16 de junho de 2014

Muffins Floresta Negra e uma memória estranha! :)

Daylight, I must wait for the sunrise,
I must think of a new life and I mustn't give in.
When the dawn comes tonight will be a memory too,
And a new day will begin.

Andrew Lloyd Webber, do musical 'Cats'


Quem me conhece bem sabe que a minha memória é uma das minhas características mais intrigantes. Não sei se sou esquecida ou se sou simplesmente o ser mais distraído e desconcentrado do planeta, mas sou incapaz de me lembrar de conversas que tive há poucos minutos, de nomes de pessoas que acabei de conhecer ou de acontecimentos que aconteceram apenas há dias. Por outro lado, recordo com todos os detalhes coisas que se passaram há anos, sei de cor as letras de centenas de músicas e consigo em qualquer instante declamar o Rei Leão. Na íntegra.


A minha memória é, sem dúvida, muito estranha. E é por causa disso que sei que certamente já me esqueci de responder a comentários ou a mails vossos, e peço desculpa por isso: juro que não foi por mal, mas sim por uma questão de esquecimento.

(Na dúvida, se eu não responder não se inibam de insistir.)


Por outro lado, e naquele que é indiscutivelmente um exemplo verdadeiramente ilustrativo do que acabei de vos contar, lembro-me de alguns mails ou comentários muito específicos que recebi ao longo dos anos.

Um deles aconteceu há sensivelmente um ano, julgo que por volta da altura do Festival da Cereja: recebi um comentário anónimo no blog onde o leitor me desafiava a fazer um bolo Floresta Negra. Na altura respondi, dizendo que não era uma grande fã de cerejas mas que iria fazer um dia para a minha família (esses sim, os maiores apreciadores de cerejas do mundo). E nunca mais me esqueci disto.


Entretanto aconteceram literalmente milhares de coisas na minha vida, e eu esqueci-me certamente de centenas delas. Mas nunca mais me esqueci daquele comentário por razões que, confesso, me são completamente alheias.

Sabem que mais? Ainda bem que a minha memória tem tanta personalidade. Ainda bem que guardo dentro de mim algumas das memórias mais recônditas de sempre. Ainda bem que nunca mais esqueci um comentário que me pedia para fazer um bolo que nem sequer me atrai.

Porque assim pude fazer estes queques absolutamente estrondosos.


Muffins Floresta Negra (receita adaptada dos meus 'Death By Chocolate Muffins')

Ingredientes (para doze muffins):

* 120ml de leite;
* Duas colheres de chá de vinagre;
* Oito colheres de sopa de óleo vegetal;
* 60g de chocolate com 70% de cacau;
* Oito colheres de sopa de cacau em pó;
* Doze colheres de sopa de farinha;
* Uma colher de chá de bicarbonato de sódio;
* Uma colher de chá de fermento em pó;
* Uma pitada de sal;
* Dois ovos;
* Oito colheres de sopa de açúcar amarelo;
* Quatro colheres de sopa de açúcar branco;
* Pepitas de três chocolates da Vahiné;
* Iogurte grego para cobrir;
* Cerejas para decorar.

Confecção:

* Misturar o leite com o vinagre e deixar actuar durante cinco minutos (para formar buttermilk);

* Derreter chocolate e o óleo vegetal no micro-ondas (verificando e mexendo de vinte em vinte segundos);

* Numa tigela juntar o cacau em pó, a farinha, o bicarbonato de sódio, o fermento e o sal e misturar bem;

* Noutra tigela grande bater os ovos com o açúcar amarelo e o açúcar branco até ficar um creme claro e espumoso;

* Juntar a mistura de chocolate e óleo e bater bem até ficar uma mistura homogénea;

* Juntar os ingredientes líquidos aos ingredientes secos e misturar até os ingredientes ficarem ligados - não misturar demasiado!;

* Dividir a massa pelas forminhas de muffins e cobrir com as pepitas da Vahiné;

* Levar ao forno pré-aquecido a 220º durante sete minutos e baixar a temperatura para os 190º, deixando cozer durante mais treze minutos;

* Deixar arrefecer e cobrir com o iogurte grego e a cereja.



Tenham uma óptima Muffin Monday! :D

5 comentários:

  1. Que mimosos! Ainda bem mesmo que a tua memória é seletiva! ;)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Também me lembro de ver esse comentário e a tua resposta, acho que até fui pesquisar como esse bolo realmente era e receitas (e de achar que não era assim nada de especial. Enganei-me.).
    A tua memória parece muito peculiar, mas isso é extremamente giro :) assim podes lembrar-te de coisas como esta! Às vezes fico imensamente entusiasmada com uma receita e quero fazê-la no dia seguinte, mas acabo por não a fazer por algum motivo e esqueço-me dela até ter outro momento de "TENHO DE FAZER" um ano depois (talvez menos um bocadinho). Mas isso é normalmente despoletado por, sei lá, vaguear pela minha lista de 3000 receitas para fazer e encontrar 50 da tal coisa. Com estrelinhas e 50 "tags" a dizer "fav"...
    Ainda bem que acabaste por te lembrar, porque estes muffins (afinal são muffins :P) estão fantásticos! :D Parecem muito melhores do que um bolo, que nunca teria tanta classe :P
    A cobertura é iogurte grego?! Pensei que fosse um glacé chique qualquer :P haha
    Por acaso imaginei que fossem os "death by chocolate muffins", acho que estou a ficar perita em reconhecê-los. Agora resta esperar para ver se aqueles com "chunks" da Vahiné também são, mas cheira-me que a minha "sorte" vai acabar :P
    AHH estes são os com "chunks" (mesmo mantendo a palavra não é a mesma coisa quando está rodeada de português :P). Então sou mesmo perita :D

    ResponderEliminar
  3. Encontrei seu delicioso blog quase que por acidente, pois estava pesquisando outra área sem nada a ver....
    Me deparei com essa maravilha que corri a fazer e que todos adoraram aqui nem casa.
    Mas sabe o que mais me chamou a atenção!? A sua memória.
    Ela é exatamente como a minha, o que já deu grandes confusões e discussões homéricas na família...depois de diagnósticos variados de TDAH a Alzheimer precoce (nem sabia que existia isso...), remédios que hora me deixavam chapada, horas me deixavam elétrica, cansei. Hoje sei que como você, sou uma pessoa peculiar e única.
    Parabéns para nós!
    Ah! e continue a nos deslumbrar com suas receitas maravilhosas!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />