21 de abril de 2016

Pregnancy Diary #121

Depois de ler alguns relatos de partos (e de visitar o Garcia de Orta) apercebi-me que actualmente é uma prática relativamente comum a malta levar a sua própria música para o bloco de partos. E há quem leve de tudo, desde Mozart a Anselmo Ralph.

Ora eu sempre achei isto tudo uma grande tontice, e confesso-vos que a minha última preocupação é levar música (respeito quem o faz, mas a mim não me parece de todo importante).

Mas não nego que seria épico conseguir ser eu a tirar o meu pimpolho (sim, há esse projecto, já vi vários partos em que isso aconteceu e é algo absolutamente lindo) ao som desta música.


Por via das dúvidas vou levar o Ipod. Nunca se sabe :D

23 comentários:

  1. Bem... nunca vi o Rei Leão. Ainda és tu que me vais por a ver este filme com a minha filha. :P

    ResponderEliminar
  2. seria mesmo maravilhoso... tenho pena de não ter podido ser eu a tirar os meus filhotes, vi um video de um priminho que nasceu assim, no Garcia e é lindissimo... com ou sem musica ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostava muito que desse. Provavelmente não vai dar porque vou ter de ter um parto específico por causa da questão cardíaca, mas se desse adorava :D

      Eliminar
  3. "Mas não nego que seria épico conseguir ser eu a tirar o meu pimpolho"... Bolas! Isso deve ser o cúmulo da flexibilidade! heheheh
    Descobri este blog há pouco tempo e vou acompanhar para ver se aprendo alguma coisita ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peço desculpa, mas nem sequer é preciso estar sentada :). No meu último parto, o quarto, perguntaram.me se gostava de ser eu a puxar o bébé. Apesar de não estar muito bem a ver como isso iria acontecer, disse que sim. O que é certo, é que mesmo na posição normal, de cada vez que fazemos força já nos inclinamos bastante para a frente e não ficamos assim tão longe ;). Quando a enfermeira me disse, "vá é agora mãe, segure aqui por baixo dos bracinhos e puxe o seu bébé", eu disse logo que não chegava lá mas não foi nada difícil. Achei-o tremendamente escorregadio e tive medo de o deixar cair :P mas foi uma experiência inesquecível, adorei mesmo, foi sem dúvida o melhor parto de todos!!

      Eliminar
    2. Sim, eu quando escrevi sentada foi uma espécie de 'mesmo que se esteja deitada, basta sentar-se ligeiramente' :) Eu acredito que seja uma experiência impressionante, pelo menos foi nos partos que vi e gostava muito que desse para o fazer :)

      Eliminar
  4. Acho que uma música de fundo deve tornar a experiência ainda mais única :) Por curiosidade, se puderes e quiseres responder: fizeste plano de parto?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiz sim, mas na verdade o Garcia já faz todas as coisas que tinha escrito lá :P Também não tinha um plano de parto nada exigente, lá está, sei que a maioria das intervenções que fazem são necessárias e tinha mais preocupações com algumas questões relacionadas com a minha área (por exemplo, a parte do contacto pele a pele com a mãe e com o pai, ou esta questão de gostar de ser eu a tirar o bebé, etc). Mas sinceramente o hospital é mesmo impecável nesse aspecto, por isso percebi logo que não precisava de plano :)

      Eliminar
  5. Voltar depois de tanto tempo e passar quase duas horas a ler as tuas aventuras e novidades, que bom. Parabéns por tudo que tens conseguido. Pelo casamento, pelo livro, pelas viagens, pelo bebeeeeeé. :)) Pela escrita maravilhosa. Parabéns Joana.
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Angie :D Pois é, estás de volta :D Bem-vinda :D Os últimos dois anos foram uma animação de facto :D :D :D :D

      Beijinhos! :D

      Eliminar
  6. Esta musica é qualquer coisa mesmo :)

    ResponderEliminar
  7. Eu acho que quando o bebé estiver para nascer nem tens tempo de pegar no Ipod :)
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />