17 de novembro de 2014

Iogurtes de pêra (com compota caseira de pêra) e um amor sazonal :D

When all the world is a hopeless jumble
And the raindrops tumble all around,
Heaven opens a magic lane.
When all the clouds darken up the skyway,
There's a rainbow highway to be found,
Leading from your windowpane
To a place behind the sun,
Just a step beyond the rain.

Ella Fitzgerald (original da Judy Garland)


Os meus sabores preferidos vão mudando consoante as estações.

Na Primavera não resisto a morangos e framboesas, no Verão não passo sem nectarinas (muitas!), no Outono lambuzo-me de pêras maduras e no Inverno adoro laranjas, por isso é normal que as pessoas fiquem confusas quando me perguntam qual é o meu sabor preferido e eu respondo sempre coisas diferentes.

Quer dizer, o limão é o meu amor intemporal vá.


Mal Outubro começa a adivinhar-se no horizonte começo a trazer do supermercado sacos cheios de pêras, que ficam uns dias a amadurecer até serem devoradas umas atrás das outras. E só o facto de ser absolutamente e completamente louca por pêras maduras explica porque é que não há aqui no blog mais receitas com esta frutinha deliciosa: a melhor forma de comê-la é mesmo ao natural.

Mas há excepções a esta regra, claro.


Quando a ideia dos iogurtes de butterscotch começou a desenvolver-se na minha mente, logo me ocorreu que gostaria de os tornar ainda mais decadentes - afinal, havia ali potencial para criar os melhores iogurtes de sempre. A resposta ocorreu-me automaticamente: melhores do que os pecaminosos iogurtes de butterscotch, só mesmo uns iogurtes de butterscotch e pêra.


Meti mãos à obra, e dessa fornada saíram quatro iogurtes diferentes: os simples (que vos mostrei na semana passada), os de pêra, os de butterscotch e os de pêra e butterscotch. E enquanto me deliciava com um destes iogurtes do céu só conseguia pensar em quão bem consegui descrever-me na apresentação do blog:

'Obcecada por queques. Louca por viagens. Aprendiz de fotografia. Eternamente criança. Fanática do Natal. Defensora dos direitos das vaquinhas. Fã da Disney, de pêras maduras, de bananas verdes, de torradas com compota, de chávenas de chá a fumegar e de pijamas com renas.'

É tão bom conhecermo-nos bem.


Iogurtes de pêra (com compota caseira de pêra)

Ingredientes:

* Duas pêras maduras descascadas e cortadas em pedaços;
* 40g de açúcar branco;
* 800ml de leite de amêndoa;
* 200ml de leite de arroz;
* Três colheres de sopa de açúcar branco;
* Um iogurte de soja natural.

Confecção:

* Levar os bocados de pêra ao lume com o açúcar e deixar cozinhar até engrossar;

* Triturar com a varinha mágica e deixar esfriar;

* Numa panela colocar o leite de amêndoa, o leite de arroz e o açúcar e mexer com uma vara de arames;

* Levar ao lume até ferver e deixar arrefecer;

* Quando estiver morno juntar o iogurte, misturando com a vara de arames;

* Colocar a compota de pêra nos compinhos e cobrir com o leite;

* Levar à iogurteira durante cerca de dez horas;

* Transferir para o frigorífico durante pelo menos quatro horas.

Tenham uma óptima semana :D

4 comentários:

  1. Olá!
    Este iogurte tem um aspecto delicioso, de certeza, uma receita a testar :))
    Obrigada por partilhar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada :D Não é só o aspecto que é delicioso, recomendo mesmo :D Se testarem digam :)

      Beijinhos e um bom resto de semana :D

      Eliminar
  2. Eu achava que os meus sabores preferidos não mudavam, mas agora que voltou o frio a minha teoria "não gosto de chá e gelados no Inverno não é nada de mais" caiu por terra. Mesmo assim não são bem os meus sabores preferidos que mudam, é mais um reencontro (na praia, em câmara lenta). E depois acabo sempre por me apaixonar e comer a mesma coisa todos os dias durante dois meses, isso é inevitável :)
    Gosto de morangos e framboesas, mas raramente como porque apodrecem rápido demais (vou às compras uma vez por semana). Podia comê-los rápido e só uma ou duas vezes por semana, MAS a minha maneira preferida de comorar morangos é naqueles caixotes de madeira com 2kg :P se calhar a regra de "da Madeira é melhor" não se aplica só às bananas :P
    Framboesas como pouquinhas, algumas que nascem no jardim do meu avô - são tão boas! :)
    No Inverno adoras laranjas? Só como laranjas no Verão, é a única altura em que são gigantes, pesadas e sumarentas (às vezes no E Leclerc acontece serem muito boas - este ano já comprei 2 vezes imensas laranjas lá. Pesei uma por curiosidade e tinha MEIO QUILO :P). No Inverno são sempre secas e revelhidas (e frias!) :P
    Eu também devo ser muito incoerente, estou sempre a mudar de opinião. Acho que se alguém lesse os meus comentários a outros blogs todos seguidos achava que eu era palerma ou mentirosa compulsiva :P
    Já estava a ver que não mencionavas o limão! :)
    Para além de nectarinas maduras ainda gostas de PÊRAS MADURAS, que terror :P uma pêra que se preze tem textura de maçã rija! Tu até tens vantagem, podes comprar muitas, eu só compro 2 ou 3 porque senão ficam moles :P verdes até gosto bastante, mas não sou apaixonada... Mas com butterscotch e iogurte deve ficar delicioso!
    Pelo menos concordamos no que toca às bananas verdes :D
    Eu acho que a descrição está praticamente perfeita :) só não acredito que o limão não está incluído!
    Assumindo que com "torradas" não queres dizer "tostas" (essa gente maluca que troca o nome das coisas :P), comi pela primeira vez pão torrado com compota. Não é nada de muito rebuscado, mas sempre achei estranho - o pão quente, a compota fria, o pão neutro, a compota doce e com um sabor dominante... Ainda por cima a compota não derrete. Pronto, acho que simplesmente não é muito comum aqui. MAS há uns dias estava a torrar uma fatia de pão (que por acaso fazia parte de um pão gigante e engraçado de um quilo) e tive um ataque de inspirador ao olhar para um frasco enorme de compota - tive logo uma miragem de mim com um pescoço comprido, uma boina, uma baguette na mão e um bigode :D (sim, porque compota com torradas é o mais tradicional prato francês. Podia ser baguette torrada, admito, MAS, em minha defesa, a compota é de ameixa :P)
    A receita parece fenomenal, mas estou ainda mais curiosa quanto aos de pêra e butterscotch! De qualquer das maneiras todas as versões me parecem brilhantes, esse puré deve ficar delicioso! Até para comer à colher :)
    EU SEI que a fruta ao lume se desfaz, mas não a triturar faz-me sempre comichão :P
    O iogurte misturado com o puré deve ficar muito bom... Mesmo muito bom :)
    (Mas não consigo deixar de pensar na adição de butterscotch!)

    PS: cada vez as visualizações aumentam mais rápido, daqui a pouco estás nos 2 milhões :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostava tanto de conhecer alguém com framboesas no jardim! As minhas vêm do supermercado, não são tão boas ;)

      A época da laranja é o Inverno acho eu :) Ou não é? Vou estudar o tema :D

      Pêras duras? Que horror! Pêras maduras são muito melhores :D A desfazerem-se... Mmmmmm *pausa para ir comer uma pêra madura* :D

      O pão com compota também foi amor tardio na minha vida, ainda vais a tempo :D

      Faz os iogurtes de pêra e butterscotch, a sério! Melhores-iogurtes-de-sempre :D

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />