5 de junho de 2013

Cubinhos de porco estufados com cerveja para provar que a Teresa está errada!

Quando há crise é para todos,
Quando há fome é para todos,
Quando eu como há para todos,
Ficamos todos gordos!

Mind Da Gap


Quando contei à Teresa (uma das minhas melhores amigas) que tinha criado um blog de receitas a reacção dela foi:

'Mas és magra! Ninguém vai acreditar que gostas de comer aquilo que cozinhas!' 

(Sim, a honestidade da Teresa é uma das características que mais aprecio nela). 


Curiosamente eu já fui bem gordinha, e na altura não gostava nada de cozinhar. Foi precisamente quando aprendi a cozinhar que comecei a alimentar-me de forma mais saudável, e como consequência disso perdi peso. 

Mais do que aprender a cozinhar, o que de facto aconteceu foi que eu aprendi a comer. E foi isso que respondi à Teresa: gostar daquilo que cozinho não implica encher-me disso até rebentar. Implica sim fazer boas opções alimentares, ter cuidado com as quantidades, fazer exercício físico e procurar novos desafios saudáveis. 


Esta receita é um prato bastante habitual cá em casa. É uma refeição equilibrada, com proteínas, hidratos de carbono e vegetais. É uma refeição consistente, e rematada com uma peça de fruta deixa a barriguinha bem satisfeita. É uma refeição com carne de porco magra, cheia de gorduras mono-insaturadas boas para a saúde, e que alguns estudos dizem ser mais saudável do que alguns cortes de frango (como as coxas). 


É uma refeição saudável, para uma rapariga saudável (na maior parte dos dias, vá!). 

Porque gostar de cozinhar é isto: adaptarmos os nossos gostos aos pratos que cozinhamos. Fazermos algo que amamos enquanto nos amamos a nós próprios, tratando bem da nossa saúde. E viver os próximos 80 anos a dizer à Teresa que estava enganada, mas que gostamos muito dela na mesma.


Cubinhos de porco estufados com cerveja

Ingredientes (para duas pessoas): 

* 250g de lombo de porco cortado em cubinhos;
* Meia cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Uma colher de chá de piri-piri;
* Meia colher de chá de orégãos;
* Meia colher de chá de manjericão;
* Duas folhas de louro;
* 100ml de cerveja;
* Duas colheres de sopa de molho inglês;
* Duas colheres de sopa de ketchup;
* Uma pitada de sal;
* Um fio de azeite. 

Confecção: 

* Refogar o alho picado, a cebola picada e as folhas de louro num fio de azeite; 

* Juntar os cubos de carne e deixar refogar;

* Regar com a cerveja, o molho inglês e o ketchup e temperar com o sal, o piri-piri, o manjericão e os orégãos;

* Deixar cozinhar. 


Acompanhei com brócolos cozidos e com arroz, mas este prato também fica bem delicioso com massa :) 

Até amanhã! :D 

24 comentários:

  1. Ainda esta semana fiz uma receita com cerveja, nunca tinha experimentado!
    Esta tua receita tem óptimo aspeto!
    Tem um óptimo dia :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Adoro as tuas fotos, têm sempre um aspecto tão delicioso e fresco!

    ResponderEliminar
  3. Confesso que é carne que eu não como, não por não ser saudável, mas porque não gosto mesmo do sabor! a verdade é que o prato tem tão bom aspecto :)!
    adoro mesmo o novo look do blog!
    beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Também gostamos muito da carne assim cá em casa!
    beijinhos e um bom dia :)

    ResponderEliminar
  5. Joaninha, gostei muito da tua sugestão, bem, saudável e cheia de sabor, como eu gosto!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Identifico-me a 100% com aquilo que escreveste! Agora que cozinho mais, procuro também cada vez mais receitas cheias de sabor, mas que sejam saudáveis. E o efeito no peso é bastante agradável :D

    ResponderEliminar
  7. Concordo contigo , se uma pessoa aprender a comer não precisa se empanturrar para ficar satisfeita.
    Os teus cubinhos ficaram uma delicia e muito bem acompanhados.
    bj

    ResponderEliminar
  8. Gostei da tua sugestão, colorida e saborosa

    ResponderEliminar
  9. Olá Joana,
    realmente a Teresa estava enganada e ainda bem, pois sempre que aqui venho perco-me com as receitas e com as histórias:)
    Mas certamente a Teresa está muito feliz pela existência deste espaço.
    Gosto imenso desta sugestão e ficou muito bonita e o arroz é que não resisto, delicioso.
    Só usava cerveja no frango ou nos assados:(

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Além disso, podes sempre partilhar com os amigos... ;)
    "Todos Gordos" - ah, que memórias... Também gostava do "Bazamos ou Ficamos" :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Adorei a sugestão, tem um aspeto muito apetitoso!
    Bjs

    ResponderEliminar
  12. Eu adoro estes teus pratos :) Ficam sempre com um aspecto de babar!!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Joana,
    muita gente fala o mesmo comigo, pois sou magra tbm.
    Adoro carne de porco, seu prato ficou lindo e apetitoso!

    Bjs ♥

    ResponderEliminar
  14. Joaninha,
    Atendendo à minha experiência, o facto das pessoas não cozinharem mais e procurarem alternativas que equilibrem os gostos pessoais com o saudável contribui em grande parte para a falta de educação alimentar neste pais.
    Há muito ainda por fazer e espero que a blogosfera (...e o teu blog) contribuía de alguma maneira para alterar isto.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Um pratinho delicioso para aqueles dias em que não há muito tempo a perder...



    Beijinhos
    http://fabricocaseiro.blogspot.pt/2013/06/salada-de-agriao-pessegos-e-nozes.html

    ResponderEliminar
  16. Un piatto molto gustoso!!!! Complimenti, buona serata

    ResponderEliminar
  17. Adoro as tuas sugestões ! São sempre saborosas e super práticas ;)
    Beijocas doces !

    ResponderEliminar
  18. Que aspecto maravilhoso, estes cubinhos de porco ficaram com um aspecto bem tentador!
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Que rico aspecto têm esses cubinhos de porco, Joana! Saudáveis e deliciosos!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Fiquei mesmo com vontade de experimentar esta receita! E sim, nada como saber comer!
    Babette

    ResponderEliminar
  21. Vou experimentar de certeza!... Sim, é o que importa é saber comer!
    Babette

    ResponderEliminar
  22. Mas que bom aspeto^^
    Eu cozinho durante a semana mas confesso que já não tenho aquele gosto por cozinhar, porque já se torna uma obrigação mas de vez em quando lá gosto de me aplicar a sério :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  23. Napoleão concordar mais Joana! Escrever sobre cozinha implica tambem uma viagem e nos bons casos uma evolução positiva para se comer melhor :-). Muito importante!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />