7 de novembro de 2013

Bifes de frango com molho de mostarda e mel e as segundas oportunidades (outra vez) :)

If you can't wake up in the morning
'Cause your bed lies vacant at night.
If you're lost, hurt, tired or lonely,
Can't control it, try as you might.
May you find that love never leave you,
May you find it by the end of the day.
You won't be lost, hurt, tired or lonely,
Something beautiful will come your way.

Robbie Williams


Há uns bons meses escrevi um post onde contava que tinha sérias dificuldades em dar segundas oportunidades às pessoas que me magoaram no passado. Tenho sinceramente tentado melhorar esta minha característica, e orgulho-me em dizer que já dei algumas segundas (e terceiras, e quartas) oportunidades aos outros nos últimos meses.

Curiosamente, nunca tive grande dificuldade em dar segundas oportunidades à comida: não sou de todo apreciadora de alguns ingredientes, mas mesmo assim vou continuando a experimentá-los para ver se entretanto a minha opinião muda.


Esta abordagem não deixa de ser curiosa. A comida não muda, mas as pessoas sim. Então porque é que estou disposta a dar uma segunda oportunidade à comida, mas não aos outros? É tudo muito, muito confuso.

Eu sei que lá bem no fundo isto é só medo. A verdade é que a comida não nos desaponta, não nos desilude, não nos faz chorar, não nos marca nem nos deixa de coração partido. Dar uma segunda oportunidade à comida é fácil - na pior das hipóteses continuamos a não gostar do ingrediente ou do modo de confecção em questão. Já dar uma segunda oportunidade a alguém que nos magoou é bem lixado - e perdoem-me, mas dar a outra face não faz bem o meu estilo.


O que nos traz a esta receita. Lembram-se daquele prato de salmão com molho de mostarda e mel que fiz há uns meses? Fiquei tão enjoada com aquela receita que só consegui comer duas garfadas, e desde então nunca mais consegui comer um único bocado de salmão sem sentir náuseas.

Um dia encontrei uma receita no Pinterest que a autora intitulava de 'o melhor frango do mundo'. Fiquei desconfiada: por um lado a dita receita tinha mostarda e mel, mas por outro tinha 600 comentários a afirmar que o resultado era verdadeiramente delicioso.


Ainda bem que dei esta segunda oportunidade, porque o resultado é mesmo maravilhoso. Não lhe chamaria 'o melhor frango do mundo', mas é certamente muito muito bom :D

Agora só me resta continuar a trabalhar nas outras segundas oportunidades :)


Bifes de frango com molho de mostarda e mel (adaptada do blog 'Rachel Schultz')

Ingredientes (para quatro pessoas):

* 250g de bifes de frango;
* Quatro colheres de sopa de mostarda;
* Uma colher de sopa de mel;
* Uma colher de chá de vinagre;
* Uma pitada de sal;
* Meia colher de chá de pimentão-doce;
* Meia colher de chá de paprika;
* Meia colher de chá de orégãos.

Confecção:

* Juntar a mostarda, o mel e o vinagre e mexer bem;

* Colocar os bifes de frango num recipiente próprio para o forno e temperar com o sal, o pimentão-doce, a paprika e os orégãos;

* Cobrir os bifes de frango com o molho de mostarda e mel;

* Levar ao forno pré-aquecido a 180º durante cerca de trinta minutos.


Até amanhã! :D

16 comentários:

  1. Eu gosto muito da combinação do mel e da mostarda, vou levar estes.
    Bjs, Susana
    Nota: Ver o passatempo a decorrer no meu blog:
    http://tertuliadasusy.blogspot.pt/2013/11/crumble-de-marmelo-com-aveia-e-nozes.html

    ResponderEliminar
  2. Eu dei 2ªs oportunidades durante muitos anos, neste momento já me custa mais, confesso!! A idade trouxe-me serenidade em muita coisa, e já não sofro nem choro com tanta facilidade... Enfim!!
    Quanto à comida tb lhe dou 2ªs oportunidades, ainda ontem comi grão num caril, coisa k achava que detestava.., Bem não fiquei maravilhada, mas pronto, já não posso dizer que não como grão... lol
    Bem, quanto à mistura de mel e mostarda? Adoro, já fiz com frango (perninhas) e amei!! Aliás, cada vez mais adoro usar mel na comida... O teu frango ficou perfeito!!
    um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também não era muito apreciadora de caril quando era criança, mas na adolescência aquilo entranhou-se (e então quando encontrei um restaurante nepalês delicioso cá em Lisboa o amor intensificou-se a tal ponto que a dada altura comia caril todas as semanas!) :D

      Beijinhos :D

      Eliminar
  3. Epah estes bifes parecem-me muito mas muito bem!! Eu adoro as misturas de mel e mostarda na comida!!

    ResponderEliminar
  4. Fiquei oficialmente curiosa, e o aspecto não poderia ser melhor... Tenho de experimentar!
    Beijinhos,
    http://sudelicia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Este molho a mim convence-me totalmente! A experimentar!!!

    ResponderEliminar
  6. E na verdade ele tem um aspeto irresistível. Tudo o que tenha mostarda para mim é automaticamente aprovado ;)

    ResponderEliminar
  7. Por acaso gosto muito da combinação de mel e mostarda :)
    O aspecto é muito bom!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  8. Uma vez também fiz uma receita de salmão com um molho feito de mel. mostarda e outro ingrediente qualquer que agora não me lembro (limão?) e achei SUPER enjoativo. Fiquei mal disposta mesmo. Não tornei a repetir! :) Talvez ajustando as doses ao meu gosto pessoal torne a dar outra oportunidade. Só não concordo contigo numa coisa: a comida PODE fazer-nos chorar. Uma dor de barriga então... :P

    Beijinhos grandes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes, isto começou na Costa Rica quando a dada altura comi um wrap de frango com molho de mostarda e mel (à falta de melhores hipóteses) e aquilo estava mesmo óptimo! Quando encontrei esta receita decidi dar uma segunda oportunidade, e de facto confirma-se: no salmão não, mas no frango este molhinho fica uma maravilha :D

      Beijinhos! :D

      Eliminar
  9. Pois, ainda bem que deste uma 2.ª oportunidade a essa combinação, que é maravilhosa! Esse frango ficou com tão bom aspeto...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Pois, dar 2.ªs oportunidades a pessoas é tramado! Fica sempre um restinho de desconfiança! Em relação à receita, vá-se lá saber porquê, mas quando vi a penúltima fotografia pensei em alho francês - se calhar nem liga muito bem com o sabor mas devo ter imaginado que sim!!!
    Também tenho dificuldade de voltar a comer determinado ingrediente quando há história por trás! A última foi quando me esqueci de pôr o meu almoço no frigorífico (que por acaso até tinha camarão) e tive uma valente intoxicação alimentar que me deu direito a sair de maca da escola sob o olhar (muito) atento dos meus pequenos alunos!!! Escusado será dizer que fiquei muito tempo sem conseguir tocar num camarão - que é o meu marisco preferido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agora lembraste-me do polvo assado que o meu pai faz, que leva sempre alho francês cortado em rodelas bem grossas :D Acabo por comer quase só alho francês assado :D

      Por acaso nunca tive nenhuma intoxicação alimentar (e digo por acaso porque meto-me imensas vezes a jeito para essas coisas, principalmente quando viajo), mas já tive a minha dose de gastroenterites e é tramado :(

      Beijinhos e obrigada pelo teu comentário :D

      Eliminar
  11. Experimentei e adorei :D
    http://momentogastronomicodaraiozinho.blogs.sapo.pt/bifes-de-frango-com-molho-de-mostarda-e-142842

    ResponderEliminar
  12. Vou experimentar hoje. Depois digo o resultado!

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />