21 de março de 2014

Overnight Oats com laranja e nozes para as manhãs difíceis! :)

Turn my head, its back to bed with no delay.
Can't be bothered by the phone ten times a day.
Why get up? My morning doesn't even start till two.
Forget reality, waking up is hard to do!

Sum 41


Eu não sou de todo uma morning person. Acordo sempre mal-humorada e com sono, custa-me imenso sair do quentinho da minha caminha e conto as horas que faltam para voltar para o meu paraíso de cobertores fofinhos.

Não se trata de dormir pouco: na verdade, sinto sempre que não durmo o suficiente. Nos meus tempos áureos do primeiro ano da faculdade conseguia dormir dezoito horas seguidas (não me enganei a escrever, eram mesmo dezoito), e mesmo num dia em que não estou particularmente cansada não é assim tão pouco comum dormir doze horas.


Quando eu era criança a minha mãe falou deste meu pequeno problema ao pediatra, e ele disse-lhe que há pessoas que precisam simplesmente de dormir mais do que outras. Na altura ele explicou que como eu sonhava muito (sempre sonhei, aliás) isso podia influenciar a qualidade do meu sono e fazer com que acordasse quase sempre cansada.

Este meu problema piorou um bocadinho quando comecei a trabalhar: depois de ter passado seis meses em casa a estudar para o exame da especialidade e a dormir cerca de doze a catorze horas por dia, ter de repente de dormir sete ou oito horas deixou-me quase com tendências assassinas.


Com o tempo fui-me habituando, e fui também arranjando estratégias para conseguir deitar-me mais cedo e acordar mais tarde. Preparar o pequeno-almoço no dia anterior é uma óptima dica: assim basta sentarem-se e comer, e nem sequer precisam de estar particularmente acordados! :)

Podia dizer que estas Overnight Oats eram tão boas que me fizeram mais feliz, apesar de estar a acordar a uma hora completamente imprópria. Mas isso seria mentir, porque nada é melhor do que ficar na caminha até tarde - nem sequer comer um pequeno-almoço delicioso :D


Overnight Oats com laranja e nozes

Ingredientes (para uma pessoa):

* Meia chávena de flocos de aveia (usei finos, mas gosto mais dos grossos);
* Meia chávena de leite;
* Sumo de uma laranja (para papas de aveia mais cremosas, usem só metade do sumo);
* Nozes picadas q.b.;
* Uma colher de chá de mel;
* Coco ralado a gosto.

Confecção:

* Misturar os flocos de aveia, o leite, o sumo de laranja, as nozes picadas e o mel e levar ao frigorífico durante a noite;

* De manhã polvilhar com o coco ralado, aquecer no micro-ondas e servir.


Esta receita ficou muito boa, mas muito sinceramente nada bate as minhas papas de aveia com banana :D

Tenham um óptimo fim-de-semana! :D

7 comentários:

  1. Como eu te percebo! O meu ideal seria dormir todas as noites entre 10 a 12 horas... como durmo entre 7 a 8 /às vezes 6... snif!) ando sempre a bater com a cabeça nas paredes e em modo psicopata-homicida.
    A combinação entre nozes e mel é coisa do céus *.* nunca tinha pensado em mistura-la com a aveia, amanhã já sei o que vai ser o meu pequeno almoço :P

    ResponderEliminar
  2. Também sou como tu, preciso de muitas horas de sono (nunca dormi dezoito horas seguidas, mas dormia na boa 10 horas por noite); e também sonho imenso, o que é excelente de muitos pontos de vista, nomeadamente na nossa saúde mental. Se calhar se não sonhasses ainda acordavas mais assassina! :-D

    ResponderEliminar
  3. Sofro disso dos sonhos e do acordar cansada, mas ao contrário de ti acordo logo bem disposta.
    Gosto desta receita e acho que vou experimentar :)

    ResponderEliminar
  4. Também me assumo uma dorminhoca profissional... Isso quando se fazem horas de banco é particularmente difícil (e nos na Medicina Veterinária também as fazemos). Se é bastante fácil acordar num minuto para atender uma urgência por causa da adrenalina toda que nos corre nas veias, também é verdade que na tarde/noite pós-banco estamos com a disposição de quem quer engolir com os olhos quem nos complicar muito a vida e não nos deixar ir para a cama... Outra coisa que reparei foi que depois de começar a trabalhar deixei de fazer férias "activas" a visitar tudo e a correr de um lado para o outro para fazer férias deitada numa praia ou à beira de uma piscina a descansar e a dormir como que a recuperar o tempo perdido no resto do ano...
    Mas voltando às overnight oats... Tenho visto por aí muitas receitas e a ideia agrada-me cada vez mais. Ainda não fiz mas estou cheia de curiosidade! A ideia de agilizar a manhã (ou de poder ficar um bocadinho mais na cama) é realmente tentadora e ainda por cima inclui aveia e fruta... A testar em breve :)

    ResponderEliminar
  5. As papas de aveias não me conseguem convencer e ando sempre à procura de novas receitas, porque sei que são óptimas para o pequeno-almoço. Adorei a receita e vou experimentar, obrigada! :)

    viagemdoceviagem@blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Também durmo imenso :P
    Agora dormes assim tão pouco? Que pena... :( imagino que seja uma transição mesmo difícil! Mas 12-14 horas é muito haha não costumo chegar às 14! Mas o cansaço mental também influencia, e como estudar para o exame foi muito extenuante é normal (imagino...) . Pelo menos eu costumo dormir mais quando não estou de férias, e no início delas continuo assim. À medida que passam os dias durmo menos, deve ser por estar mais "descansada". Científico, como podes ver.
    Não pensava que não gostavas da manhã! Não sei porquê, pareces-me uma "morning person"... Eu gosto :P Mesmo no fim de semana adoro acordar cedo. Talvez mude de ideias daqui a algum tempo, que isto é por fases...
    É engraçado que sonhes muito! :) Até é bom ter tendência para dormir muito, porque há quem não durma nada e é chato. Pode ser porque o corpo não tem tanta necessidade, mas não me parece muito bem...
    Pequenos almoços diferentes são tão bons!
    Acho estranho comer a aveia sem que seja uma papa (quase sem líquido), mas confesso que até tem bom aspeto! Mas sinceramente não sei se vou voltar a fazer overnight oats. Talvez faça qualquer dia para a minha avó ou isso :P ela gosta sempre haha
    Ou experimento eu e reduzo o sumo como disseste :) hmm talvez.
    Fui rever as tuas papas de aveia com banana. Têm realmente bom aspeto :)

    ResponderEliminar
  7. Tenho sentimentos díspares em relação ao dormir muito. Por um lado, adoro, dormiria facilmente umas 10 a 12h/dia. Por outro lado, depois fica sempre aquela sensação de "dia perdido", que não gosto nada...
    E também sonho muito! Lembro-me quase sempre do que sonhei nessa noite e sempre achei estranho as pessoas dizerem que não sonham ou não se lembram do que sonharam.
    Adopto essa táctica do overnight oats em dias de treino. Nos restantes, nada me tira as torradinhas, que levam mais tempo, mas amo! :)
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />