29 de abril de 2015

Garam Masala de camarão e uma ida ao Martim Moniz :D




Durante seis anos da minha vida estudei perto do Martim Moniz, na Faculdade de Ciências Médicas (que fica acima do Hospital de São José). Passava por lá diariamente, a ir para a faculdade e a voltar para casa. E depois de ouvir falar tão mal da zona confesso que não sentia a mínima vontade de explorar, muito pelo contrário - de facto, depois de me contarem todas aquelas histórias assustadoras temia que se entrasse em alguma daquelas lojas me roubassem um rim.

(De tal forma que 'ainda me roubam um rim' é ainda hoje uma piada recorrente no meio da minha família e do meu grupo de amigos.)


Entretanto o Martim Moniz mudou. Eu mudei. Os meus hábitos alimentares mudaram (muito, diga-se). E a tentação de ir explorar as lojinhas asiáticas do Martim Moniz começou a falar mais alto.

Um dia ganhei coragem, meti-me no metro e fiz novamente a viagem que fez parte da minha vida durante seis anos. Depois, fiz uma nova viagem para dentro do centro comercial do Martim Moniz. E, de repente, dei por mim na Índia.


Fiquei assoberbada com as imagens e os cheiros. Fiquei momentaneamente estupefacta de surpresa pelo quanto estive errada durante estes anos todos. E depois fiquei louca de histeria e desatei a comprar coisas.


No fim, tive que me controlar muito para não gastar um balúrdio a comprar os mais variados produtos asiáticos - não porque eles sejam caros (de todo!), mas porque eu queria trazer tudo para casa. Acabei por trazer apenas farinha de coco, óleo de coco, farinha de grão-de-bico, sementes de chia, piri-piri, caril e garam masala. E passámos os dias seguintes a encher a barriga de caril e de garam masala, de tal forma que por momentos temi ter ficado enjoada de caril para sempre.

Pff, como se isso fosse possível, certo? :D


Garam Masala de camarão

Ingredientes (para duas pessoas):

* Uma cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* Um fio de azeite;
* 250g de miolo de camarão;
* Cenouras baby (usei congeladas);
* Ervilhas (usei congeladas);
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Uma pitada de piri-piri;
* Molho de tomate q.b;
* Uma colher de chá de garam masala.

Confecção:

* Refogar a cebola picada e o alho picado num fio de azeite;

* Juntar o miolo de camarão, as cenouras e as ervilhas e deixar refogar;

* Temperar com o pimentão-doce, a paprika, o sal e o piri-piri e misturar bem;

* Acrescentar o molho de tomate e deixar cozinhar;

* Juntar o garam masala antes de servir, mexendo bem.



Até amanhã! :D

9 comentários:

  1. Pois, tenho o mesmo problema, não posso ir a uma loja porque se vir coisas diferentes e que me interessem tenho tendência para gastar mais do que devo! Gostei muito da tua sugestão de hoje pois adoro camarão, ervilhas e cenouras baby! Tem mesmo bom aspeto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha última aventura foi ir comprar frutos secos e voltar com uns dez quilos de amêndoas, amendoins, cajus, pistachios, macadamias, nozes... Até arandos trouxe! O Pedro até se assustou :D

      Eliminar
  2. Como?... Como?... Como moraste ao pé do Martim Moniz e não ias lá????? Eu fiz peregrinações linha de sintra-Martim Moniz e Cidade Universitária - Martim Moniz de propósito :P Agora que moro "na outra banda" morro de saudades de lá *.* eu até dormir a sesta dormi nas espreguiçadeiras da esplanada do largo :P entrar no centro comercial da mouraria é entrar na india e na china, assim, à distancia de uns passinhos ^^ mas prefiro fazer compras no Chen ou no Hua ta li... (ja provaste o "caril chinês"? compra-se no Chen e parece uma mistura entre tablete de chocolate e cubos de caldo knorr, é uma delícia, aconselho vivamente!).
    Beijinhos :) espero que as tuas visitas ao Martim Moniz aumentem a partir daqui :D vale a pena!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu morei lá perto um ano e estudei lá perto seis. Mas tinha medo, sei lá, era uma menina pequenina do campo com medo da cidade grande ;) Foi uma tontice ;) Da próxima vez que fores avisa e eu colo-me, pode ser? :D

      Eliminar
  3. Realmente foi um desperdício passares seis anos em Lisboa sem nunca ires às lojas do Martim Moniz! E for the record, eu vou lá há muitos anos (bem antes de lhe lavarem a cara) e nunca tive o menor problema. As histórias que se contavam eram muitas vezes exageradas...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho qualquer dúvida que eram exageradas! Mas enfim, ficamos sempre com medo :) Nada como irmos confirmar por nós próprios ;)

      Eliminar
  4. Por acaso estou seempre a ouvir falar do Martim Moniz, é um ultraje estar tão a jeito e não fazeres uma visitinha :P não sabia das «histórias», mas presumo que sejam semelhantes às do monte de armazéns dos chineses de Vila do Conde :P assustador! Por acaso já fui lá, mas num grupo de 6. Mas agora que pesquisei (para ver se por acaso havia histórias mesmo na Internet, até que é estranhamente interessante :P) encontrei várias sobre grupos em que um membro se desvia e é encontrado pela polícia já nuo, sem cabelo e com marcas para sinalizar órgãos valiosos.
    Vê lá se não te roubam um rim, então :P pelo sim pelo não não ia sozinha. Ou sem spray pimenta. E um cão. E uma metralhadora. ;)
    Deve ser «um mundo» cheio de coisas novas :D
    Cheira a especiarias? haha :P
    Gostei dessa gradação crescente :P mas é completamente justificado, qualquer um se «perdia»!
    Deve ser muuito agradável ter acesso a produtos que só há em, sei lá, lojas de produtos naturais que os vendem a um preço extremamente alto. Farinha de coco, por exemplo... Essa é que era preciso trocar por um rim :P e farinha de grão de bico.
    Tu gabas tanto o caril que eu acho que tenho de comer imensas vezes até gostar só para não desperdiçar uma coisa tão extraordinária :P
    Os teus camarões são gigantes? Parecem camarões gigantes. Ou então os meus são mini.
    ...Acho que tenho de provar garam masala :D tem um nome giro e tudo :P aspecto delicioooso! E tem molho com aspecto de molho de jardineira (e eu a pensar que era «segregado» pelas batatas! :P) :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Da próxima vez levo a metralhadora então :D

      Compro os camarões no Continente. São caros (do género 'quase que era preciso trocar um rim') mas compensa porque são mesmo bons :)

      Queres que te mande caril e garam masala? É só dizer :)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />