15 de janeiro de 2014

Pão com chouriço e queijo (na MFP) para um problema sem resolução.

Oh brother, I can't, I can't get through.
I've been trying hard to reach you, cause I don't know what to do.
Oh brother, I can't believe it's true.
I'm so scared about the future and I wanna talk to you.
Oh, I wanna talk to you.

Coldplay


As pessoas confundem constantemente ser feliz com não ter problemas, ser despreocupada com ser irresponsável e ser sonhadora com ser infantil.


Eu tenho problemas. Já passei na vida por momentos muito maus. Já perdi a esperança. Já achei que era impossível a situação melhorar.

Eu tenho preocupações. Já passei noites às voltas na cama, sem conseguir dormir. Já tentei resolver problemas que não tinham resolução possível. Já temi pelo meu futuro e pelo futuro daqueles que amo.

Eu não sou infantil. Sou sonhadora, alegre, positiva e muito, muito inocente. Sou ingénua, e acredito sempre no melhor das pessoas. Sou tola, parva, histérica e entusiasmada.


Poucos são os meus momentos de fraqueza que originam receitas (normalmente opto em vez disso por passar tardes inteiras a chafurdar em auto-comiseração), e por isso não é habitual falar deles. Isso não quer dizer que eles não existam: simplesmente não lhes dou importância suficiente.

Esta receita é uma notável excepção. Surgiu num dia em que eu estava muito triste com um problema familiar que já se arrasta há anos e que não tem resolução possível, por mais que eu tente. Surgiu num dia em que eu me sentia impotente e amarga. Surgiu num dia mau.


Apesar disso, mal provei este delicioso pão com chouriço e queijo o meu dia ficou um pouquinho mais tolerável. E foi assim que me sentei na varanda a comer uma fatia quentinha, a pensar em coisas boas e a cultivar a esperança.

A felicidade é uma escolha. Por isso escolham-na.


Pão com chouriço e queijo (na MFP)

Ingredientes:

* Um preparado para pão de mistura;
* 500ml de água;
* Meio chouriço de peru cortado em cubos;
* 100g de queijo ralado.

Confecção:

* Colocar a água e o preparado para pão de mistura na cuba da MFP;

* Ligar o programa básico e deixar amassar;

* Quando a máquina apitar juntar o chouriço e o queijo ralado;

* Deixar o programa terminar.


Simples, prático e delicioso :D

Até amanhã :D

13 comentários:

  1. Este post parece tal e qual uma conversa que tivemos há uns tempos, estava capaz de jurar que esse dia é o mesmo dia. ;)
    Tens toda a razão, e é essa escolha que fazes todos os dias que te faz a pessoa que és. Além das receitas que fazes, claro!

    ResponderEliminar
  2. problema sem solução só a morte. Por vezes não se vê o fim à situação mas isso em geral envolve as escolhas das pessoas (que por vezes não os querem mesmo resolver) ou principalmente as escolhas de terceiras pessoas (que não dominamos, como é evidente).
    Também tenho problemas assim que parecem arrastar-se pelo tempo sem fim e por isso percebo a ideia e o sentimento. Mas na verdade os problemas não são meus, são da minha família e eu só estou lá envolvida "por arrasto" ou seja, por ser a bóia de salvação de todos. Na verdade esse "sem fim" tem a ver com as minhas escolhas (que posso sempre mudar, assim eu queira) e com as escolhas dos outros (que não são dominadas por mim e por isso em relação às quais não posso fazer nada).
    Espero que não só o pãozinho (apetitoso!) te anime mas que também os problemas venham a sofrer novos contornos e a melhorar.
    beijocas e coragem

    ResponderEliminar
  3. Eh lá!!! Esse pão tem um aspecto mesmo guloso!
    Eu adoro pão com chouriço, com queijo mehor ainda... mas agora nesta época pós-natalícia tenho que dar um corte nas calorias.. eh eh eh!

    ResponderEliminar
  4. Amiga só não tem solução a morte, mais tarde ou mais cedo vais encontrar uma maneira de resolver.
    Esse pão tem um aspeto maravilhoso!
    Bjs

    ResponderEliminar
  5. Acho fantástico como de um dia mau conseguiste encontrar algo de bom :)

    ResponderEliminar
  6. Gosto tanto de pão com chouriço, tenho que me estrear.
    Bjs

    ResponderEliminar
  7. Joana helppppp! Qual é a quantidade do preparado para o pão de mistura? É que há pacotes de 500g e de 1 kg...Beijinhos e obrigada.

    ResponderEliminar
  8. É um pacote de meio quilo :) Se experimentares a receita depois diz como correu :)

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  9. Eu não sei se é para tentares olhar para o lado positivo/desvalorizar os problemas, mas realmente, que eu me lembre, de todas as vezes que falaste de desânimo (nem foram muitas) referiste que estiveste a "chafurdar em auto-comiseração" :P é giro, até gosto da expressão (na prática é que é um bocado chato...
    Acho que já fizeste um post sobre isso, e de facto é injusto achar que as pessoas são felizes porque têm imensa sorte e tudo lhes corre bem e têm a vida perfeita e e e... Se consegues ultrapassar os problemas de modo a seres feliz, mereces sê-lo :) (não que não mereça toda a gente, mas percebes...)
    Odeio problemas sem solução... Normalmente fico com o estômago às voltas e a insistir em pensar nisso. Mesmo quando me esqueço continuo com um sentimento de preocupação, com a ideia de que algo não está bem, e fico mal-disposta sem pensar no porquê (às vezes acabo por pensar "espera aí, o que é que foi?" e lembrar-me. Eu sei que soa muito estúpido... :P
    Esse pão está com muito bom aspecto porque está coradinho :) é tão giro! A MFP parece muito prática (especialmente por dar para programar), mas deve ser chato não poder fazer os pãezinhos individuais (ou ter de levar ao forno), porque estes não são tão práticos (embora pareça que Portugal é o único país com bicas e pães redondos, nem encontro receitas nem os vejo/ouço que se veja à venda noutros países... De qualquer das maneiras parece delicioso :D
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  10. Mais do que uma receita... A felicidade é mesmo uma opção!!! :) Um beijinho querida Joana

    ResponderEliminar
  11. O pão tem um aspecto delicioso, mas do que eu gostei mesmo foi do texto :D lindo, a felicidade é sempre a escolha **

    ResponderEliminar
  12. Olá. Sei bem o que querem dizer as palavras que escreveu. E quando ainda temos de ouvir: "O que vale é que para ti está sempre tudo bem...", dito de forma negativa a querer dizer que não nos importamos / chateamos com nada... Não! Apenas escolhi ser feliz! Só isso...


    Parabéns pelo blog. Costumo acompanhar, mas esta é, realmente, a primeira vez que aqui escrevo. Este pão tem um aspecto maravilhoso e levando queijo, tenho a certeza que está muito bom!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />