14 de fevereiro de 2013

Arroz de frango com ervilhas no forno e o melhor conselho da minha mãe :)

I'm diving off the deep end,
You become my best friend.
I wanna love you
But I don't know if I can.
I know something is broken
And I'm trying to fix it,
Trying to repair it,
Any way I can.

Coldplay


Quando eu era adolescente chateei-me com a minha melhor amiga por causa de um rapaz. Éramos amigas desde os seis anos, e fiquei mesmo triste e desapontada comigo própria por ter permitido que aquilo acontecesse. 

Na altura falei com a minha mãe, que me disse algo que nunca mais irei esquecer. 

A minha mãe disse que os amigos eram como as árvores. Podiam crescer juntas, exactamente ao mesmo ritmo, mas nada nos garantia que os ramos não começassem a afastar-se uns dos outros com o tempo. Por outro lado, havia árvores que cresciam afastadas, mas cujos ramos se entrelaçavam devido a factores pelos quais não eram intrinsecamente responsáveis.

E mesmo que as árvores eventualmente se afastassem isso não significava que a dada altura das suas vidas aquelas árvores não tivessem crescido juntas de uma forma muito bonita.

(Os meus pais dão conselhos mesmo espectaculares, a sério.)


Estas palavras acompanharam-me desde então. Já fiz amigos, já perdi amigos, já reencontrei amigos, já sorri muito e já me desiludi muito, mas nunca me esqueci. 

Os amigos são como as árvores. As pessoas mudam e as relações mudam com elas, mas isso não quer dizer que não tenham crescido juntas de uma forma muito bonita.


Mas há coisas que nunca mudam, e o arroz de frango é uma delas. Delicioso e reconfortante. Nunca nos desilude.


Arroz de frango com ervilhas no forno

Ingredientes (para duas pessoas):

* 250g de peito de frango cortado em cubos;
* Duas medidas de arroz (fazemos sempre um bocado a olho); 
* Quatro medidas de água;
* 50g de ervilhas congeladas;
* Uma cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Uma colher de sopa de paprika (adoramos paprika cá em casa, mas podem reduzir um pouco se preferirem);
* Uma colher de chá de manjericão;
* Uma pitada de sal;
* Duas folhas de louro;
* Um fio de azeite

Confecção: 

* Refogar o alho e a cebola num fio de azeite e juntar o arroz, deixando refogar; 

* Acrescentar a água e juntar as ervilhas e o frango;

* Temperar com a paprika, o manjericão, o sal e o louro e deixar cozinhar um pouco;

* Transferir para o forno até secar bem.  



E hoje é o dia dos Namorados :) Apesar de já termos festejado na semana passada, a verdade é que hoje vai haver cá em casa um jantar bem romântico, com direito a francesinhas e fondants de chocolate :D 

Até amanhã! :D    

22 comentários:

  1. O conselho da tua mãe é muito sábio, gostei muito! Há pessoas das quais nos afastamos e outras das quais nos aproximamos em certos momentos da vida, mas o que interessa é saber que os amigos estão lá para nós :)
    E este arroz de frango é uma maravilha!! Ficou com um aspecto delicioso :)

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Eu fiquei deliciada com esse conselho da tua mãe e vou guardá-lo para um dia o transmitir aos meus filhos, porque realmente é algo bonito e verdadeiro.
    Um grande beijinho e adorei esse arrozinho no forno :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro um arroz assim no forno, deixa-me sempre bem satisfeita.
    O teu ficou perfeito.
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Adorei o conselho! Muito útil sem dúvida...

    E que arroz de frango delicioso! =)

    Beijinho**

    rainhadofashion.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. À parte do teu prato ser delicioso, o conselho da tua mãe é muito sábio!!!
    E se pensarmos bem tudo na nossa vida é assim feito de encontros e desencontros...
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  6. Belo arroz! Também tive na vida que aceitar o facto que nem sempre os amigos ficam, às vezes perdem-se nas voltas da vida... é difícil mas faz parte do crescimento!

    ResponderEliminar
  7. Lá por casa também vai ser especial, depois mostro ehehe

    ResponderEliminar
  8. Que belo conselho!
    Este parece um prato de arroz muito agradável e aconchegante!
    Bom jantar romântico... parece prometer ser uma delicia!
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  9. Acho que o jantar de hoje vai ser bem promissor. Adorei o teu arrozinho e concordo contigo em relacao as amizades.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Não sei se gosto mais do conselho e do que em si representa se da receita!
    Gostei tanto :)

    ResponderEliminar
  11. Já guardei, necessito de receitas assim, descontraídas e com óptimo aspecto!!

    ResponderEliminar
  12. Oi Joana, seus muffins de aveia ficaram lindos e este arroz parece delicioso.Adorei sua receita.Beijos querida.

    ResponderEliminar
  13. Olá Joana,
    identifico-me bastante com o que crescente e, realmente, a tua mãe dá-te conselhos mesmo espetaculares. De facto, todos nós fazemos novos amigos, perdemos amigos e muitas vezes reencontramos amigos que não perdemos mas com quem nos deixamos de dar porque os hábitos mudam e a vida evolui. E na realidade, nunca esquecemos, nem o bem nem o mal que nos fazem. Mas isso ajuda-nos a crescer e a aprender.

    O arroz ficou maravilhoso (só lhe tirava as ervilhas porque não gosto nem um bocadinho), de resto comia tudinho :)

    Feliz dia dos namorados!
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  14. Um conselho sábio!
    Esse arrozinho parece-me muito bem;)
    beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Os pais dão conselhos sábios... ás vezes só nos lembramos deles alguns anos mais tarde , mas ficam sempre na nossa memória. Assim como as pessoas que passam na nossa vida e nos tocam de alguma forma. Também tenho alguns amigos que o tempo levou para longe , mas não esqueço ...Não quero perder nunca essas lembranças :)

    Beijinho doce e feliz dia !

    ResponderEliminar
  16. Que conselho mais sábio e lindo Joana.
    Quem tem pais sábios como tu, ou como eu considero que tive, são pessoas afortunadas e que creceram com noções de valores e princípios.
    O arroz, mesmo confort food e delicioso!!
    Beijinhos grandes,
    Lia.

    ResponderEliminar
  17. Querida Joana,
    sábias palavras, gostei muito da sua postagem!
    Esse arroz ficou maravilhoso,prato único, bom demais!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  18. Joaninha,

    Para não comentar os teus posts um a um - assim não precisas de ir ver isso tudo, já que estou muito atrasada! – vou fazer um resumão de comentários:
    *Post dos 3 ingredientes – 40 comentários? Muito bem! Há muita gente que gosta da maneira como escreves e transmites as tuas paixões.
    A minha resposta: massa, salmão e bróculos!
    *As histórias que contas acerca de ti e do P., mostram a vossa evolução na relação…e na comida! É impressionante essa tua dedicação para conseguires conciliar os gostos (um bocadinho limitados vá!) do P. e o teu gosto por tornares a alimentação o mais saudável possível. Só amando muito as pessoas e a vida é que isso é possível. Porque tu predispões-te a ajudar e a fazer com que o mundo fique melhor. A tua mãe tem definitivamente razão! tu tens tanto amor para dar…,mas também mereces receber em dobro.
    *Minha nossa (with brazilian accent)!! Esse pão recheado com queijo e alheira parece perfeito. Eu nem me acho grande fã de alheira, mas com pão quentinho e queijo derretido ...era capaz de comer um pão alentejano todo (dos grandes!). Boa opção usares os pequeninos.
    Ia dizer-te que há alheiras de soja e seria uma alternativa interessante, mas atendendo ao que me disseste hoje…não me parece um grande conselho!
    *Gosto cada vez mais das tuas fotografias que captam diferentes ângulos do prato. A lasanha com os três cogumelos está supimpa!
    *Não acredito numa vida após morte. Penso que, quando morremos, morremos! mas de certo modo acho romântica a ideia da reencarnação e de já termos vivido em épocas passadas. Só que depois, pensando racionalmente, acho que quando o corpo definha, a alma também definha.
    *Fui ao Porto e não comi a fracesinha! Acabei por não almoçar nada de jeito e o jantar foi petiscos num restaurante da baixa…que não tinha francesinhas.
    *A esta hora já deves ter tido uma refeição extra romântica com o P ;)
    Beijinhos grandes!

    ResponderEliminar
  19. Os pais dão os melhores conselhos! É tão bom poder contar com eles.
    Arroz de frango: simples, familiar e bom! (Já arroz de pato, que só muda a ave, não gosto! :p)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  20. é uma bonita comparação essa que a tua mãe te fez... e bastante verdadeira...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />