13 de junho de 2014

Macaroons de coco com cobertura de chocolate e maracujá para uma sessão de autocomiseração :)

Oh baby, what you've done to me
Made me feel so good inside,
And I just wanna be close to you,
You make me feel so alive!

'Cause you make me feel
Like a natural woman.

Aretha Franklin


Alguns dias antes do lançamento do livro na Feira do Livro comecei a sentir-me mais cansada do que o habitual, com imensas dores de cabeça e com o nariz entupido - mas pensei que era apenas uma mistura explosiva de alergias, uma enorme ansiedade por causa do livro e algum cansaço acumulado por causa do excesso de trabalho das últimas semanas.

Até que fiquei sem voz. 


Quando pedi a alguém para me espreitar para a garganta as notícias foram desoladoras: estava com uma amigdalite, que pelo aspecto era certamente bacteriana. Tantos sintomas faziam suspeitar de uma qualquer bactéria a sobreinfectar uma virose já confortavelmente instalada, e a minha única solução era mesmo iniciar antibiótico. 

Durante dias a minha rotina consistiu em ir da cama para o trabalho e vice-versa. Estava tremendamente cansada, doía-me o corpo todo, não conseguia respirar direito e perdi o apetite por completo, de tal forma que nessa semana o Pedro foi o responsável por todas as nossas refeições (que consistiam em bifes de frango grelhados e arroz de ervilhas, o único prato que eu conseguia tolerar).


Numa das noites o Pedro tinha um torneio de xadrez importante e eu fiquei sozinha em casa durante cinco horas. Não conseguia dormir, não me apetecia ver filmes ou séries e não podia falar decentemente ao telefone com ninguém, por isso optei por passar largos minutos entretida com o meu hobbie de doentinha preferido:

Ter pena de mim própria. 


A dada altura lembrei-me que havia uma embalagem de amendoins com sal na cozinha e decidi aumentar ainda mais o grau de autocomiseração daquele momento ingerindo umas seis mil calorias. Lá me arrastei para a cozinha, mas a embalagem não estava na prateleira dos frutos secos. E eis que quando passei pela sala a vi: em cima da mesa, aberta... E completamente vazia. 

Acho que nunca tinha ficado tão chateada com o Pedro como naquele momento. 


Precisava de algo degradante e fácil - mas o quê? Sair de casa estava fora de questão. Pensei em fazer coquinhos, mas não tinha vinho do Porto ou laranjas. E foi então que me ocorreu repetir uma receita que já tinha experimentado há alguns anos: macaroons de coco. E assim fiz.

No fim mergulhei-os num molho de chocolate e maracujá e deliciei-me com estes bolinhos deliciosos, um a um. E juro-vos que foi a partir daquele momento que comecei a melhorar, até que dois dias depois já não tinha um único sintoma. 

Porque as boas comidinhas não nos preenchem só a barriga e a alma: também nos enchem o coração (e mandam embora os vírus e as bactérias!) :D


Macaroons de coco com cobertura de chocolate e maracujá (receita adaptada do blog 'As Minhas Receitas')

Ingredientes (para seis macaroons):

* Duas claras;
* 160g de coco ralado (usei o da Vahiné, que na minha opinião é o melhor que já experimentei)
* 110g de açúcar branco;
* 100g de chocolate negro (com pelo menos 70% de cacau);
* Quatro colheres de sopa de polpa de maracujá.

Confecção:

* Misturar as claras, o coco ralado e o açúcar branco e envolver bem; 

* Formar bolinhas, apertando bem com as mãos (exige alguma paciência, mas não desanimem!);

* Colocar num tabuleiro coberto com papel vegetal e levar ao forno pré-aquecido a 180º durante quinze minutos;

* Deixar arrefecer completamente;

* Derreter o chocolate juntamente com a polpa de maracujá no micro-ondas, mexendo de trinta em trinta segundos;

* Passar as bolinhas pelo chocolate derretido e deixar secar (ou para ser ainda mais degradante podem simplesmente comer com o chocolate ainda derretido e lamber os dedos - não que eu tenha feito isso, claro) :D


Espero que gostem :D 

Bom fim-de-semana! :D 

5 comentários:

  1. Que aspecto tão bom! e tão simples de fazer :)

    http://miascuisinemf.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Não é macarron, é macaroon :) É esse o nome deles :)

      http://en.wikipedia.org/wiki/Macaroon

      Beijinhos!

      Eliminar
  3. É mesmo um drama, que raio de azar! Logo quando tinhas as coisas do livro...
    Ficar em casa durante tanto tempo na tua situação é mesmo chato. É horrível estar nesse estado de "não quero fazer nada, ler enjoa, ver TV enjoa, olhar para ecrãs enjoa, não consigo dormir"... É uma tortura, o tempo não passa, parece que não há solução e a casa parece uma prisão. Acho que a ideia dos amendoins até era uma solução adequada (desculpa, eu sei que não gostas desta palavra :P). Mas, lamento, essa do pacote vazio teve imensa piada. Até me senti mal por fazer um sorrisinho ao ler... Deve ter sido uma enoorme desilusão. Só para, como estavas, fazeres estes macaroons... Por muito simples que sejam. É o que dá não ter comida gordurosa/com imenso açúcar em casa! Haha :P Ter de inventar alguma coisa docinha com ingredientes básicos... :)
    Não sei como conseguiste "deixar arrefecer completamente"! Tiveste paciência? :P
    Por acaso achei estranho que tirasses as fotos com o chocolate não solidificado, mas ao mesmo tempo achei genial porque as fotos ficaram de babar! Agora percebi porquê :) Realmente soa muuito melhor... Que ideia brilhante, fiquei com fome e vontade de comer macaroons com chocolate derretido! Já tinha visto algumas receitas bem interessantes, mas esta ganha! De repente a tua noite desagradável parece um serão muito confortável ;)
    Só experimentei coco ralado em pacotes de plástico, o da Vahiné é muito mais chique :) Acho que vou comprar para experimentar qualquer dia, fiquei curiosa!
    O macaroon sem chocolate ficou fofo :) Mas com chocolate semi-derretido é melhor. Claro. :)

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />