4 de maio de 2016

Pregnancy Diary #125

Há dois dias a minha obstetra fez-me o stripping (o descolamento das membranas, o 'toque maldoso', aquilo que algumas pessoas consideram 'violência obstétrica'). Não me doeu rigorosamente nada, e se não estivesse a sangrar um bocadinho desde então confesso que achava que ela não tinha feito nada. Acho que as massagens no períneo estão a resultar e tenho oficialmente a Schwarzenegger das pipis :D

Tive algumas contracções dolorosas depois, principalmente durante essa noite. No entanto, há algumas semanas que as tenho e sinceramente pareceram-me semelhantes - talvez mais intensas e mais longas, mas nada de especial.

A minha obstetra vaticinou novamente que 'provavelmente não durava até à próxima Segunda-feira', mas eu já não acredito em ninguém e continuo a viver a última fase da gravidez de uma forma incrivelmente serena. Na verdade, acho que nunca estive tão relaxada.

Pelo que leio nos fóruns, normalmente nesta fase a malta começa a desdobrar-se em actividades para (supostamente) provocar o parto, como caminhadas de 6h, subir e descer escadas durante 2h, comer comida picante, tomar banhos quentes, beber chás, fazer estimulação dos mamilos ou ter relações sexuais, mas muito sinceramente eu tenho aproveitado os últimos dias para descansar muito. Afinal, vou querer estar impecável e cheia de energia para o momento do parto :) Por isso tenho dado uns passeios, mas sem grandes loucuras. Quando a nossa coisinha fofa quiser aparece :)

E é assim que estamos por aqui, a aproveitar os últimos dias :D

20 comentários:

  1. Que estes últimos dias te permitam realmente descansar, que continues com essa serenidade e que, quando chegar a hora, corra tudo bem :)

    ResponderEliminar
  2. Vai tudo correr bem,....sinto que estás calma e serena e mesmo pronta para a chegada do bebé. Eu quando a minha filhota estava para nascer, andava a 1000,...ansiosa, nervosa e depois as pessoas que nos rodeiam, também não me ajudaram muito. "tem cuidado; não faz isto; não faças aquilo; ai que vai doer tanto; eles depois vão te fazer a depilação toda por baixo; ai assim e ai assado!",...quando teve que ser,.....foi único,....senti as dores claro,...mas de todo, longe, daquilo que diziam,...enfim,...que tenham uma hora pequenina e quando eu vier cá,....se calhar já tens o teu bebé nos braços,...beijinhos!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, as pessoas à minha volta estão mais nervosas do que eu :) Mas faz parte :D

      Eliminar
  3. E fazes tu muito bem :-) Descansa e aproveita cada minuto!!! Vai tudo correr bem!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho aproveitado sim :) Hoje já dei um passeio, fiz umas compras, agora estou a descansar e daqui a pouco tenho uma consulta... E assim se passam os últimos dias :)

      Eliminar
  4. E fazes muito bem, Joana. Quando o teu bebé quiser, aparece. Não adianta fazer maluquices. Desejo-te uma hora pequenina, e vais ver como é maravilhoso quando a tua coisinha fofa te fizer Mãe!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que tudo corra maravilhosamente bem e que seja o mais próximo possível do que desejas! Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  6. Espero que corra tudo muito bem, que bom que estás tão serena :)

    (PS: acho que as pessoas só consideram o stripping violência obstétrica quando é indesejado ou quando não é comunicado de todo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que depende muito da confiança que se tem com o médico obstetra. AO longo da gravidez fui falando com o Pedro e era da opinião de que o stripping era desnecessário. Achava que doía e que não valia a pena passar por algo desagradável 'só' para acelerar o trabalho de parto. Antes da consulta de Segunda falámos novamente sobre o assunto porque achei que iria acontecer, e concluí que na verdade confiava na minha médica para decidir o que seria ou não melhor. Não faço questão de acelerar o trabalho de parto, mas também não faço questão de durar até às 41 semanas. Confio nela e sei que não o faria por uma questão de lhe dar mais jeito (até porque nem é ela que me vai fazer o parto, por isso é-lhe indiferente se é hoje ou daqui a uma semana). Simplesmente deixei que fosse a médica a decidir se valeria a pena fazer um procedimento que é médico, logo é da responsabilidade dela decidi-lo. Não me foi perguntado (embora saiba que teria sido aceite se tivesse dito que não queria) e nem me foi comunicado (só depois), mas não me senti violentada de forma alguma. Mas lá está, é algo construído numa relação de confiança. Talvez se tivesse sido uma pessoa que não conhecia de lado nenhum e se tivesse doído imenso me tivesse sentido agredida de alguma forma, não sei.

      Eliminar
    2. Fico muito feliz com o facto de estares a viver em pleno estes últimos dias de gravidez :)

      Sobre o teu comentário acima, eu também tenho uma relação muito, muito boa com a minha ginecologista e confio plenamente nela. Agora, num caso concreto como naquele em que um médico realiza um procedimento como o stripping sem informar previamente o paciente, eu não consigo concordar... Porque é muito por aí que passa um dos pressupostos da violência obstétrica: a desinformação, a incomunicabilidade na relação médico-paciente. No teu caso não houve violência obstétrica, mas noutras situações com muitas semelhanças com a tua já poderia haver fundamento para tal. Não quero parecer fundamentalista nem coisa parecida, só acho que se fossemos mais rigorosos com certas coisas deixávamos de ter 90% das chatices que temos, eu sou da área do Direito e isto é muito verdade neste contexto.


      Chega de discursar, um beijinho muito grande e tem um parto delicioso :)

      Eliminar
    3. Inês são pontos de vista :) Se fosse fazer uma cirurgia não faria sentido o médico perguntar-me se preferia que ele usasse a técnica x ou a técnica y. Eu confiaria nele, tal como confio na minha obstetra para fazer o que acha melhor. É claro que se fosse algo que não queria mesmo o diria, mas nesta situação em específico não foi o caso. Não pareceste de todo fundamentalista, são pontos de vista diferentes e eu respeito isso. Sinceramente, como já disse acima, eu própria não queria o stripping antes, e se mantivesse essa opinião e a verbalizasse e o procedimento fosse feito ficaria obviamente muito chateada. Mas nós temos tendência a ver o parto e as coisas relacionadas com ele como procedimentos médicos, que devem ser decididos pelos médicos. É mesmo defeito de profissão :P Percebo perfeitamente quem sinta que o stripping é uma violência obstétrica (conheço pessoas que dizem que o delas doeu mais do que o parto em si e que não foram consultadas) e consigo empatizar com isso claro. Talvez tenha soado demasiado cínica no que disse acima e tenha passado a mensagem de que acho que as pessoas que consideram o stripping uma violência obstétrica são umas choninhas, mas a minha opinião continua a ser a mesma: não me senti violentada e acho que as pessoas devem confiar nos seus obstetras :)

      Eliminar
  7. Continua assim, calma e serena. Quando o bebé quiser, ele vai nascer. Até lá, ficar calma é a melhor coisa que se pode fazer :)
    Beijinhos e que tudo corra bem.

    ResponderEliminar
  8. Tudo a correr bem Joana, não tarda nada tens o teu príncipe nos braços 😊
    Em relação ao "toque" posso dizer-te que foi a pior coisa que me fizeram e sem qualquer aviso... No meu caso o parto foi muito mais indolor (abencoada epidural)!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. Fazes muito bem em descansar porque depois precisas da energia toda!

    ResponderEliminar
  10. A minha nasceu no dia 1 de cesariana e correu tudo bem já estamos em casinha 😍 beijinhos e votos de uma meia horita bem pequena.

    ResponderEliminar
  11. descansa e aproveita bem esta fase final :)

    ResponderEliminar
  12. É bem verdade que as relações sexuais (com um bom orgasmo, claro!) aceleram o trabalho de parto. Experiência própria, não há 40 semanas que aguentem ;-)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />