5 de junho de 2017

Perto do divórcio.

(Em pleno planeamento da nossa viagem à Rússia em Agosto:)

Eu: Tinha pensado reservarmos este dia só para conhecermos o Hermitage, para podermos andar com calma e tal...
Ele: Mas eu não quero ir ao Hermitage. Estou satisfeito de quadros, obrigada.
Eu: (choque) (praguejar mentalmente) (rever as razões pelas quais amo o Pedro) Mas... É tipo *O* Hermitage. É como o Louvre. Ou o Prado. É como irmos a Madrid e não irmos ao Prado!
Pedro: Eu também não quero ir ao Prado.
Eu: Mas... É *A* cena mais importante em São Petersburgo...
Pedro: Passo.

Eu sofro.

6 comentários:

  1. Bom... Vais tu. Eu prefiro ver esses museus sozinha. :D

    ResponderEliminar
  2. Esse titulo matou-me... Lol
    Bem, vou dizer para ires sozinha (quem me dera ter coragem mas sou hiper, super "dependente" dos meus Homens... :-(

    Beijinhos,
    Clarinha
    http://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Paciência de Santa!!! XD Em nossa casa somos os dois papas museus, por isso é raro haver um a contestar a dica do outro. Contudo, tenho uma amiga que se queixa do mesmo: o marido dela adormeceu no banco no museu do Prado.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Primeira vez em Londres com Sr Fofinho, 1 semana inteira - vi o estádio do Wembley. Vi o do Chelsea debaixo de chuva e o do Arsenal. Em amesterdão cheguei a fazer o tour do arena, foi à sala de imprensa e até ao relvado e balneários. O meu interesse por futebol é zero, mas como acho que as viagens têm que ser 50% de gratificação e compromisso era um dia para ver as coisas dele e um dia para ver as minhas coisas. O importante era criar memórias juntos. Mas compreendo a tua frustração, há certas coisas que jamais fazemos juntos porque somos muito diferentes. Ele este ano foi com os amigos ao concerto de korn e eu fui ao circo de solei com a madrinha porque não é a "cena" dele...

    ResponderEliminar
  5. O jeito que me fez o Hermitage... Logicamente, estava na lista dos must-do, mas as circunstâncias fizeram com que fosse em condições totalmente diferentes das planeadas. Chegámos a St. Pete's cerca das 7h da manhã. Depois de termos sido ignorados, insultados e recusados atender por alguns locais, ajudados por uns estudantes bêbedos e de termos aprendido a ler cirílico em tipo 5 minutos, lá apanhámos o metro para o nosso hotel. Chegados lá, não nos deixaram ficar por ali à espera da hora de check-in, e portanto, postos na rua às 9h da manhã, gelados e subnutridos :) , o que fazer? Andar até ao Hermitage, tomar qualquer coisa no cafezinho cá fora enquanto o museu não abria, fazer festinhas nos gatos que habitam os jardins e depois passar ali uma manhã maravilhosa... (não estendemos para a tarde por pura exaustão)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />