23 de janeiro de 2013

Bagels integrais com sementes de sésamo e de papoila para um regresso a casa (ainda) mais feliz :)

Como estudante de Medicina tenho contacto com as mais variadas histórias de vida. Histórias de felicidade, de amor, de luta e de conquista, mas também histórias de tristeza, de desgraça e de miséria.

Desde o início do curso já chorei e já dei a mão a quem senti que precisava. Já ri às gargalhadas. Já julguei, e não me orgulho disso. Já brinquei e já aprendi muito.

Já agarrei a mão a uma rapariga enquanto ela estava a ter o seu bebé sozinha, e no entanto cruzei-me com ela no centro comercial dois meses depois e ela não me reconheceu.

Já disse a uma senhora que ia ter de fazer uma cirurgia que ia afectar a sua qualidade de vida para sempre, e no entanto nunca mais a voltei a ver e não faço a mínima ideia do que aconteceu depois.

Já falei durante uma hora com um rapaz que tinha tentado acabar com a vida pela 3ª vez, e no entanto não sei se as minhas palavras o ajudaram.

Há histórias que nos marcam profundamente, e é raro o dia em que volto para casa sem pensar em alguma dessas histórias.

Mas depois bato à porta e o Pedro abre, enquanto resmunga porque eu nunca abro a porta com a minha chave. Dá-me um beijo e pergunta como foi o meu dia. Pergunta o que é o jantar. E todas as histórias desaparecem da minha cabeça.  

Afinal, tenho a minha própria história para viver. E só me resta rezar para que as histórias dos outros corram tão bem como a minha.  

 

Bagels integrais (receita adaptada do blog 'Suvelle Couisine')

Ingredientes (para quatro bagels):

* 250g de farinha de trigo integral;
* Uma colher de chá de fermento de padeiro (aproximadamente 4g);
* Duas colheres de chá de açúcar;
* 125g de água;
* 50g de leite;
* Uma pitada de sal;
* Uma colher de chá de bicarbonato;
* Sementes de sésamo, de papoila e de linhaça;

Confecção:

* Dissolver o fermento de padeiro e uma colher de chá de açúcar em 50g de água morna e  deixar actuar durante vinte minutos num local quente (no Inverno coloco sempre na sala, porque está mais quente);

* Numa tigela juntar a farinha integral, o sal, a água restante, a mistura do fermento e o leite e amassar bem;

* Formar uma bola e colocar numa tigela;

* Deixar levedar tapado com um pano durante uma hora, ou até dobrar de tamanho;

* Colocar numa superfície enfarinhada, dar alguns murros na massa e deixar a descansar durante dez minutos;

* Dividir em porções e fazer bolas, furando cada bola no centro com o indicador;

* Colocar num tabuleiro, cobrir com um pano húmido e deixar descansar durante mais dez minutos;

* Colocar água a ferver com uma colher de chá de açúcar e o bicarbonato de sódio;

* Baixar o lume e colocar os bagels na água durante um minuto, virando a meio do tempo cada bagel com uma escumadeira;

* Retirar e secar bem com papel absorvente;

* Virar os bagels para pratos com as sementes escolhidas e colocá-los num tabuleiro;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante vinte minutos (ou até ficarem douradinhos);

* Deixar arrefecer sobre uma rede.


 


tinha feito bagels de mirtilos aqui e ainda bem que repeti a experiência, porque estes bagels ficaram verdadeiramente divinais :D Simples ou recheados com doce de morango ou com queijo fizeram as alegrias da malta cá de casa :D 

Hoje volto para Lisboa. A viagem para Edimburgo foi horrivelmente atribulada por causa do vento, por isso espero sinceramente que o meu voo de regresso corra melhor! De qualquer das formas Edimburgo é uma cidade lindíssima, e entrou directamente no top 5 das minhas cidades preferidas :D Depois mostro-vos as fotos :D 

Até amanhã! :D

20 comentários:

  1. Devem ser deliciosos, tenho que experimentar.
    bjs

    ResponderEliminar
  2. *-* yummi, e eu já reparei que não me dou muito bem com tudo o que envolva fermento de padeiro...não sei se me atrevo a experimentar estes apesar achar que já experimentei uns parecidos e são dos meus preferidos

    ResponderEliminar
  3. Olá Joana,
    além da vocação tem que ter amor pela profissão!
    Bela receita e sendo integral melhor ainda!
    bjs

    ResponderEliminar
  4. Na minha opinião a tua profissão é a melhor do mundo! :)
    Relativizamos muito mais as coisas!

    Eu falo por mim, que tudo é um problema na minha cabeça, e criei o blog como um escape à depressão!

    Já pensei imensas vezes em fazer voluntariado já que médica não sou ;), mas algo me diz que ficaria pior, e não conseguiria tirar as cenas menos boas da cabeça!

    Mas falando de coisas alegres :p Esses bagels estão com um aspecto ai ai! :D Com geleia maravilha!*

    ResponderEliminar
  5. Adoro bagels, e esses têm um aspecto maravilhoso :D

    ResponderEliminar
  6. Boa viagem de regresso!!! Vamos ficar à tua espera com o relato da viagem :)
    Em relação aos bagels, ficaram com um aspecto mesmo mesmo bom!!!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  7. Oh coisa chique, andamos tao saudaveis ehehe :)

    ResponderEliminar
  8. És uma menina VIVA. Eu adoro-te! ;)

    ResponderEliminar
  9. Penso que realmente o que importa é que as histórias te tocam, e não te sugam. Isso é importante para manteres o teu equilibrio e significa que és humana e sensível. Características indespensáveis a um bom médico.

    Um beijinho,
    Sweet

    ResponderEliminar
  10. nhamiii!
    Adorava conhecer Edimburgo :)

    ResponderEliminar
  11. Olá, Joana...
    Percebo bem o que dizes de trazermos histórias de vida dos outros para casa, eu sou psicóloga e, como deves imaginar isso acontece às vezes... mas, de facto, nada como viver a nossa propria vida, contarmos a nossa própria história...
    Quem sabe acompanhada de uns bagels destes que têm um aspecto tão bom!
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  12. Olá Joana,

    É verdade temos a nossa história, que está ligada à história de outros. Não podemos deixar de pensar nos outros também.

    Adorei a receita, um dia destes vou experimentar!

    até breve
    Paula

    ResponderEliminar
  13. Bem, isso tem um aspecto delicioso :D tenho de experimentar :)

    Durante a semana, e depois de ver as notícias do belo tempo que tem feito na Europa, lembrei-me várias vezes da vossa viagem :\ Mas já percebi que acabou por correr bem eheh

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  14. Têm mesmo bom aspecto....Eu estava sempre a comer se morasse em tua casa xD

    Olha, vou estar em Lisboa para a semana que vem, recomendas alguns sitios interessantes para visitar?


    bjs*

    ResponderEliminar
  15. Ao ler as tuas palavras... identifico-me tanto com elas, tanto! Também eu profissional de saúde vivo histórias alheias.... (sem palavras)!
    Continua, os teus pequenos/grandes gestos ajudam, tarde ou cedo, ajudam!
    ***

    ResponderEliminar
  16. Joana sem duvida que ser medico deve ser algo incrível... Porque nao ha um botão para desligar... São tão humanos como os outros (talvez mais)... E calculo que deva ser complicado lidar com muita coisa... Enfim! Vale o chegar a casa, nao é??

    ResponderEliminar
  17. Parabéns pela tua profissão! É uma profissão forte em todos os sentidos e é preciso ter muita coragem para certas situações..
    Nunca comi Bagels, vou experimentar hoje ou amanhã depois digo como correu :p

    ResponderEliminar
  18. Pelo que vejo ficaram excelentes. E sim, são um pouco mais 'massudos' estes bagels - eu pessoalmente adoro - mas para os homens convém sempre 'amaciar' com uma mistura de Farinhas.
    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />