25 de fevereiro de 2013

Lasanha com massa fresca, e algo que me irrita particularmente.

Look inside, look inside your tiny mind,
Then look a bit harder.
'Cause we're so uninspired, so sick and tired
Of all the hatred you harbor...


Lily Allen
 

Eu não gosto de falar mal dos outros, até porque como toda a gente também não gosto que falem mal de mim. Não sou pessoa de criticar ou de tecer juízos sobre o que quer que seja, embora por norma seja uma pessoa com opiniões fortes e bem fundamentadas. 

É claro que isso não quer dizer que não goste de verbalizar as minhas opiniões: aliás, penso que nada nos enriquece tanto como uma boa argumentação com alguém que tem uma opinião contrária. Simplesmente não gosto de impingir as minhas ideias aos outros como se de factos se tratassem

Por isso hoje vou abrir aqui uma excepção e vou falar-vos de algo que me irrita profundamente: as pessoas que criticam a minha decisão de ir para Psiquiatria

E não estamos a falar de colegas meus estudantes de Medicina ou de médicos: estamos a falar de pessoas que, mesmo não percebendo nada sobre Medicina, me criticam constantemente dizendo que Psiquiatria é aborrecido, que só trata malucos, que os psiquiatras são eles próprios malucos e que não é uma especialidade ambiciosa.

É claro que eu podia falar-lhes sobre a abrangência da Psiquiatria, sobre a diversidade de patologias que a especialidade trata, sobre o facto da maioria dos psiquiatras serem pessoas normalíssimas ou sobre a investigação científica que actualmente é feita neste campo. Podia falar-lhes sobre a carga emocional que implica ser psiquiatra, e até lhes podia falar das oportunidades de emprego que há actualmente, numa sociedade cada vez mais deprimida e ansiosa.

Mas continuo a achar que nem vale a pena o esforço. Não vou fazê-las mudar de opinião, não vou ensinar-lhes nada e não vou enriquecê-las de forma alguma.


A mesma ideia poder-se-ia aplicar à massa fresca: há quem ache que simplesmente não vale a pena o esforço. 

No entanto, há uma semana os meus pais compraram uma máquina de fazer massa, e por isso no último fim-de-semana decidimos experimentá-la. Passei algumas horas a amassar a massa, a cortá-la em porções e a passá-la várias vezes na máquina, e depois no fim congelámos metade da massa e utilizámos a outra metade para fazer uma lasanha deliciosa para o almoço.

Aqui sim valeu completamente a pena o esforço: a massa ficou divinalmente saborosa e a lasanha ficou perfeita.

O resto? 

Os cães ladram e a caravana passa. 
Os cães ladram e a caravana passa. 

 

Lasanha de camarões e mexilhões (com massa fresca)

Ingredientes (para seis pessoas): 

* 400g de farinha de trigo;
* 100g de farinha de trigo integral;
* Cinco ovos biológicos;
* Água q.b. (usei água de cozer os camarões);
* Recheios a gosto (usámos cenouras baby, ervilhas, espinafres baby, camarões tigre, mexilhões, iogurte grego magro e molho de tomate);
* Uma gema; 
* 50g de queijo ralado;
* Orégãos a gosto.   

Confecção: 

* Juntar a farinha de trigo e a farinha de trigo integral;

* Fazer um buraco no meio e juntar os ovos;

* Amassar bem numa superfície enfarinhada e se necessário juntar um pouco de água para a massa ficar mais moldável mas sem colar às mãos;

* Dividir a massa em porções pequenas e esticar na máquina no orifício de lasanha, seguindo as instruções do fabricante (normalmente é necessário esticar mais de cinco vezes)

* Em alternativa estender a massa com o rolo de cozinha;

* Cortar a massa em rectângulos e colocar três rectângulos no fundo de um tabuleiro de ir ao forno;

* Cobrir com o recheio

* Colocar novamente a massa e o recheio e rematar com uma nova camada de massa;

* Pincelar com uma gema e polvilhar com queijo ralado e com orégãos;

* Levar ao forno pré-aquecido a 200º durante cerca de trinta minutos;


Não vos falei da confecção do recheio porque julgo que a estrela desta lasanha foi mesmo a massa fresca! :D Ficou mesmo uma delícia, e acho que nunca mais vamos usar massa de compra :D Além disso o responsável pelo recheio foi o meu pai (eu só fiz a massa), e ele faz sempre tudo a olho :)

Tenham uma óptima semana! Não se esqueçam que hoje é o último dia para participarem no meu desafio das bolachas com pepitas de chocolate! :D 

28 comentários:

  1. Olá Joana,

    Esta lasanha de massa fresca ficou com um aspecto fantástico!! Adoro fazer lasanha e só como lasanha caseira, mesmo ainda antes de ter acontecido esta fraude horrível!

    Minha querida, eu não te vou julgar... Sou filha de um psiquiatra e fui ensinada a nunca estigmatizar alguém com doença mental, fui por isso educada a respeitar as diferenças... E não tenho medo, nem "nojo" de ver um dito "maluquinho" na rua... Há muita desinformação e não diria, de todo, que é uma especialidade pouco ambiciosa porque ainda muito pouco se sabe sobre a base genética das doenças mentais... O que é um desafio muito grande para os actuais e futuros psiquiatras que também se queiram dedicar um bocadinho à investigação :)

    Beijinhos e boa semana*

    ResponderEliminar
  2. :) Não sabia que já tinhas escolhido a especialidade. Concordo com tudo o que disseste, claro que não sei quase nada sobre o assunto mas parece-me ser uma profissão desafiante e muito interessante ao mesmo tempo! Eu *nos meus cenários altamente improváveis e mirabolantes* se estivesse em medicina (não pensando nas médias e tudo isso lol :P) acho que escolheria cirurgia plástica reconstrutiva (de certeza que não íam calhar só reconstrutivas mas pronto). :)

    ResponderEliminar
  3. Querida Joana, que maravilhosa Lasanha! :) Adorei o esforço pela massa fresca e o recheio tão tentador!

    Quanto ao que os outros dizem, passa por cima... Só tu podes fazer a tua vida e decidir o teu caminho... Ao longo da vida terás milhões de obstáculos, uma imensidão de pessoas a contrariar-te, outras que simplesmente parecem só estar lá para te aborrecer... É uma boa altura para começares a saber lidar com essas opiniões... É mesmo como tu disseste: Os cães ladram e a caravana passa.
    Sê feliz, faz o que gostas, o que queres, o que te concretiza... ao resto... puff! Desapareceram! ;)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  4. Esqueci-me de dizer que tens um selinho lá no blog :)

    ResponderEliminar
  5. Definitivamente existem situações e pessoas que não merecem o nosso esforço e como tal, mais vale ignorar.
    A tua lasanha ficou fantástica!

    ResponderEliminar
  6. eu acho que a área de psiquiatria deve ser uma das mais interessantes,para mim claro :)! e sinceramente, não te conhecendo obviamente, acho que é a tua cara...sabes lidar com as pessoas, preocupas-te e entendes o que vai na cabeça dos outros, mesmo à distância!

    essa lasanha tem um aspecto incrível! em Frankfurt comi várias vezes massa, em alguns dos melhores restaurantes da cidade, a massa era caseirinha e digo-te, não se compara!!

    beijinhos :)!
    eu sei que é o último dia, mas hoje vou fazer as bolachas, prometido :)!

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana, maravilhosa lasanha que fizeste. Está com um aspecto apetecível.
    Quanto à tua escolha da especialidade, isso é uma coisa de foro tão pessoal, que só mesmo uns palermas se podem permitir opinar sobre o acerto/desacerto da mesma.
    A profissão é uma parte fundamental da nossa vida, e já que podemos escolher, a nossa escolha deve recair sobre algo que achemos nos pode trazer felicidade.
    E é isso que te desejo, felicidade na tua profissão, e na tua vida!
    Beiinhos e uma boa semana

    ResponderEliminar
  8. Ora é isso mesmo os cães ladram e a caravana passa, nem mais! Se é o que tu queres e gostas então a opinião dos outros não serve para nada mesmo, certo? ;)
    Também tenho uma dessas máquinas para estender massa e tenho-a utilizado muito, mas mais para fazer rissóis e assim essas coisas, massa fresca, apesar de já ter experimentado ainda não fiz, mas adoro, não tem nada a ver com as massas de compra é bem mais saborosa a meu ver! ;) A tua lasanha ficou uma tentação devo dizer! :)
    Beijinhos doces.

    ResponderEliminar
  9. Olá Joana,

    Bem, sempre achei a psiquiatria, oncologia, neurologia e neurocirurgia as especialidades médicas mais interessantes. Ultimamente até comecei a achar a psiquiatria uma profissão menos interessante, mas só porque devo ter conhecido os profissionais errados dessa área!

    Mas não acho que devas mesmo valorizar essas opiniões. Não passam de meras opiniões!!

    Beijinhos*

    P.s. Como sempre parece uma receita deliciosa!

    ResponderEliminar
  10. Já há mais de um ano que quero uma máquina de fazer massa, vi uma aqui em Leiria, mas a senhora disse que compravam mais aquilo para a massa dos rissóis e não sabia se dava para esse tipo de massas. Eu gosto de ter tempo só para mim, para me poder dedicar a coisas mais elaboradas e que ao mesmo tempo são tão simples ao paladar e tão boas!!

    ResponderEliminar
  11. Olá, Joana!
    Eu aplaudo a intenção de ires para psiquiatria... também trabalho em saúde mental e acho que é uma área muito interessante e abrangente, já que trabalha com a mente do ser humano...
    A lasanha ficou com muito bom aspecto e acredito que massa fresca faz toda a diferença!
    bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  12. Tu é que tens de decidir, já que és tu que vais viver com as tuas escolhas. Sinceramente, acho uma área fascinante, não sei se tem muita "saída" ou não, mas percebo o que te cativa.
    De resto, quanto a essas opiniões, tento ver se vêm de um genuíno interesse e preocupação (dos teus pais por ex, que poderiam ficar preocupados com o teu futuro) ou se é apenas ideias feitas debitadas, e depois respondo de acordo. :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Acho a psiquiatria muito interessante e sobretudo acho importante haver bons especialistas nesta área.
    Essa lasanha é sinónimo de comida de conforto!
    beijinhos

    ResponderEliminar
  14. Fizeste-me rir com a tua conclusão - é isso mesmo, os cães ladram e a caravana passa! :-) Tratar de "malucos" é bom, eu já o faço há uns anitos, portanto quando terminares a tua especialidade fazemos uma parceria (também sou da área da saúde mental, mas não médica). ;-)

    ResponderEliminar
  15. É tão fácil opinar sobre a vida dos outros, enfim, muito haveria a dizer.

    Ora essa lasanha deve ter dado uma trabalheira!!! Eu sou um bocadinho preguiçosa para fazer massa, ´mas reconheço que compensa só pela qualidade do que se come.

    Bjs

    ResponderEliminar
  16. Eu não sou médica, mas realmente existe a opinião formada que os psiquiatras são também eles "malucos". Mas pelo que os outros falam, ou porque as pessoas vêem muitos filmes e séries (que adoro admito) :), mas temos a percepção, que só estão ali para passar receitas com medicamentos, e nada mais fazem! E na minha opinião, acho normal, com o passar dos anos, muitos médicos psiquiatras, ficarem um pouco sombrios também...Só quem têm uma personalidade forte e fora de série é que durante anos e anos a exercer, pode manter a sanidade mental total! Podes ouvir essas opiniões, mas não passam disso!

    Eu pessoalamente, Neurologia e Psiquiatria, acho mesmo das mais estimulantes áreas da medicina, e não sou da área...mas penso que nada é mais misterioso que o cérebro!

    Mas algo que desperta o meu neurónio mais guloso é esta lasanha! :D*

    ResponderEliminar
  17. Olá! Nunca comentei aqui, só recentemente a sigo. Adorei o seu texto, que ao contrário do que inicialmente diz, penso que não estará a dizer mal de ninguém. Sinceramente, já não tenho paciência para tantos 'opinadores' de vida alheia. Siga o seu caminho, isso é o mais importante. E quanto aos que a criticam, será que uma consultazinha de psiquiatria não lhes faria bem? bjs

    Ana Teresa

    ResponderEliminar
  18. Olá Joana,

    As opiniões valem o que valem... cada um com a sua e a idéia é respeitar a dos outros.
    Quando assim não acontece, o melhor será ignorar se bem que nem sempre se consegue essa Mestria (falo por mim).
    A área de psiquiatria é, a meu ver, bem interessante e cada vez mais necessária na sociedade em que vivemos e não, não acho que estejamos a tratar com gente maluca, acho tão somente que estamos a tentar ajudar pessoas frágeis que se deixam abater por alguns obstáculos que lhes aparecem á frente.
    Até porque nem todos têm a mesma força mental e nem por isso deixam de ter o seu grande valor ! :)

    Fantástica a lasanha, tendo muito mais valor pelo esforço e tempo dispendido a executar a massa e a confeccioná-la !
    Nota máxima portanto ! :)

    Beijinhos

    Isabel
    www.blogdochocolate.com
    http://brisa-maritima.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. "Maluca" és de fazer massa fresca!!!! Tão "maluca" como o Olivier... e o que eu gosto de "gente maluca".
    Espero nunca precisar de ti. Nem de ti, nem de um cardiologista, nem de um patologista, nem de..., nem de..., nem de.... Mas se precisar, espero que seja de alguém tão apixonado pelo que faz como tu. pelo que sinto aqui colocas um pouco de ti em tudo o que fazes, basta "cheirar-te" as receitas, basta "viajar a teu lado" nas tuas crónicas.

    Beijinhos, Sweet

    ResponderEliminar
  20. Querida Joana mais uma vez somos mesmo parecidas ahahahha ora eu em tempos estive para seguir medicina e queria a especialidade de psiquiatria :P óptima escolha, muito sucesso, e quem diz que psiquiatria é uma seca ou que só trata malucos, devia ler um bocadinho mais porque é uma tremenda falta de conhecimento dizer isso :P
    ENfim...
    Falando da tua lasanha ficou soberba, que aspecto divino :P

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  21. Joana não queres vir morar para minha casa? Fazes sempre comidas deliciosas e com bom aspecto =)
    Quanto a essas pessoas que falaste, acho que nem é preciso dizer nada. Normalmente quando as pessoas criticam, principalmente não percebendo nada do assunto, é porque têm alguma dorzinha de cotovelo lá bem no fundo. Só tens de fazer o que o teu coração e vocação mandam.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  22. eu também sou muito firme nas minhas opiniões e faço por não falar demasiado na vida dos outros, muito menos fazer juízos de valor. cada um tem as suas opiniões, as suas vivências, e ninguém sabe o que vai na cabeça e no coração de cada um. quanto à tua decisão, não vejo o porquê de tanto alarido. eu considero uma área muito forte onde nem toda a gente é capaz de ser bem sucedido. é um área bastante misteriosa, para mim... boa semana * p.s- não gosto de lasanha ;p

    ResponderEliminar
  23. Olá :D
    Eu acho que há mesmo gente que não podemos simplesmente convencer porque, como já diz o ditado, "o maior cego é o que não quer ver". Tens que fazer o que tu pensas correcto e esquecer o resto :D
    A lasanha está mesmo com bom aspecto e confesso que nunca fiz massa assim e compro sempre massa feita :)
    Beijinhos e boa semana*

    ResponderEliminar
  24. Benditos psiquiatras, e a falta que fazem! Aqui no barlavento Algarvio então...muitas x nem há médicos para atender episódios de urgência, e as pessoas têm de ser conduzidas, com sorte ao HD Faro, ou pior, a Lisboa...Espero que sigas em frente optando pela especialidade que entenderes. Acho que nesta área irás ser uma mais-valia para tosos os que se cruzarem no teu caminho, pois és uma querida, e falta muito o lado humano em muitos colegas teus. E se dá para meter uma "cunha", não esqueças os familiares (não temos apoio nenhum, se não fizermos esperas aos médicos, não sabemos de nada, nem do que é que as pessoas padecem, nem do que é suposto fazer e como em quanto tempo, etc...Fico mesmo triste com esta situação!).
    E quanto à massa fresca, convenceste-me! Tenho também uma máquina dessas que apenas tenho usado para os pasteis de batata doce, parece impossível :-) Beijocas e boa semana!

    ResponderEliminar
  25. Sabes Joana... Às vezes as pessoas criam estereótipos... É apenas isso... Percebo o que sentes... No meu trabalho decidi deixar de trabalhar na sala de mercados (onde se compra e vende activos financeiros) para passar a trabalhar em auditoria... Nem imaginas as reacções... Julgam que me puseram lá, por castigo ou algo assim... As pessoas nao percebem que se todos gostassem do azul, nao faria sentido haver outras cores... Boa sorte!

    ResponderEliminar
  26. Vim aqui parar um pouco por acaso, mas já percorri muitas receitas, todas elas apetitosas! Detive-me nesta, em particular. Pela receita em si, mas também pelo texto que a acompanha. Não sou médica mas vivo rodeada deles ;) Inclusivamente sou descendente do famoso psiquiatra Júlio de Matos! Apesar de os vários médicos da família terem escolhido outras especialidades, todos consideramos uma área muito nobre e abrangente. E necessária! Cada um deve seguir o seu sonho, e a sua vontade.... O resto? não interessa!
    Babette

    ResponderEliminar
  27. Sinceramente pelo que já li neste blog parece-me que irás ser ou pelo menos tentar ser uma boa psiquiatra. Eu sinceramente gosto bastante dessa área e acho que os profissionais de saúde que envolvem as doenças mentais devem ser pessoas bastante bem psicologicamente, e que se possam chamar assertivas. Eu sei que ninguém é perfeito, mas há certas características que não se enquadram em certas profissões. Acho que a saúde mental deve evoluir em Portugal e tu podes ser um veículo para tal. Boa sorte!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />