29 de setembro de 2015

Arroz de pato e uma história com um final feliz :)

2345meia78!
Tá na hora de molhar o biscoito!
Eu tô no osso mas eu não me canso!
Tá na hora de afogar o ganso!

Gabriel, o Pensador




Eu e o arroz de pato temos uma relação muito engraçada.

Nunca gostei particularmente de arroz de pato. Não sei se me fazia confusão porque achava o pato um animal fofinho ou se simplesmente não gostava do sabor, mas a verdade é que nunca fui de todo fã do prato.

Até ter vindo para a faculdade.


Alguns meses depois de ter entrado na faculdade, a Joana convidou-me para ir almoçar a casa dela. Aceitei toda entusiasmada (estava cansada de comer croquetes e rissóis), mas logo a minha alegria esfumou-se quando ela me disse que o almoço era arroz de pato.

'Não me vou armar em esquisita' - pensei eu. E comi.


Comi comida caseira pela primeira vez em algum (demasiado) tempo. E juro-vos, quando a primeira garfada entrou na minha boca as minhas papilas gustativas ficaram tão histéricas que eu quase ia chorando.

Comi tão depressa que a Joana deve ter pensado que não comia há dias, e ofereceu-me um tupperware com as sobras do arroz de pato para eu trazer para casa. E ao jantar deliciei-me novamente, de tal forma que só me faltou lamber o tupperware no fim.


Desde então, passei a gostar de arroz de pato. Mas nunca o tinha feito em casa: achava que o pato era caro (e é, na verdade) e que era uma receita difícil de conseguir acertar na perfeição. No entanto, há algumas semanas decidi arriscar e comprar um peito de pato no supermercado. Afinal, na pior das hipóteses, descobria que o meu medo era acertado.


O resultado superou as minhas expectativas de uma forma estrondosa. Este foi sem sombra de dúvida o melhor arroz de pato que já comi, embora pense que isso não se deve apenas ao facto de ser uma boa receita, mas também ao facto de o arroz de pato ser efectivamente um prato delicioso.


No fim, foi mais uma meta superada. E agora, a anos-luz da caloira da faculdade que só comia porcarias, volto atrás no tempo e sou novamente aquela menina fascinada com as papilas gustativas histéricas.


Arroz de pato

Ingredientes (para três pessoas):

* Um peito de pato;
* Três folhas de louro;
* Uma pitada de sal;
* Um fio de azeite;
* Uma cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Meio chouriço de boa qualidade;
* Arroz q.b;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Uma pitada de piri-piri.

Confecção:

* Cozer o peito de pato com as folhas de louro e uma pitada de sal;

* Reservar a água da cozedura e deixar o peito arrefecer;

* Retirar a pele e desfiar;

* Refogar a cebola picada, o alho picado e o chouriço cortado em rodelas num fio de azeite e juntar o pato desfiado e o arroz;

* Mexer bem e temperar com o pimentão-doce, a paprika, o sal e o piri-piri;

* Acrescentar a água da cozedura do pato e deixar cozer;

* Colocar no forno pré-aquecido a 180º para tostar durante cerca de dez minutos.





Até amanhã! :D

17 comentários:

  1. Que bom aspecto. Nós também costumamos colocar rodelas de cenoura para ser um pouco mais saudável.

    Beijinh,
    Maçã e Canela
    http://blogmacaecanela.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Já eu adoro arroz de Pato, mas faço-o comp'letamente diferente deste :) Está bem colorido!!

    Passa no meu blog para veres, acrescento couve o que lhe dá um sabor fantástico!

    www.sotaodaverdinha.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Bom dia.
    É a primeira vez que comento aqui :) Conheci o blog a algumas semanas e tenho adorado.

    Bem regressando ao arroz de pato. É dos meus pratos preferidos, adoro.
    O teu tem um aspeto fabuloso, parabéns.
    Beijinhos e deixo o convite para conheceres o meu blog.
    Cláudia
    http://vidadeprazeres.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário Cláudia :) O arroz de pato também se tornou num dos meus pratos preferidos :)

      Beijinhos! :)

      Eliminar
  4. De pato nunca fiz, mas acho que vou perder o medo! Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana,
    Eu amo arroz de pato e diz quem já comeu que até tenho jeito para a confecção desse prato :-) O teu arroz tem um ar absolutamente irresistível e fica mais amarelinho que o meu... Será da paprika? Nunca coloquei... Posso servir-me de uma colher desse tacho? Espalhar um pouco de queijo ralado e levar a derreter? Ai, que mesmo ainda sendo de manhã lambuzava-me já :-)
    Beijinhos***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso não gosto de queijo ralado no arroz de pato, parece-me um conceito estranho :D Mas estás à vontade :D :D :D

      Eliminar
  6. Não por achar o pato um animal fofinho mas pelo sabor, nunca consegui gostar deste prato... Acho o sabor do pato muito forte. Mas que têm bom aspecto, têm...

    ResponderEliminar
  7. História parecida comigo no que diz respeito ao arroz de pato! (ou de frango, mas a imitar o arroz de pato). O que pensava era: "Então mas tenho um arrozinho cheio de molho, super delicioso, e vou espetá-lo no forno para ficar seco?!" Não me fazia sentido.
    Entretanto fui comendo (sou menina de insistir no mínimo 15 vezes antes de me decidir a não gostar) e agora gosto bastante.
    Mas entre o arroz cheio de molhinho a secá-lo no forno... a minha decisão continua fácil ;) O teu tem um aspeto delicioso!

    ResponderEliminar
  8. Adoro arroz de pato, mas nunca fiz em casa porque achava que sairia muito caro e trabalhoso, mas vou experimentar esta receita usando só o peito :) Ficou com um aspeto fantástico! beijinho
    http://nacozinhadasara.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. Aiii adoro! Também quero começar a fazer aqui em Coimbra :p

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />