2 de março de 2013

Lombo de porco no tacho para acalmar uma discussão :)

I broke your jaw once before,
I spilt your blood upon the floor.
You broke my leg in return,
So I sit back and watch the bed burn.

Love sticks, sweat drips,
Break the lock if it don't fit.
A kick in the teeth is good for some.
A kiss with a fist is better than none!


Florence + The Machine


Viver com o Pedro foi uma das melhores decisões que já tomei na vida. 

É verdade que foi precipitado e muito arriscado. Mas quando nós sabemos bem dentro da nossa alma que tudo vai dar certo, então não há medo que nos toque nem prudência que nos faça repensar. A nossa única alternativa é respirar fundo, sorrir, tremer de expectativa e mergulhar de cabeça. 

Eu adoro viver com o Pedro: adoro adormecer abraçada a ele, adoro as nossas rotinas, adoro as nossas piadas totós, adoro as nossas tradições parvas e adoro os nossos momentos carinhosos. Mas quando vivemos com alguém é impensável não surgirem atritos de vez em quando, e esta é a história de um deles. 


Cá em casa sempre tivemos uma comunicação bastante clara, mas somos os dois tremendamente teimosos. Ou seja, nunca temos qualquer problema em falar sobre o que nos chateia, o difícil é dar o braço a torcer depois.  

Há uns dias ficámos chateados e passámos duas horas trombudos, durante as quais eu fiquei tão amuada que disse que não fazia o jantar. O Pedro decidiu ceder e fazer o jantar para nós - e assim surgiram estes lombos de porco no tacho, um pratinho simples e despreocupado bem ao estilo dele.

Foi também assim que me passou o amuo. Afinal, quem consegue resistir a uma refeição deliciosa feita por um cozinheiro jeitoso e seguida de um pedido de desculpas sentido? :) 


Lombo de porco no tacho

Ingredientes (para duas pessoas):

* 250g de lombo de porco cortado em bifes fininhos; 
* Meia cebola picada;
* Quatro dentes de alho picados; 
* Duas colheres de sopa de molho de tomate;
* Duas colheres de sopa de ketchup;
* 100ml de vinho branco;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de coentros picados;
* Uma pitada de piri-piri;
* Uma pitada de sal;
* Um fio de azeite.       

Confecção:

* Refogar o alho, a cebola e os coentros num fio de azeite; 

* Juntar o lombo de porco e deixar refogar;

* Acrescentar o vinho branco, o molho de tomate e o ketchup;

* Temperar com o pimentão-doce, o piri-piri e o sal;

* Deixar cozinhar e servir acompanhado com massa ou arroz branco. 


Tenham um óptimo fim-de-semana! :)   

17 comentários:

  1. Las especies le deben de dar y sabor muy bueno, tiene una vista riquísima, besos
    Sofía

    ResponderEliminar
  2. Uma maneira bem apetitosa de se fazer as pazes!

    ResponderEliminar
  3. também podes ver por outro prisma...
    ás vezes sabe bem as chatices, porque depois tens recompensas destas :D

    Beijinhos grandes e um bom fim-de-semana ***

    ResponderEliminar
  4. Encontrei o teu blog ontem e estou a gostar muito =) Vivo com o meu namorado há um ano e adoro as nossas vivências, não trocava por nada e já não me imagino a viver sem ele na mesma casa, às vezes lá surgem os tais atritos... mas ele nunca se lembrou de fazer o jantar para fazer as pazes pode ser que algum dia tenha sorte =)

    ResponderEliminar
  5. Adoro :D
    Só retirava o piri-piri, não sou mesmo fã.

    Beijinhos e um bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  6. Hummmm ficou com uma cor linda e parece delicioso.Adorei.Beijos querida.

    ResponderEliminar
  7. Eu também deteste dar o braço a torcer e raramente discuto, são feitios complicados... Logo eles vão comer canja (que eu detesto) e acho que vou experimentar as tuas papas de aveia com morangos para um jantar leve. Beijo

    ResponderEliminar
  8. É verdade, falas em não dar o braço a torcer e essas são as exatas palavras que usei no meu novo post :)

    ResponderEliminar
  9. A sugestão é ótima e a história também. Aqui por casa os nossos amuos nunca tiveram um desfecho desses. Que pena! Estará um cozinheiro escondido na minha cara metade?! Não me parece!
    bjs
    Zezinha

    ResponderEliminar
  10. Olá. Sou nova por aqui, descobri o blog recentemente por portas e travessas que já nem sei como vim aqui parar, mas ainda bem! :) Estou a gostar muito de o conhecer. Agora tenho apenas uma questão, quando dizes molho de tomate é simplesmente polpa de tomate ou algum molho específico tipo aqueles que existem para pizzas?
    Mais uma vez Parabéns pelo excelente trabalho * E um grande obrigada

    ResponderEliminar
  11. É caso para dizer: kiss the cook!!! :)
    As discussões são inevitáveis, a forma como se lida com elas é que é importante (ai, dar o braço a torcer custa taaaaanto!! Mas a mim, com um bocadinho de humor, sou fácil de dar a volta. :p)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Partilhar o espaço com a nossa cara metade nem sempre é fácil, mas há que superar esses obstáculos, pois fortalecem as relações, um dia damos nós o braço a torcer no outro a nossa cara metade e assim se equilibram as coisas, é muito importante saber gerir os conflitos e nao virar as costa mal existam as primeiras adversidades. Mas os aspectos positivos de vivermos com a nossa cara metade são tão superiores que se soubermos equilibrar as coisas, o resultado é muito bom :) Adorei a comidinha que o Pedro fez, ficou um apetite e como foi uma jantar de fazer as pazes ainda mais importancia tem este pratinho :)

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  13. Que fofo, um jantar para fazer as pazes e delicioso, pelo que vejo...Até que compensou....
    Bjkas

    ResponderEliminar
  14. Uma relação é sempre assim, com altos e baixos, o importante é que no fim se entenda :) E que belos lombos para acalmar hehe :)

    ResponderEliminar
  15. Só por causa da história, vou esperar até ao dia que tiver que fazer as pazes...lol

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />