19 de setembro de 2016

Quatro meses de Mati.

O Matias fez quatro meses na semana passada. Está um grandão. Olho para as fotos dele com dois meses e parece-me que já passaram dois anos e que ele está muito mais crescido agora (mas igualmente fofinho!). Aqui vão alguns detalhes dos últimos meses:

O Mati:



* Tem agora aproximadamente 7300g e 68cm (só fazemos as medições oficiais na consulta amanhã!). Continua muito comprido para a idade e a roupa para seis meses já lhe fica apertada.

* Continua muito sorridente e dá as gargalhadas mais lindas que já ouvi, principalmente quando lhe fazemos cócegas na barriga ou lhe damos turrinhas. Continua a acordar muito bem disposto e animado.

* Adora trocar a fralda e tomar banho.

* Ama loucamente as mãos e alguns brinquedos (sendo que o senhor Tobias e o Timon são claramente os preferidos). Começou agora a descobrir os pés. Também adora lamber os babetes. Nunca quis a chucha.

* Não gosta de estar deitado no colinho e quer sempre estar de pé. Também gosta de ficar literamente de pé em cima dos nossos joelhos e faz imensa força nas pernas.

* Tem a rotina de sono nocturno perfeitamente estabelecida: banho, swaddling, leitinho às escuras e em silêncio no nosso colo e caminha. Adormece por volta das nove ou dez e aos poucos vai dormindo cada vez mais horas seguidas: nos últimos dias tem dormido seguido até às nove da manhã, hora a que acorda para comer e volta a dormir mais uma horinha ou duas. Nos outros dias acorda por volta das seis ou sete para comer e dorme novamente até às dez ou onze. Também temos noites do demónio em que o senhor Mati decide acordar à uma, às três, às cinco e às sete, mas felizmente são raras.

* Por outro lado, de dia continua a ser chatalhão para dormir. É muito raro adormecer sozinho e precisa de muito colinho para adormecer. Farta-se de chorar porque não consegue dormir (a minha avó diz que o miúdo é 'impertinente para dormir'). Tanto dorme duas sestas de quinze minutos como três sestas de duas horas. Precisa sempre de um reforço do colinho para voltar a adormecer se acordar a meio da sesta. Adora ser embalado com força (às vezes dou por mim quase aos saltinhos no quarto).

* Continua a ser um tipo friorento. Gosta de roupinhas quentinhas e de estar enroladinho nos cobertores todos.

* Passou a ser frequentemente designado de 'o macaquinho' (porque está sempre a fazer 'uh uh uh uh uh' como os macaquinhos).

* É incrivelmente obstipado, embora não sofra muito com isso. Não fica desconfortável ou inchado, não tem cólicas, continua a comer bem... Simplesmente não faz cocó sozinho, e de três em três ou de quatro em quatro dias lá estamos nós a colocar o Bebegel (sim, porque a estimulação também não resulta).

* Gosta de estar à janela a ver as árvores e gosta de estar na espreguiçadeira. Adora o piano. Detesta o tapete de actividades. Aliás, detesta estar de barriga para baixo no geral.

* Já se virou algumas vezes, mas nada de muito concreto. Consegue movimentar-se no chão a rastejar.

* Adora fazer aviãozinho e gosta de lamber-nos e babar-nos! :D

* Já come sopinha, mas ainda está a ambientar-se a esta nova cena esquisita e provavelmente fica mais sopa no babete (e na mesa, e no chão, e em nós!) do que na barriguinha dele. Por outro lado, depois de uma fase em que parecia andar a beber menos leite decidiu recuperar o tempo perdido e bebe 180ml ou 210ml de três em três horas :)

* No geral é um miúdo muito curioso e alegre, embora seja muito chatinho para dormir de dia.


Fluxograma do choro do Matias
Eu:

* Continuo a sentir-me absolutamente impecável. Nunca tive baby blues, embora por vezes fique demasiado irritada com coisas bastante parvinhas.

* Continuo a sentir que estou a keep my shit together :D

* Deixei de sentir necessidade de dormir sestinhas, embora de vez em quando ainda aconteça (e sabe tão bem!).

* Tenho um problema sério com comprar demasiados livros infantis.

* Dos vinte quilos que alombei durante a gravidez, sobram ainda sete. Confesso que tenho tido imensas dificuldades em perder peso, talvez porque não estou suficientemente motivada para isso e tenho uma péssima rotina alimentar. Provavelmente vou conseguir perder mais peso quando regressar à vida caótica do trabalho, vamos ver.

* Ando entusiasmadíssima a planear festas e viagens (até já temos planos para 2018!) :D

* Já não sinto tantas saudades de trabalhar, mas também não estou propriamente desesperada com a perspectiva. É uma nova fase, com novos desafios, com as suas vantagens e desvantagens. O facto de o Pedro ficar em casa com o Mati durante uns tempos também ajuda, confesso.

É isto :D

8 comentários:

  1. É tão bom aproveitar estes momentos, quando eles são pequeninos,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
  2. Também não tive baby blues mas, para compensar, ando com um feitio terrível. Isso porque quero fazer uma data de coisas que fazia antes, e dar toda a atenção às miúdas ao mesmo tempo, e não percebo que com duas meninas pequenas é complexo. O "bode expiatório" desta vez é o DIU. Será que o Mirena me está a deixar louca?
    Às vezes, quando tenho um almoço de família cá em casa, percebo que se não voar vou deixar tudo atrasar. Depois uma das miúdas começa a choramingar e eu começo a stressar por não conseguir despachar-me. Agora optei por manter a calma e deixar as coisas levarem o seu tempo. Bem... ter calma é tão contra a minha natureza que dou por mim a cantarolar e a sorrir como uma louca enquanto brinco com as miúdas e cozinho ao mesmo tempo... com toda a calma do mundo. Curiosamente, desde que faço as coisas com mais calma, e uma de cada vez, faço muito mais coisas e tudo corre muito melhor. :P

    ResponderEliminar
  3. Joana, eu digo isto a toda a gente pois pode ser que funcione.
    O meu bebé também era muito obstipado e após muita pesquisa decidi experimentar o biberão com água Vimeiri Original e foi remédio santo.. obviamente não somos todos iguais mas partilho a minha experiência pode ser que ajude :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já experimentei e não deu resultado. Aliás, até sentimos que ele ficou pior das cólicas :/ Também já experimentámos água Luso, água morna, gotas de probióticos, mudar de leite... Agora desistimos de tudo e abraçámos a realidade :P

      Eliminar
  4. Há alguma razão para terem começado já as sopinhas? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando os miúdos são amamentados recomenda-se esperar até aos seis meses, mas na verdade a introdução das primeiras comidinhas deve fazer-se entre os quatro e os seis e não há grandes vantagens em esperar nos miúdos que fazem leite artificial. Como ele até é um miúdo bastante grande a pediatra achou que seria melhor começarmos já antes que ele deixasse de ganhar peso :)

      Eliminar
    2. Por aqui, mesmo com leite artificial, íamos esperar pelos 6 meses, mas íamos estar de férias nessa altura e achámos que estar a fazer a introdução de sólidos numa viagem ia ser tudo menos divertido. Por isso começámos aos 5. :)

      Eliminar
  5. Olá Joana! Aqui por casa a pequenota também era super obstipada, nada resultava! Tentamos de tudo, águas diferentes, gotas de próbioticos, varios leites (só num mês foram 6 leites, isto porque ou lhe davam imensas cólicas ou então faziam-na bolsar imenso!). Até que um médico nos disse para tentarmos dar 2 leites intercalados o nan Confort e o Nutriben Ar! E foi milagroso, todos os dias agora faz o seu coco! Eu sei que cada caso é um caso e o que resulta para um bebe pode não resultar para outro mas não custa tentar :) Beijinhos

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />