23 de outubro de 2017

Rússia 2017 #8

(Porque é que eu sou tão chata a seleccionar fotos? Porquêêêê? Confesso que já estou um bocadinho farta da foto-reportagem da Rússia. A boa notícia é que aprendi a lição e depois disto fiquei muito mais resumida - como irão ver nas próximas viagens!).

Não tenho conseguido fazer publicações durante a semana. Até nem temos tido muito trabalho, mas depois de deitarmos o Mati entramos na azáfama cozinhar-jantar-arrumar-limpar-puzzle-ler-quizzes-séries e sinceramente nem me lembro que o computador existe.

De qualquer das formas, a nossa vida está na mesma. Continuo de dieta, continuo vegetariana, tivemos mais um fim-de-semana animado (fomos ao Oceanário!) e ando muito entusiasmada à procura de uma academia de artes marciais (vamos lá ver se corre bem!). Estamos em contagem descrescente para o Halloween e para o Natal :D

Enfim, aqui vão mais algumas fotos. Espero que gostem :D

A entrada do Peterhof :D





HORDAS!



Quem é que começa a compreender cada vez mais os bolcheviques? -------> EU
Os Romanov estiveram inicialmente exilados no Tsarskoye Selo, um palácio deste género. Coitados, ninguém merece.
(Por acaso diga-se que eles deviam estar bastante descontentes.)
Não se pode tirar fotos lá dentro (buuuuuu), mas depois do Hermitage achámos um bocadinho underwhelming :P
E quando saímos o tempo tinha piorado substancialmente :(
A propósito, a Anastasia nasceu aqui :D





Palácio Marly






Vista para o Golfo da Finlândia :D















Esta fonte só se ligava quando alguém passava. Mas era super giro porque não dava para passar de maneira nenhuma: se fossem mais perto do banco havia uns repuxos pequenos, se fossem mais longe havia uns maiores... Não dava para escapar :D


Tenham uma óptima semana :D

2 comentários:

  1. Adoro ver as fotografias das suas viagens! se não for indiscrição, qual a marca/modelo da sua máquina fotográfica?! não tenho tido grande dedo para escolher, mas a sua escolha parece-me bastante boa!grata :)

    ResponderEliminar
  2. Estive pelas cidades por onde andou, mais ou menos pela mesma altura. Confesso que fiquei fã de S. Petersburgo, que gostaria de tornar a visitar sem ser com guias (uma seca as pessoas que iam connosco). Contudo fiquei um pouco cheia de tanto dourado...e sim, compreende-se perfeitamente o porquê da revolução...

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />