1 de novembro de 2013

Crumble integral de banana, aveia e coco para uma miúda criativa :D

She's an extraordinary girl
In an ordinary world,
And she can't seem to get away.

She sees the mirror of herself,
An image she wants to sell,
To anyone willing to buy.

She's all alone again,
Wiping the tears from her eyes.
Some days he feels like dying,
She gets so sick of crying.

Green Day


Quando eu tinha dezassete anos fui falar com a psicóloga da minha escola - na altura era prática comum sermos chamados individualmente para conversarmos com a psicóloga sobre os cursos que ponderávamos e sobre as nossas perspectivas de futuro.

Depois de uma curta conversa a psicóloga concluiu que eu devia escolher um curso que me permitisse libertar toda a minha criatividade. Fiquei perplexa: criativa, eu?!


Tenho de vos enquadrar: eu era uma miúda de dezassete anos que passava no mínimo seis horas diárias com a cabeça enfiada nos livros. Tinha uma enorme paixão por resolver exercícios de matemática. Nos meus tempos livres saía com o meu namorado da altura, via episódios de CSI e comia pasteizinhos. Eu era a pessoa menos criativa que conhecia: não tinha jeito para pintar, não tinha jeito para desenhar, não tinha jeito para cantar, não tinha jeito para decoração ou para moda e não tocava nenhum instrumento. Eu tinha era jeito para estudar, isso sim. Vá, também tinha jeito para escrever.

Achei que a psicóloga não devia estar boa da cabeça, e na altura de escolher o curso a criatividade foi a última das minhas prioridades.


Pois adivinhem - parece que mudei. Continuo sem grande jeito para desenhar, mas estou bem melhor. Parece que tenho algum jeito para cantar. Aprendi que o jeito para a decoração e a moda se aprendem se tivermos boas fontes de inspiração. Estou a aprender piano. Continuo a escrever. E, acima de tudo, cozinho muito.


Quando li que o tema deste mês do grupo 'Dia 1... Na Cozinha!' era os crumbles de frutas da época tive logo umas mil ideias: muffins com crumble, bolos com crumble, crumble bars, crumble de maçã e passas, crumble de pêra e canela... No fim acabei por ceder aos pedidos da minha família e fazer estas crumble bars deliciosas de pêra, canela e baunilha, mas como isso me impediria de participar no grupo este mês decidi fazer um novo crumble que obedecesse a todas as regras do grupo.

Na verdade eu não gosto lá muito de obedecer a regras, mas achei que desta vez valia a pena.


Por isso aqui têm: um crumble integral de banana, aveia e coco. Saudável q.b. e bem delicioso. Cumpridor de todas as regras do grupo. E, modéstia à parte, bastante criativo.

Porque nunca é demasiado tarde para mudarmos.


Crumble integral de banana, aveia e coco

Ingredientes (para duas tacinhas):

* Uma banana cortada em rodelas finas;
* Uma colher de sopa e meia de açúcar mascavado;
* Uma colher de sopa e meia de farinha integral;
* Uma colher de sopa de flocos de aveia;
* Uma colher de sopa de sementes de linhaça moídas;
* Uma colher de sopa de coco ralado;
* Duas colheres de chá de manteiga.

Confecção:

* Colocar as rodelas de banana no fundo de duas tacinhas;

* Numa tigela misturar o açúcar mascavado, a farinha integral, os flocos de aveia, as sementes de linhaça moídas e o coco ralado;

* Juntar a manteiga e misturar com as mãos até se formarem migalhas grossas;

* Cobrir as rodelas de banana com o crumble e levar ao forno pré-aquecido a 200º durante trinta minutos.



 Tenham um óptimo fim-de-semana :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />