6 de junho de 2013

Barrinhas de cereais com amendoim e uma introspecção sobre as profissões.

Muda de vida, se tu não vives satisfeito.
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar.
Muda de vida, não deves viver contrafeito.
Muda de vida, se há vida em ti a latejar.

Olha que a vida não, não é nem deve ser,
Como um castigo que tu terás que viver.

Humanos



Eu confesso: sempre me fez alguma comichão mental a ideia de passar quarenta anos da minha vida a fazer exactamente a mesma coisa, por muito que eu goste dela.

Quem já me acompanha há algum tempo sabe que adoro Psiquiatria, e modéstia à parte acho que tenho algum jeito para (como diz o Pedro) ver aquilo que mais ninguém vê dentro dos outros. Mas mesmo assim não me imagino a ser psiquiatra durante o resto da minha vida profissional - afinal, há tantas outras coisas que eu posso fazer, tantos temas que posso aprender, tantos assuntos que me fascinam!



Reduzir a minha vida a apenas uma profissão parece-me tremendamente limitante: afinal, quem me diz que daqui a dez anos não vou ser uma pessoa completamente diferente, com interesses diametralmente opostos? 


Gostava de escrever um livro. Gostava de viajar durante um ano. Gostava de abrir uma loja de muffins. Gostava de ser professora de matemática. Gostava de tirar o curso de Nutrição. Gostava de trabalhar como voluntária no Jardim Zoológico. Gostava de tirar um curso que me permitisse dominar esse mundo fascinante das massagens terapêuticas (e conjugar isso com a Psiquiatria, para ajudar pessoas com patologias relacionadas com a ansiedade!).

Guardo dentro de mim tantos sonhos, e tenho tanta vontade de os realizar a todos!  


Tenho, no entanto, uma certeza: nunca é demasiado tarde para começarmos do início, para arriscarmos e para saltarmos em direcção ao desconhecido. E por isso sei que psiquiatria é aquilo que quero verdadeiramente agora, mas que se algum dia mudar de ideias nada me impede de continuar a crescer como pessoa e a realizar os meus sonhos.


E depois desta epifania, que tive à hora do lanche enquanto comia uma destas barrinhas deliciosas de amendoim, é hora de voltar ao estudo. É hora de pegar nos livros e de ler milhares (são mesmo milhares!) de páginas sobre patologias que não estão minimamente relacionadas com a Psiquiatria.

Suspiro. É este o preço dos sonhos! 

 

Barrinhas de cereais com amendoim 

Ingredientes (para seis barrinhas):

* Seis colheres de sopa de manteiga de amendoim 100% (compro no Celeiro);
* Seis colheres de sopa de mel;
Uma colher de chá de essência de baunilha;
Meia colher de chá de canela;
* Meia chávena de flocos de cevada integrais; 
* Meia chávena de flocos de aveia integrais;
* Meia chávena de flocos de trigo integrais;
* Meia chávena de amendoins em metades (também juntei algumas amêndoas granuladas).

Confecção:

* Numa tigela misturar a manteiga de amendoim, o mel, a essência de baunilha e a canela;

* Juntar os flocos de cevada, os flocos de aveia, os flocos de trigo, as nozes picadas, os amendoins e as amêndoas e misturar bem;

* Colocar numa forma rectangular coberta com papel vegetal e calcar bem;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante quinze minutos (dependendo da espessura das barrinhas, barrinhas mais baixas ou mais altas ou mais podem necessitar de menos ou mais tempo, respectivamente);

* Retirar do forno e deixar arrefecer completamente dentro do tabuleiro;

* Cortar em barrinhas.


Estas barrinhas ficam com um sabor bem forte a amendoim, e são verdadeiramente deliciosas e crocantes :D Os mais gulosos podem experimentar juntar pepitas de chocolate negro :D

Até amanhã! 

30 comentários:

  1. Bom dia Joana,
    ficaram tão bonitas e deliciosas estas barras cereais e eu que sou bastante consumidora ficaram tão bonitas:)
    Entendo-te tanto, também tenho vontade e sonhos de tanta coisa, acho que aos poucos vou tentando realizar os para já possíveis.
    Bom estudo:)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Realmente têm um ar super crocante, devem ser deliciosas :)

    ResponderEliminar
  3. Umas barrinhas perfeitas para andar na carteira!
    beijinhos e um bom dia :)

    ResponderEliminar
  4. Joana, conquistaste o meu coração (e todas as minhas patologias psiquiátricas) com estas barrinhas. Vou testar esta receita com as pepitas de chocolate negro.

    Também acho muito redutor que se tenha uma só profissão toda a vida. Infelizmente a sociedade portuguesa não é muito permissiva em relação a pessoas que queiram fazer várias (imensas!!!) coisas diferentes ao longo da sua vida profissional. E por isso é que ao fim de algum tempo muitas pessoas começam a ficar infelizes com os seus empregos e até acabam por desenvolver patologias (psiquiátricas ou não). Se as pessoas se movimentassem mais dentro das várias áreas de trabalho acho que também não havia tanto desemprego de longa duração. Eu tenho muitos sonhos profissionais (e todos bem diferentes!) que gostava de concretizar por isso vamos lá ver no que isto vai dar :)

    ResponderEliminar
  5. Sinto o mesmo que tu - tenho pânico de daqui a uns anos acordar um dia de manhã e reparar que estou presa a uma profissão que se tornou aborrecida, de ficar presa à rotina. Toda a gente se ri quando eu digo que quero fazer também, futuramente, uma formação de enologia (neste momento, estou a estudar psicologia), mas se tu que já és quase médica pensas em abrir uma loja de muffins e trabalhar num jardim zoológico, não deve haver problema ;)
    Boa sorte para o estudo das milhentas páginas e para as concretizações dos teus sonhos :)

    ResponderEliminar
  6. Ficaram com um óptimo aspecto, uma deliciosa sugestão!

    ResponderEliminar
  7. Uma barrinhas deliciosas
    Sabes que em Portugal durante muitos anos havia o conceito de profissão para a vida, em que as pessoas faziam sempre o mesmo toda a vida, com os anos isso tem vindo a mudar... a mentalidade infelizmente é que não! Sinceramente, acho que quando se ama aquilo que se faz, tudo o resto é relativo.

    ResponderEliminar
  8. Coragem Joana!!!
    Na área da Saúde/Doença... a informação é vasta :) Como te compreendo!
    * * *

    ResponderEliminar
  9. Joana,
    acho que o profissional tem que ter o dom e o amor pela profissão,
    tem muitos que trabalham pelo dinheiro, outros por amor e vocação
    aí não vai se estressar e vai ser um bom profissional, pois tenho
    ido em uns que parecem que compraram o diploma, infelizmente é o
    que está acontecendo e tem muitas reclamações.
    Mas não é o seu caso, sei que vc tem amor pelo que vc faz, e vc está
    de parabéns!
    Sou pedagoga e amo trabalhar com crianças.
    Vc arrasou com essas barrinhas lindas e deliciosa!

    Bjs e sucessos sempre!

    ResponderEliminar
  10. Essas barrinhas estão fabulosas...Para acalmar aquele "ratinho"que temos por vezes a meio da manhã ou da tarde...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  11. Ando para fazer barrinhas há tempo e já tinha estipulado este fim de semana grande para isso. vou experimentar a tua receita!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Tal como Álvaro de Campos, guardas em ti todos os sonhos do mundo :). E porque não?
    Se eu entrei para a faculdade cheia de certezas, sai de lá cheia de dúvidas...quem me garante como será o futuro?

    A verdade é que o preço dos sonhos não são apenas milhares e milhares de páginas, mas também dezenas de experiências que nos vais apresentado por aqui...afinal de contas, o blogue é um espelho de ti e dos teus sonhos.

    Gostava de experimentar a manteiga de amendoim nas barritas, deve dar-lhes uma suavidade diferente! Quando tenho tempo acabo por me esquecer das tantas e tantas coisas que queria experimentar (se bem que ainda não esqueci as lemon bars)!

    **
    Aida

    ResponderEliminar
  13. Nunca fiz mas ando com muita vontade de expermentar.
    As tuas ficaram lindas...lindas.
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Olá!
    Como eu me identifico com o que escreveste e reconfortada por pensarem,como eu, e não que sou tola por, após 25 anos de carreira e quase meio século, querer mudar de vida :))
    É que quando o digo, quase sempre me acham maluca! :)
    Cá entre nós, eu não acho que o seja, tenho é pena que eles pensem isso...
    Só que os sonhos são muitas vezes difíceis de realizar.. mas não desisto.
    Como sempre também, as receitas são fantásticas!!
    Bjns

    ResponderEliminar
  15. Também sempre pensei assim, e não acho que seja a nossa profissão que nos define (ou outra coisa qualquer). Temos sempre tantos interesses paralelos! Espero continuar a aprender e descobrir coisas novas vida fora.

    Essas barrinhas também me parecem bem :P

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  16. Gostei muito destas barritas de cereais, tão gulosas! :D

    Beijinhos*
    http://from-pot-to-the-heart.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Tenho andado com vontade de experimentar barrinhas de cereais... levo a tua sugestão!
    Bjs

    ResponderEliminar
  18. Penso exactamente assim! :) Imaginar fazer o mesmo toda a vida dá-me arrepios! Entrei para o curso que tenho com um propósito, mudei de ideias e sai de lá a trabalhar em algo que disse que seria a última coisa que faria e hoje tenho outros sonhos e ambições que estão num espectro completamente oposto!
    Mas o que importa é nunca deixar de acreditar e como dizes, nada nos impede de mudar... a não ser nós próprios! :)

    Manteiga de Amendoim...adoro :)

    beijinhos*

    P.S. Acho que a loja de muffins é sucesso garantido! :D

    ResponderEliminar
  19. Também penso assim! Para já estou bem na veterinária, adoro o que faço.
    Mas tenho dias em que penso, e se... se fosse isto ou aquilo.
    E se fizesse outras coisas completamente diferentes? Sonhos! Nunca esquecê-los!
    Adorei as tuas barrinhas de amendoim, que boas.
    E a ideia da loja de muffins :) que boa :)
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  20. Estas barrinhas focaram maravilhosas!!!
    Já viste que a minha receita de hoje foi inspirada numa das tuas maravilhas???
    Beijinhos
    http://sudelicia.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  21. Que barrinhas maravilhosas, Joana! Quase tão maravilhosas como os teus sonhos...
    Espero que consigas realizá-los!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. Como eu te compreendo, também quero fazer ainda imensas coisas, e realizar imensos projectos, tenho sempre os pensamentos a mil :P Agora falando das barrinhas, ficaram tão fantásticas e deliciosas, que estou a aqui a salivar com imensa vontade de provar :)

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  23. Ando cheia de vontade de fazer umas barrinhas de cereais! Estas estão divinais! Que bela sugestão!

    Beijinhos e bom fim de semana,
    http://madamexicaras.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Olá Joana! Estas barrinhas ficaram com um aspecto que só dá vontade de as provar. E a melhor maneira é fazê-las, certo?! Olha, vou levar a receita comigo. ;)
    Beijinho.

    Célio Cruz

    ResponderEliminar
  25. Cá por casa, com sabes, continuamos a fazer barras todas as semanas. De certa forma inspirada pelos teus posts :-). Estas ficaram com um aspecto maravilhoso... Quanto ao tema... Para além de ser mãe de uma bebe e esposa...sou auditora num banco (depois de 12 anos a trabalhar em mercados financeiros), dou aulas de dança de ritmos latinos e africanos, organizo espectáculos de dança e outros eventos e sou blogger... Acho que so se vive uma vez e acho que percebes o que te quero dizer :-)

    ResponderEliminar
  26. Descobri hoje o seu blog, através de um outro ? que falava do seu molho de francesinha ?...tb sou do Porto (distrito) e revejo-me em muito do que escreveu...a saudade daquilo que é nosso, , a família, a gastronomia! há 10 anos que o meu caminho, por motivos profissionais tem sido trilhado na Madeira! Adoro o que faço, mas tal como refere também acho que tenho muito para descobrir e aprender...coisas que essas que me distanciam da profissão que escolhi!

    ResponderEliminar
  27. Joaninha,

    Flocos de trigo e flocos de cevada tostados ou naturais, daqueles parecidos com os de aveia?

    Beijinhos e obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu uso tostados, mas naturais também servem :) Se fizeres depois diz como correu :D

      Eliminar
    2. Vou fazer, vou. Fartei-me de barrinhas e bolachas artificiais, com listas de ingredientes que nunca mais acabam e só fazem mal. Depois digo.

      Beijinho

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />