12 de junho de 2018

Sugestões de livros infantis até aos dois anos (e depois também!)

Hoje tive a minha primeira consulta pós-cirúrgica, e aproveitei o facto de ter motorista (a Joana) para ir à Ladurée (sempre a minha rotina depois das consultas porque aquilo deprime-me nem sei bem porquê, possivelmente Freud explica) e para passar pela Feira do Livro. Publiquei umas fotos sobre isso no meu Instagram (é privado mas podem mandar pedidos à vontade que eu aceito) e a Susana pediu para eu fazer uma publicação com uma espécie de top cinco dos livros infantis até aos dois anos.

Como eu sou muito simpática (e também porque estou deprimida porque é noite de Santos e há festa brava à volta da minha casa, mas eu estou enfiada na cama de óculos de sol a recuperar da cirurgia e o Pedro está de urgência), aqui vão algumas sugestões de livros. Não é um top cinco porque não consigo mesmo escolher, mas acho que levam aqui algumas ideias giras :D

Livros que a mamã interna de pedopsiquiatria gosta (e o Matias também)

Cá em casa somos adeptos de ensinar as emoções, e modéstia à parte somos mesmo bons nisso. O Mati ainda não sabe reconhecer números nem cores nem nada do género, mas consegue exemplificar imediatamente o que é estar contente, triste, zangado, surpreendido, relaxado, a pensar, concentrado, a gritar, a chorar e com medo (na verdade tenho uns vídeos amorosos com isso, qualquer dia mostro). É óbvio que os miúdos aprendem essencialmente pelo exemplo que lhes damos, mas não quer dizer que não falemos sobre o assunto - até porque nós próprios falamos bastantes vezes do que sentimos, analisamos as razões pelas quais temos determinados comportamentos, etc etc. É uma animação esta casa. 

Conheci este livro no trabalho e comprei-o hoje na Feira do Livro. Fui buscar o Matias às 15.30h, ele deitou-se às 20h e pelo meio quis lê-lo... Sete vezes. É um livro mesmo giro, com abas para puxar e para rodar, sobre os sentimentos bons e os menos bons :)



E por falar em sentimentos menos bons :D
Até agora este era o livro sobre emoções mais famoso cá em casa. Também é muito bonito e também fala sobre todos os tipos de sentimentos que temos no nosso coração :D Só peca por ser um bocadinho grande, mas o Matias gosta (vá, talvez eu goste mais do que ele confesso).
A ideia é a mesma. O livro está zangado, e depois vão acontecendo umas coisas que o deixam menos zangado :) É muito giro :)
A história de um rinoceronte (o Rodrigo) que só sabe dizer que não. Já falei dele aqui, faz parte de uma colecção com vários títulos (Não, Agora, Porquê, Mais, etc). Começámos a lê-la com mais afinco porque o Matias passou uma fase mesmo irritante em que dizia sempre que não A TUDO, mas não correu muito bem porque ele não percebeu a moral da história (basicamente o Rodrigo no fim lixa-se e percebe que dizer que sim é melhor) e passou a achar ainda mais piada a dizer não de uma forma ainda mais irritante (tipo a gritar com voz aguda, como nós fazíamos quando líamos a história). Possivelmente também não ajudou o facto de eu rematar sempre com algo do género 'mas não podemos dizer sempre que sim a tudo Mati, na vida também temos de dizer que não quando não nos sentimos confortáveis ou quando não gostamos ou quando não queremos alguma coisa #mamãpedopsiquiatra
Não é bem um exemplo de ensinar as emoções, mas é um exemplo de reforçar positivamente a tolerância. No nosso grupo de amigos temos pessoas homossexuais, mas não pretendem ter filhotes tão cedo. Não temos ninguém que seja mãe ou pai solteiro (ainda estamos na fase dos casamentos, não chegámos aos divórcios). Eu vou falando em casa de outras realidades que vejo na minha consulta, mas geralmente não o faço à frente do Mati. Aparentemente os amigos dele da creche têm os pais casados também. Vai daí, achei que fazia sentido mostrar-lhe outros exemplos de normalidade. Foi muito giro porque hoje ele quis ler o livro e a minha avó estava cá em casa (avó essa que tem 76 anos) e ela adorou também :D
Trouxe de Miami e o Mati pega nele de vez em quando, mas não mostra grande curiosidade. Mas eu já o li todo e é muito giro :D Vou voltar a impingi-lo quando ele for mais crescido :D

Livros que o Matias gosta (e a mamã também)

O Mati adora este livro. Infelizmente gosta particularmente de o ler connosco antes de ir para a cama, por isso passamos longos minutos assim: 'Matias - Este? | Eu ou o Pedro: É o ganso. Matias - Este? | Eu ou o Pedro: É o ganso. Matias - Este? | Eu ou o Pedro: É o ganso. Matias - Este? | Eu ou o Pedro: É o urso.' Tem os animais divididos por 'ambientes', o que é giro :)
Trouxe de Londres e o Matias adora puxar as abas e ir comentando as imagens :)
Depois de ter passado MESES durante a gravidez a dizer que os livros do Bolinha eram estupidificantes, hoje tenho a dizer que temos uns quantos e o Matias adora. Pronto, era só isto.
O Elmer também faz um sucesso enorme cá em casa, principalmente o livro dos amigos (que já sabemos de cor e que consigo declamar).
Foi uma prenda da Beatriz e inicialmente o Matias não achou grande piada, mas agora conhece as personagens e imita-as e gosta imenso do livro :D
Toda esta colecção é giríssima. Há vários: do Beethoven, do Bach, do Vivaldi, do Mozart, de instrumentos musicais variados...
Também já tinha mostrado este livro cá no blog, mas continua a ser um grande sucesso cá em casa. Curiosamente, aldrabamos à grande a história (e todas as do género). Cá em casa o lobo nunca é mau, está a pregar partidas ou a brincar às apanhadas com os cabritinhos ou com os três porquinhos :D Há uns dias estava a contar esta história ao Matias e ele disse 'o lobo come os memés' e eu fiquei em choque e disse ao Pedro com um ar dramático 'não sei quem lhe ensina estas coisas, deve ser na escola!' :D Aqui é sempre tudo tão soft que não há atirar o pau ao gato, os polícias servem para ajudar as velhinhas a atravessar a rua (literalmente, já lhe disse isto) e o lobo NUNCA COME OS MEMÉS.
Também é um sucesso cá em casa, e é a história de um cão que vai viajar e vê coisas muito giras :D
E pronto, entramos na temática preferida do Matias. O Matias ADORA dinossauros. Mais do que tudo no mundo (talvez com a excepção da mamã, do papá e do pão). Quer sempre vestir as roupas com dinossauros, ler as histórias de dinossauros, brincar com os dinossauros e por aí fora. Desde o aniversário dele começámos a mostrar-lhe alguns desenhos animados, e a única coisa que ele vê é a Ovelha Choné... E o Comboio dos Dinossauros (que ele vê aos cinco minutos de cada vez e depois farta-se, mas pronto) :)
O Matias adora também e é muito giro. Tem o estilo do 'Não' do rinoceronte Rodrigo, mas acho que é mais simpático :)
Este livro já faz sucesso cá em casa praticamente desde que o Matias nasceu. É um livro com pop-ups de dinossauros, alguns deles bem assustadores :D É o único livro do género que não teve um destino infeliz (os outros livros de pop-ups acabam sempre aos bocados) :)
E vocês, têm sugestões? Esqueçam, não quero saber, depois vou comprar os livros e estou a um livro de distância do Pedro me internar compulsivamente :D

9 comentários:

  1. Obrigada Joana. Vou comprar alguns desses livros para o João.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Nós temos o "Mais" e o "Agora!" do rinoceronte Rodrigo mas a Mini-Tété também ainda não apanha a moral da história. Outro que achamos giríssimo é o "Há um monstro no teu livro", em que tens de fazer acções (como soprar com força, gritar, abanar o livro ou incliná-lo) para ver se expulsas o monstrinho do livro. Faz um sucesso cá por casa. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fui ver e parece muito giro :) Acho que vou comprar :)

      Sim, deste lado a moral da história passa ao lado do Matias, e na verdade ele acha giríssima a postura do Rodrigo -.-

      Eliminar
  3. Por aqui devoramos livros infantis. Eu, o meu namorado e as minhas filhas (4 e 2 anos) temos todos cartão e preciso - literalmente - de ir de saco de rodinhas à biblioteca para trazer 20 livros de cada vez. E lemos todos os infantis numa semana. Várias vezes.
    As miúdas adoram livros e tanto nos pedem para ler como se entretém sozinhas com eles, mesmo a mais nova.
    Os livros são um mundo e elas aprendem imenso vocabulário (e outras coisas) com eles. E posso dizer que os preferem largamente ao iPad e aos desenhos animados.
    Por isso tenho montes e montes de sugestões. Vou deixar só algumas (de muitas) que tenho no blogue:

    Dicionários de imagens (adoramos):
    http://www.vinilepurpurina.com/da-biblioteca-9-dicionarios-de-imagens-390996

    Uma das nossas coleções preferidas:
    http://www.vinilepurpurina.com/o-sapo-apaixonado-um-livro-maravilhoso-365388

    Outros:

    http://www.vinilepurpurina.com/o-que-trouxemos-da-biblioteca-esta-345779
    http://www.vinilepurpurina.com/o-que-trouxemos-da-biblioteca-esta-367580

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Matias também gosta imenso da biblioteca :D Só ele é que tem cartão, acho que trazer três de cada vez já é bom senão qualquer dia nadamos em livros :P Ele também se entretém muito bem sozinho com eles, embora também goste de outras coisas (Legos, jogar à bola, brincar com animais, por aí). Bonecadas vê mesmo muito pouco. Agora já o deixamos ver desenhos animados e até ficamos tristes porque nunca vemos um episódio do Comboio dos Dinossauros até ao fim, cinco minutos depois ele levanta-se e vai desligar a televisão porque já não lhe apetece ver mais :D

      Eliminar
  4. Cá em casa somos viciados em livros infantis (e nos outros também) e vou quase todas as semanas à biblioteca com as miúdas (4 e 2 anos). Elas gostam mais de livros do que de ver tv ou brincar com o iPad e entretém-se imenso tempo - mesmo sozinhas - com os livros.
    Como temos os 4 cartão (eu, elas e o meu namorado) chego a trazer 20 de cada vez e lemos tudinho várias vezes.

    Tenho montes de sugestões no meu blogue mas deixo apenas algumas dos meus preferidos:

    Dicionários de imagens (adoramos):
    http://www.vinilepurpurina.com/da-biblioteca-9-dicionarios-de-imagens-390996

    Uma das nossas coleções preferidas (sobre emoções):
    http://www.vinilepurpurina.com/o-sapo-apaixonado-um-livro-maravilhoso-365388

    Outros:

    http://www.vinilepurpurina.com/o-que-trouxemos-da-biblioteca-esta-345779
    http://www.vinilepurpurina.com/o-que-trouxemos-da-biblioteca-esta-367580

    ResponderEliminar
  5. Joana, conheces a Bruaá? É uma editora de livros infantis made in Portugal. Sou suspeita, porque tenho o imenso privilégio de conhecer as pessoas que dão vida a este projeto, mas os livros que editam são absolutamente maravilhosos! Espreita o site, por favor: http://www.bruaa.pt/

    Este livro é maravilhoso: http://www.bruaa.pt/loja/se-as-macas-tivessem-dentes/ (mas é tão difícil escolher só um!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fui ver o site e realmente só conheço o Lágrimas de Crocodilo, que já trouxe da biblioteca :) Vou ver com mais calma, mas parece ter coisas muito giras :)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />