22 de janeiro de 2015

Couves recheadas para uma pausa nos docinhos :D

I'm tired of trying,
Your teasing ain't enough,
Fed up of buying your time
When I don't get nothing back.

And for what, and for what, and for what?
When I don't get nothing back...
Oi, I'm tired.

Adele


Toda a gente se queixa imenso do mês de Dezembro e das suas consequências calóricas. Primeiro vem a época pré-natalícia com os seus 83427642895 jantares de Natal, depois chega o Natal propriamente dito com todos os seus docinhos deliciosos, e por fim chega o ano novo para dar o golpe final nas nossas coronárias.

Apesar disso, confesso que para mim Dezembro não é um mês assim tão mau. Sou muito criteriosa na escolha dos meus jantares (até porque sou uma anti-social, lembram-se?), não como assim tantos doces no Natal e sou a Grinch do ano novo, por isso normalmente acabo o mês com a balança relativamente intacta.

E depois chega Janeiro.


Começamos logo com o nosso aniversário de namoro no dia 2, com direito a jantar especial (e sobremesa bem decadente). Este ano tive também um jantar de aniversário de uma amiga no dia 3. No dia 6 faço anos e geralmente faço dois bolos: um para o hospital e outro para casa. Depois há ainda o jantar de aniversário com os amigos no fim-de-semana - com direito a mais um bolo - e a ida ao Porto para celebrar com a família - idem aspas.

E no meio disto tudo é sempre incontornável: duas semanas depois, o meu pâncreas já me implora para eu parar de ingerir açúcares.


Regresso então à minha alimentação saudável. A casa é novamente invadida pelos vegetais e as frutinhas, a garrafa de água regressa religiosamente à mala e voltam os snacks caseiros e mais saudáveis. Recomeço o exercício físico e encho o frigorífico de sopinhas bem saborosas.

E faço jantares mais suaves, sem deixarem de ser reconfortantes e saciantes. Ideais para desenjoar depois de umas semanas mais intensas :D


Couves recheadas

Ingredientes (para duas pessoas):

* Quatro folhas de couve-lombarda;
* Um fio de azeite;
* Meia cebola picada;
* Dois dentes de alho picados;
* 250g de peito de peru picado;
* Uma colher de chá de pimentão-doce;
* Uma colher de chá de paprika;
* Uma pitada de sal;
* Uma pitada de piri-piri;
* Uma colher de chá de ras el hanout;
* Molho de tomate q.b.

Confecção:

* Cozer as folhas de couve em água a ferver com sal até ficarem bem tenras;

* Refogar a cebola picada e o alho picado num fio de azeite e juntar o peito de peru picado;

* Temperar com o pimentão-doce, a paprika, o sal, o piri-piri e o ras el hanout e deixar cozinhar durante aproximadamente dez minutos;

* Retirar a carne com uma escumadeira, reservando o molho;

* Fazer bolinhas com a carne e fechar uma folha de couve sobre cada bolinha com a ajuda de palitos;

* Devolver as trouxinhas de couve com cuidado à panela com o molho da carne, cobrindo com o molho de tomate e deixando cozinhar até apurar;

* Retocar os temperos se necessário.

Até amanhã :D

14 comentários:

  1. Para mim o Natal também não é propriamente uma época de excessos. Este ano apenas me excedi um pouco no bolo rei mas fora isso até fui bastante comedida. O que me prejudica mesmo é o sem fim número de jantares de aniversário que acontecem durante o ano. Mas também aí consigo ser moderada. Em tempos idos comi as melhores couves recheadas de sempre. Serão estas?! Não sei, mas pelo aspeto tenho a certeza que estas são maravilhosas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nem tenho muitos jantares de aniversário normalmente... Mas em Janeiro é mesmo um abuso :D Entretanto já tive outro, e em princípio terei outro no fim-de-semana! :)

      Eliminar
  2. Faço muitas vezes rolinhos de couve recheados, com tudo e mais alguma coisa - vegetariano, carne, peixe, o que for! Ficam sempre ótimos.

    ResponderEliminar
  3. bela receita!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. Nunca tinha ouvido falar desta receita... yummmy!!!

    ResponderEliminar
  5. Pois, toda a gente se queixa :P eu como mais doces do que é costume nos dias 24, 25, 31 e 1, mas nada de mais. Pelo menos não é em minha casa, portanto até ao jantar como comida perfeitamente saudável e não fico enjoada de ver, cheirar e comer bocados de bolo o dia todo, o que seria desagradável porque no fim da época já estou um bocado farta de açúcar. MAS: primeiro, o jantar compensa totalmente, porque aquilo é mesmo dietético e cozido, ainda mais porque é tudo um bocado não muito bom (eu ia dizer nojento, mas era demasiado cruel). Como não gosto muito da comida substituo de bom grado os hidratos das batatas pelos de meia rosca de pão de Ló, o que é obviamente equivalente.
    (Estou a brincar, eu não como meia rosca de pão de Ló, prezo muito uma dieta variada ;) )
    ...E depois porque as gemas fazem super bem, LOGO pão de Ló = saudável. Ah, e porque depois persigo javalis aos berros (odeio. apanhadinhas.) durante 5 minutos (farto-me rápido) e queimo imensas calorias que não se vão repôr sozinhas, há que alimentar o músculo ;)
    (Devias ver o meu tio a jogar às apanhadinhas. É uma espécie de apanhadinhas versão a fuga da chacina, aquilo é berros pela casa toda. A minha avó diz que as crianças gostam sempre dele :P)
    Depois de uma semana estou pronta para fazer um monte de sobremesas açucaradas ao Sábado e já nem há indícios de trauma no MEU pâncreas.
    (Que por acaso até tem um nome engraçado.)
    ...O enjoo não dura muito, portanto :)
    Se os meses se medirem aos bolos então tens um janeiro em cheio :D não vale contabilizar o açúcar :P
    Perdi-me - porquê «regresso e recomeço», deixas de beber e fazer exercício nas épocas festivas? :P
    (A segunda parte pode não ser assim tão escandalosa, a minha avó até ficou um bocado amuada com a minha corrida natalícia.)
    «Tenras», adoro a palavra «tenras» :P Já «escumadeira» é horrível. Ainda por cima sugere derivações pouco agradáveis.
    HIHIHI «bolinha».
    «ras el hanout» parece o nome de algo mais nobre do que uma especiaria, o meu olhar prendeu-se nessa coisa. Até fui à wikipédia ver se não te tinhas enganado e posto para aí um templo judaico. Num tópico não relacionado, sabias que «ras el hanout» quer dizer «as melhores especiarias que moi possui para vender» nunca pensei que um nome tão solene fosse soar tão vigarista!
    «Retocar os temperos» hahaha :P que delicado, nunca vi usar esse verbo para isso.
    As trouxinhas parecem deliciosas :D Estão muito giras, parecem barquinhos. E mãos fechadas expressivamente. E plantas carnívoras. Parecem TANTO plantas carnívoras.
    (As coisinhas ramificação-do-tronco-principal-de-que-eu-não-gosto-nada-nas-couves-e-ofereço-generosamente-tirando-no-Natal-no-Natal-só-há-tronco-usurpadora-da-roupa-velha parecem veias, o que torna as couvinhas assustadoras. E giras. Giras também.
    Acho que as fotos estão espetaculares, o prato está muito harmonioso e o molho faz um círculo perfeito! Parece um prato indiano, e o molho parece «especial» (não que não seja :D). Talvez ficasse com um bocado de fome, mas acho que não me queixava :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixo de beber e fazer exercício de forma tão regular, sim. Não tanto pelo Natal em si, mas porque está friiiiiiiiioooo :)

      Ras el hanout é tããão bom. Agora meto isto em quase todos os pratos :D

      Eliminar
  6. Esqueci-me de dizer, mas «oi» dito em inglês deve ser estranho (provavelmente um som de estilo difícil de exprimir em letras?).

    ResponderEliminar
  7. Olá Joana,

    Ora aqui está uma bonita coisinha mesmo para desenjoar dos docinhos...

    E eu que tanto gosto de docinhos, mas confesso que quando abuso também sinto o meu próprio corpo a pedir que pare! E eu lá lhe faço a vontade, não elimino por completo, mas diminuo...

    Estas couves teem mesmo um bom aspecto e acredito que seja uma comidinha boa para um jantar... Reconforta, mas não enche demasiado :-)

    Beijinhos***
    Boa semana!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou nessa fase agora. Não eliminei, mas ando a fazer docinhos mais saudáveis (e sem açúcar) :)

      Beijinhos e boa semana :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />