19 de novembro de 2015

Nova Iorque #18 - Top of the Rock e Chinatown :)

Hoje trago-vos as fotos do sexto dia da nossa viagem, que começou de uma forma relativamente atribulada.

Comecemos pelo início da história: tínhamos decidido comprar online os bilhetes para os museus, e assim evitar as longas filas no local. Como o plano tinha sido organizado por mim (com uma ajudinha da Joana e do Bernardo, claro) fiquei responsável por comprar os bilhetes, e assim dois dias antes de partirmos comecei a minha tarefa.

Comprei os bilhetes do MoMA. Os bilhetes para o Top of the Rock exigiam que marcasse uma hora pré-definida, por isso decidimos comprar quando chegássemos. Os bilhetes para o 9/11 Memorial Museum também (e ainda bem que não comprámos, porque acabámos mesmo por não ir). Comprei os bilhetes para o AMNH e para o Met. E quando ia comprar os bilhetes para o Guggenheim... Não dava.

O museu estava fechado no dia em que eu tinha organizado nós lá irmos, Quinta-feira, e Sexta-feira era o nosso último dia em Nova Iorque.

Depois de uns minutos de pânico, arranjei uma solução: os bilhetes para o Met eram válidos durante um ano, por isso bastava trocar o dia do Met com o dia do Guggenheim e ir a este último na Quarta-feira. Comprei bilhetes para Quarta, e tudo ficou resolvido.

O problema foi que nos esquecemos TODOS disto, e fomos ao Met na Quarta. Não satisfeitos com isso, na Quinta dirigimo-nos para o Guggenheim todos contentes, e só nos lembrámos do pequenino problema do museu estar fechado quando batemos com o nariz na porta.

O que fazer? Era o penúltimo dia da nossa viagem, tínhamos os bilhetes comprados para o dia anterior e já tínhamos bilhetes para o Top of the Rock para o dia seguinte. Vai daí, esperámos por um milagre: fomos ao Top of the Rock, fizemos o nosso maior sorriso e pedimos para nos alterarem o bilhete para esse dia - rezando para que no dia seguinte fizessem o mesmo no Guggenheim.

E sabem que mais? Tudo ficou bem. Fomos ao Top of the Rock na Quinta e ao Guggenheim na Sexta. Rimo-nos à brava disto (depois, porque no momento apeteceu-me dar um tiro em alguém). E foi um dia muito bem passado :D

O já habitual pequeno-almoço dos campeões: smoothie de frutas (este de maçã, morango e uvas) e um bagel com cream cheese :)



Vamos ao Guggenheim, vamos ao Guggenheim, la la la la la laaaaa!
Isto parece tão parado! Será de ser cedo?
Mmm. Que dia é hoje? É Quinta. Ups :O
Bem, hora de ir para o Rockefeller Center executar o plano B!

E apaziguar a auto-comiseração com trufas de mousse de limão da Godiva <3
Empurradas por um milkshake :D (a dividir pelos três)

No Top of the Rock :D
O Top of the Rock está aberto todos os dias, das 8h às 24h. O bilhete custa 32 dólares por adulto. Se optarem por comprar o Sun & Stars Pack podem visitar duas vezes no mesmo dia, uma durante o dia e outra durante a noite, por 45 dólares por adulto (nós chegámos a pensar nesta hipótese). Os bilhetes comprados online precisam de ter uma hora adjudicada, e os bilhetes que compram no local também. No nosso caso, chegámos lá por volta das 10.30h e os bilhetes disponíveis mais próximos eram às 12.15h.



Uma das nossas dúvidas prendia-se com qual dos edifícios visitar, entre o Empire State Building e o Top of the Rock. Lemos muito sobre o assunto e perguntámos a outras pessoas, e no fim optámos por ir ao Top of The Rock porque concluímos que seria mais interessante. Gostámos bastante, embora não tenhamos grande ponto de comparação :)

Olá Empire State Building!








Depois fomos almoçar a Chinatown :)
















Na High Line, uma antiga linha de comboio sobre a cidade que foi desactivada e convertida num parque :)


Vista para o Empire State Building :)





Flatiron Building :)

Até amanhã! :D

8 comentários:

  1. As vistas do Top of Rock são mesmo de cortar a respiraçao! Achei o Flatiron Building muito interessante, não conhecia! Fiquei foi a babar-me toda por ver os crepes chineses que eu amo de paixao! Comi quando fui aos States e nunca mais comi, recusei-me com receio que os de cá não correspondam às expectativas e prefiro guardar na memoria e no palato o sabor dos que comi na america! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que cá também há bons crepes chineses! Mas os de lá eram realmente deliciosos :D

      Eliminar
  2. Tenho que aprender a fazer smothies, fico sempre a babar-me para os teus. =)
    Mais uma vez as fotografias estão maravilhosas! Ai, a vista do Top of the Rock... =)

    ResponderEliminar
  3. Então e compras? Não te perdeste nas imensas lojas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é muito o meu género sinceramente :) Comprei peanut butter cups (dois quilos deles), os M&Ms azuis que mostrei num dos posts anteriores e a decoração de Natal da gravidez, mas fora isso sinceramente não me lembro de ter comprado mais nada :) Não sou muito pessoa de compras ;)

      Eliminar
  4. Aqui a je fez, com tanto jogo de cintura de arranjar um dia porreiro, mais barato e sem tanta afluência de pessoas, ir a Versalhes no único dia da semana em que aquilo está fechado -.-''

    (O que vale é que os meus pais acharam que os jardins -abertos- estavam bem abaixo das expectativas deles e acharam que não valia a pena voltar de propósito. Ou, como também disseram : "isto também tem sempre de ficar alguma coisa por ver, senão que motivo temos para daqui a uns anos irmos novamente a Paris?" :p )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso gostei bastante de Versailles :) Mas também só lá fui para aí da quinta vez que estive em Paris ;) Tem de ficar sempre qualquer coisa para ver da próxima :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />