2 de maio de 2013

Laffa de frango com especiarias orientais para o desmoronar de um sonho.

Andorinha de asa negra aonde vais?
Que andas a voar tão alta!
Leva-me ao céu contigo, vá,
Que eu lá de cima digo adeus ao meu amor!

Ó Andorinha da Primavera,
Ai quem me dera também voar!
Que bom que era,
Ó Andorinha,
Na Primavera também voar!

Madredeus


Sabem quando algo de bom vos acontece e vos deixa de tal forma felizes que parece que andam a voar? 

Sabem quando algo vos faz cantar no carro todas as manhãs, ou quando aquele pensamento vos puxa para cima em todos os dias mais difíceis?


Sabem quando a ideia de um acontecimento futuro é tão importante que de repente vocês sabem que tudo aquilo que acontecer entretanto só poderá correr bem? 

Sabem quando vos sustenta a ideia de que todos os momentos maus que podem chegar entretanto irão culminar naquele momento de felicidade plena, e que nada mais importa?


Sabem quando de repente a concretização de um grande sonho está ao alcance das vossas mãos? 

Imaginem tudo isso. E agora imaginem que o momento pelo qual andei a sonhar durante meses subitamente se desmoronou como um castelo de cartas.


Ainda há uma réstia de esperança, mas o mais certo é que a resposta que esperei tão ansiosamente seja um não. 

Não - uma única palavra, capaz de desmoronar todos os castelos de cartas do mundo.


Chorei. E chorei, e chorei, e chorei. Chorei até ficar com os olhos inchados, chorei até me doer a cabeça, chorei até adormecer de cansaço. No dia seguinte chorei no carro, chorei no sofá e chorei no elevador a caminho do hospital.

E depois dei um grande passeio. Estava frio, estava vento, eu estava triste. Duas horas - e uma valente constipação - depois voltei para casa, fiz uma caneca de chá e sentei-me no sofá.

Se ainda há uma réstia de esperança eu vou persegui-la. Vou correr atrás dela com todas as minhas forças, vou dar tudo de mim, vou lutar de todas as maneiras que me ocorrerem. Não vou vacilar, não vou desistir, não me vou resignar.  

Até o jogo chegar ao fim ainda posso dar muitos pontapés na bola.


Laffa de frango com especiarias orientais

Ingredientes (para duas pessoas): 

* 200g de peito de frango cortado em cubinhos; 
* Dois dentes de alho picados; 
* Uma pitada de sal;
* Duas colheres de chá de mistura de especiarias orientais;
* Sumo de meio limão; 
* Um fio de azeite;
* Dois tomates chucha cortados em rodelas;
* Meia embalagem de alface iceberg cortada;
* Dois wraps.

Confecção: 

* Temperar os cubinhos de frango com o alho, o sal e as especiarias orientais e saltear numa frigideira anti-aderente com um fio de azeite; 

* Juntar o sumo de meio limão; 

* Juntar o frango com a alface e as rodelas de tomate e misturar bem;

* Servir embrulhado num wrap.


A ideia para este prato ocorreu-me quando vi a receita de salada de frango com caril do blog 'Ponto de Rebuçado'. É uma receita muito simples, na qual a mistura de especiarias orientais faz toda a diferença: fica um prato extremamente aromático e delicioso :D Eu uso a mistura de especiarias da Margão (que podem encontrar em qualquer supermercado), mas podem procurar misturas em qualquer loja asiática :) 

Até amanhã! :D 

E prometo que quando receber um sim vos conto o que se passa :)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...r: 0" />