27 de abril de 2015

Iogurtes de manga para uma viagem apaixonante :D

Um cantinho, um violão,
Esse amor, uma canção,
Para fazer feliz a quem se ama.
Muita calma para pensar,
E ter tempo para sonhar.
Da janela vê-se o Corcovado,
O Redentor, que lindo!

Quero a vida sempre assim,
Com você perto de mim,
Até o apagar da velha chama...
E eu que era triste,
Descrente deste mundo,
Ao encontrar você eu conheci
O que é felicidade, meu amor!

Tom Jobim



As últimas semanas foram um verdadeiro regabofe de frutas tropicais, não tivessem sido elas passadas no Brasil.

De facto, confesso que regressei a achar que conseguiria alimentar-me exclusivamente de frutas tropicais para o resto da vida sem me sentir farta ou enjoada, o que é sem dúvida uma vantagem se algum dia naufragar perto de uma daquelas ilhas desertas dos filmes (por via das dúvidas, vou começar a estudar uns livros sobre bagas venenosas).
 

Tanto em São Paulo como no Rio de Janeiro ou na Amazónia enchi a barriga de frutinhas deliciosas como o açaí, a acerola, o cupuaçu, o guaraná, a papaia, a pitanga e o mangostão, sem esquecer as habituais e já nossas conhecidas (mas ainda mais maravilhosas) abacaxi, banana, goiaba, coco, maracujá e manga.
 

No fim, voltei não só com a barriga deliciosamente cheia, mas com a mala de viagem repleta de frutinhas também. Voltei com a alma inundada de imagens lindas e com o coração a abarrotar de felicidade. Voltei plena, eufórica e muito agradecida pelas aventuras que vivi.

E fiz uns iogurtes de manga. Com todo o sabor da minha fruta tropical preferida. Com todas as saudades de uma viagem estrondosa. Com toda a alma do Brasil.


Iogurtes de manga

Ingredientes (para sete iogurtes):

* Um litro de leite fresco gordo;
* Três colheres de sopa de leite em pó magro;
* Duas colheres de sopa de açúcar branco;
* 100g de polpa de manga;
* Um iogurte natural.

Confecção:

* Numa panela colocar o leite, o leite em pó, o açúcar e a polpa de manga e mexer com uma vara de arames;

* Levar ao lume até ferver e deixar arrefecer;

* Quando estiver morno juntar o iogurte, misturando com a vara de arames;

* Levar à iogurteira durante cerca de dez horas;

* Transferir para o frigorífico durante pelo menos quatro horas.


Até amanhã! :D 

6 comentários:

  1. Regabofe é uma palavra horrível, desculpa :P
    (A palavra «baga», por outro lado, é tão adorável que não devia ser permitido estar associado a uma coisa mortífera :P)
    Os frutos do Brasil têm todos nomes que os distinguem ao longe :P é tudo dentro de um estilo muito específico, embora difiram bastante. Assim como as plantas e outras palavras típicas, há algum tempo li um livro com cenário lá e eram todas dentro do mesmo género :)
    Estou a sentir-me uma ignorante de fruta ;) acerola faz-me lembrar cera e ceroulas (porque será? :P haha), mas de resto parece tudo muito bom :D
    Tiras sempre colheres gigantes de iogurte! Fica tão apetitoso :D parece uma frente de nau de iogurte :P
    Trouxeste fruta na mala? Que giro!
    (Digo eu, que não no ano passado não trouxe baguetes. Que ideia...)
    Parecem ter sido umas férias fenomenais! :D
    (A sério, fazes soar tãão giro :P)
    (...Ainda por cima usas a palavra «aventuras» e transportas uma pessoa para os episódios super divertidos do Tom Sawyer, o que ainda piora (melhora?) as coisas!)
    Acho que já disse, MAS iogurte de manga soa tãão bem! O sabor forte e tropical da manga... Acho que adoro manga. Até mais nessas coisas do que em fruta normal, o que é um bocado estranho :P
    Nem tinha reparado que o formato não era manga no fundo + iogurte! Parece-me mesmo bem :) alguém tem de desenterrar a sua iogurteira :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que já tenho uns com manga no fundo! Na altura até juntei cereja e tudo :D Mas estes também ficam uma delícia ;)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />