo-te perfeitamente. Eu sinto-me secretamente atraída por homens com um sentido de humor semelhante e gramática irrepreensível! lol Às vezes dou por mim a pensar: elá, este gajo escreve mesmo bem e sabe usar vírgulas no sítio certo!! eheh :) Sou uma nerd... :P
    Tiveste a coragem de arriscar e deu certo. Muitas felicidades e bolachinhas de sésamo ;)

    Beijinhos e boa semana

    ResponderEliminar
  15. Gostei muito de ler a tua história :)
    E estas bolachas de sésamo devem ser uma delícia! Nunca fiz, mas gosto muito de umas barrinhas de sésamo que costumo trazer da Turquia :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  16. São tentadoras sem dúvida!!!Ando para fazer pois gosto imenso de sementes de sésamo!!!
    Vou levar a receita mas vou dar um olhinho ás outras que preferis te!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  17. Que linda história de amor Joaninha, espero que sejam felizes durante muitos anos.
    Gosto muito de te ler, escreves com alma e coração e deixa perceber a pessoa linda que és. Olha que o Pedro tem sorte :)
    Bjns
    Isabel

    ResponderEliminar
  18. Olá Joana,
    ai que história maravilhosa, não adivinho o futuro mas o teu será sempre e para sempre ao lado do Pedro:)
    gosto muito deste tipo de bolachas e estas estão tão deliciosas devem ser crocantes tal como eu adoro.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. Linda história. Se não confiarmos nos impulsos no amor, onde é que vamos confiar? ;-)

    Ps Não te esqueças do passatempo a decorrer no meu blogue - até dia 20 de julho!

    ResponderEliminar
  20. Todas as histórias de amor são bonitas e deixam-nos derretidas :) Às vezes tomamos decisões na nossa vida que, sem darmos conta, definem o que somos e em que nos tornaremos. Sempre que me lembro da forma como comecei a namorar com R e na história que já temos fico ainda mais in love :D

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />