15 de outubro de 2019

Pregnancy Diary #51

Quando há três anos as pessoas à minha volta sugeriam levar maquilhagem para a maternidade 'para dar um ar mais compostinho', eu achava que a malta não devia andar boa da cabeça. Pensava sempre que a última coisa que ia querer depois de ter um filho era maquilhar-me, e além disso as pessoas que iam visitar-me ao hospital não podiam estar menos importadas com isso. O Matias nasceu e eu não senti a mínima necessidade de estar pintada ou arranjada de alguma forma. 

Desta vez estou diferente.

Nem estava com mau ar, vá :D
E esta fofura da mãezinha aos dois dias? Estou mortinha que a nossa Gabi nasça :D :D :D
Agora quando marquei a depilação (desta vez marquei à confiança para as 38 semanas, espero que a miúda não decida nascer mais cedo!) aproveitei para marcar uma data de bodeguices fúteis: pedicure, cortar e pintar o cabelo (a minha obstetra diz que não há problema) e até pôr gelinho nas mãos pela primeira vez (a minha obstetra também diz que não há problema). Continuo sem qualquer vontade de levar maquilhagem para o pós-parto, mas isso é porque não sou de todo fã de estar maquilhada e sinto-me sempre pouco confortável. De resto, vou em modo cheguei como se fosse para um evento social e não para uma espécie de tortura medieval.

Beyonce Cheguei Desfilando Glamour GIF - Beyonce ImHere Modeling GIFs

Não sei bem a razão desta mudança. Sou a mesma pessoa, claramente vou receber as mesmas visitas, vai ser necessário um maior esforço adaptativo e uma gestão diferente das dinâmicas familiares (porque agora já há o Mati) e às vezes penso que ter o cabelo sem brancas devia ser a última das minhas preocupações. Mas pronto, se calhar são as hormonas. Se calhar é desta vez ser miúda. 

Vá-se lá compreender :D
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />